Prezados,

 

            Apresento o documento O 'Rabo Bretas' abana o 'CACHORRO gilmar mendes', https://pt.scribd.com/document/357221289/O-Rabo-Bretas-abana-o-CACH...  , onde estamos, empiricamente, tentando efetuar avaliações, sobre o, concreto, existente, na notícia Janot quer que o STF declare suspeição de Gilmar Mendes no caso Barata Filho

http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2017/08/21/interna_politi...  , e na notícia  “O rabo não abana o cachorro”, diz Gilmar a juiz que prendeu novamente Jacob, https://jfclippingblog.wordpress.com/2017/08/19/o-rabo-nao-abana-o-... , algo que de maneira irrefutável, inquestionável, REFLETE a concreta, AMORALIDADE, consistente, e persistente, nos quatros Poderes Institucionais da “República de Bananas”, presidida por um “Golpista Zé NINGUÉM”, alicerçada por um “Congresso Golpista Ilegítimo”, abençoada por um “Judiciário que Persegue, e Protege, Politicamente”,  fiscalizada por um “Ministério Público Cego de um Olho, e Surdo de um Ouvido” (por atuar em uma única direção), razão pela qual, o Brasil, se transformou, apenas e tão somente, em um, “NADA”, que aí esta, o que explica que a Sociedade Brasileira é PREJUDICADA, e ENVERGONHADA, diariamente, de tal forma, ser possível, mesmo que injustamente, alcunhá-la como uma Sociedade de Ignorantes, e uma Sociedade de Alienados, uma Sociedade  de Bárbaros, quiçá uma Sociedade de Cruéis.

 

            Apesar da Presidente do Supremo Tribunal Federal,  Ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, inquestionavelMENTE reconhecer que o Momento Brasileiro, implica em também reconhecer a necessidade de sacrifícios, a Mesma, teima em perceber “nos outros”, seus próprios, e de seus “pares parias”, erros, e desvios, quando afirma “É preciso mudar a forma de fazer política”.

 

            Afinal, a postura da Suprema Corte Constitucional, representada pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal, em especial o “cachorro gilmar mendes”, sob a Presidência da Ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, tem nos apresentado, sem medo de errar, a forma mais ABJETA, a forma mais INOMINÁVEL, a forma mais EXPÚRIA, de se fazerjustiça”, o que nos obriga a perguntar, a esseLentíssima Presidente do Supremo Tribunal Federal : Não esta na hora de mudar a forma de fazer Justiça ?

 

            Será que a frase de gilmar mendes: “Em geral o rabo não abana o cachorro, é o cachorro que abana o rabo”, que, concretamente, o coloca, sem qualquer possibilidade de interpretação errônea, como um cachorro, também, permite, por derivação, deduzir, que para gilmar mendes, o Plenário do Supremo Tribunal Federal é um “Canil” onde “Cachorros”, não falam, apenas e tão somente, “Ladrão” ?

 

            Abraços,

            Plinio Marcos

Exibições: 93

Anexos

Responder esta

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço