Exibições: 68

Responder esta

Respostas a este tópico

Entrei no site do jornal para ver o motivo da censura...Tem um pequeno artigo que desmente Serra, no salário mínimo de $600,00 reais, inclusive dizendo que o que existe em S. Paulo não é PARA TODAS AS CATEGORIAS PROFISSIONAIS, que dependem do salário. Por ex: empregadas domésticas NÃO TERÃO DIREITO A "ESTE AUMENTO".

Vamos repassar, antes que RETIREM DO AR. :)
Dulce,
amiga, cadê o jornal ????
Também quero saber, rsrsrsr
Stella e Ailton, amigos

Acredita que na aflição, cliquei no ícone errado ? Jurava que o arquivo tinha entrado ;) , baixei para guardá-lo.

Vou cuidar de colocá-lo :))

Beijos.
Dulce,

Particularmente - com raras e poucas exceções - sou contra a tudo que nos empurram goela a baixo travestido de benefício e de defesa e uma destas estripulias são os sindicatos. Leva um dia de trabalho por ano de todos os trabalhadores sindicalizados. Isto não teria importância se os trabalhadores escolhesse livremente pertencer a um sindicato, mas não é assim a filiação é obrigatória.

Os sindicatos deviam ter outro nome, e quando se torna um dos braços de um partido seus dirigentes deveriam estarem presos... simplesmente vergonhoso. É proibido por lei os sindicatos participarem de campanha política, seja pra A ou pra B.

Falou...
...Falou.
Então tá: porque a FIESP pote ter jornalzinho para fazer propaganda de quem quiser? Porque é que sindicato de patrão pode dar dinheiro para quem quiser e sindicato de proletário não pode? Quando um sindicato faz greve, a gente ganha bem mais do que o valor de um dia de trabalho, não é mesmo?
Francisco,

Quando um sindicato legitimo, o que não é o caso do Brasil, consegue benefícios para os trabalhadores, não está fazendo mais do que sua obrigação. Quanto o trabalhador ganha, isso não é importante do ponto de vista da legitimidade. E o que denomino legitimidade é o sindicato convencer e provar na prática que o seu trabalho tem validade e é compensador e não obrigar o trabalhador a lhe pagar compulsoriamente um dia do seu salário.

E lhe garanto mais, se este sindicato existir não vai se meter em transgressões legais, porque presa o seu "cliente" e não quererá complicar o seu desempenho nem manchar sua credibilidade.

Falou...
Francisco,

Seja qual for o sindicato, não pode participar de campanha politica. Não importa se é de rico ou se é de pobre, se é de preto ou de branco. Essa dicotomia precisa terminar no Brasil, seja lá quem seja e, até a tirania da maioria, não pode está acima da lei. E toda pessoa de bem deve lutar por isto.

Falou...
O texto do JORNAL É ESTE:

"A mentira do mínimo tucano"

O candidato José Serra (PSDB) apresentou
recentemente, como última cartada para tentar
frear a vitória da candidata Dilma Roussef (PT), a
proposta de salário mínimo de R$ 600. Para
justificar o aumento, ele destaca na propaganda
eleitoral que já adotou essa medida no Estado de
SãoPaulo.

O tucano apenas “esquece” de dizer que amedida
beneficia poucas categorias, conforme destaca o
presidente da CUT, Artur Henrique. “Há, de fato,
em São Paulo, algo que o governo tucano chama
de piso salarial regional. Só que o tal piso é
destinado apenas a algumas categorias. Basta ler
o projeto tucano, que lá estão relacionadas as que
podem receber o mínimo regional. Todas as
demais ficam de fora, inclusive trabalhadores
como as domésticas, que nacionalmente têm seu
salário referenciado no salário mínimo”, aponta.
O dirigente acrescenta ainda que a promessa é
restritiva e em muitos casos ineficaz, pois várias
das categorias escolhidas para receber o mínimo
regional já conquistaram por meio da ação
sindical e dos acordos coletivos, que resultaram
um piso nacional,um salário superior.
Eu custo acreditar que essa tal Serradrão chegou até aqui e pior , ainda concorre ao posto de executivo nacional..
..
E`triste mas a realidade é essa, e a Marina contribui para isso, sinceramente tristeza ... e ainda aquele cara do Rio de Janeiro , Gabeira que e amigo do Kassabii, Cesar maia e cia ,, que papelão..
..
Mas espero que a maioria do povo acorde..

Pq se nã..daqui alguns 7 8 anos, voltaremos a 1998. e talvez até 1978.

...
toc toc toc..

Em são paulo, vergonha..total . o PSDB/PMDB mandando a decadas. vai para 32 anos..
Mas realidade esta ai.. aguardar apenas.
...
Não é só São Paulo não David, aqui em Minas também, um Estado que é perito em fazer politicos ainda não aprendeu a fazer eleitores.

RSS

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço