Porque somente Amaury Ribeiro Júnior chegou a verdade (e com provas)!

O repórter investigativo Amaury Ribeiro Júnior chega a notoriedade e todos podem se perguntar por que este jornalista um pouco desconhecido ao grande público chega a publicar um livro tão impactante, A Privataria Tucana?

Talvez a chave de tudo esteja num só parágrafo de uma entrevista do jornalista em que ele diz:

.

"-Então eu trabalhava no Globo naquela época e comecei a investigar. Retomei as investigações quando eu estava na IstoÉ e surgiu o caso do Banestado (suspeita de evasão de divisas para o exterior pelo Banco do Estado do Paraná). Na ocasião eu publiquei uma matéria e ele me processou. Pedi o direito de exceção da verdade e o juiz deu. Aí, muitos documentos que estavam na CPI do Banestado escondidos foram obrigados a serem entregues à minha defesa, o que facilitou o trabalho. "


Primeiro há o profissionalismo e a perseverança, durante dez anos de sua vida ele se debruça numa especialidade, o crime financeiro e continua apesar de todas as adversidades, segundo algo que não está sendo dado importância, ele pelo seu trabalho profissional, que lhe levou a um processo teve acesso a documentos que o judiciário mantém sobre sigilo, os documentos do Banestado, que segundo o mesmo jornalista lavaram mais de 33 bilhões.


Agora duas perguntas, uma para os colegas do Amaury e outra para o público em geral.


Primeira: Por que não adotar posturas profissionais como ele?

Segunda: Por que o judiciário que está com todas estas informações há mais de dez anos não processa ninguém? Será que estão esperando a prescrição dos crimes?


Exibições: 1111

Responder esta

Respostas a este tópico

Maestri,

Perfeita sua análise. Concordo contigo, é fácil identificar funcionários e empresas que participaram do superfaturamento de obras públicas e acrescento ainda que a corrupção inicia-se na fase de elaboração de projetos e orçamento, por omissões ou sub avaliações de etapas de serviços que irão gerar sucessivos aditivos com quantidades e preços não previstos no contrato inicial. 

Outra malandragem adotada por empresas de elaboração de projetos é o superdimensionamento de uma etapa de serviço com quantidades muito acima do real, o que permitirá ao construtor com informação privilegiada, aumentar considerávelmente o preço dos serviços que serão efetivamente realizados e diminuir aqueles que não serão realizados em parte. Observa-se essa prática, principalmente na construção de estradas, nos volumes de aterros e compactação, com a remoção de solos moles e distância média de transportes das jazidas.  

    

Webster,

Na verdade a maioria dos projetos são elaborados pelas empresas que irão ser contratados ou por acordo entre elas e, claro, com a conivência dos contratantes, quando não a seu mando.

Tem mais, isto não ocorre só com empreiteiras de obras civis não, acontece em todas as áreas geridas pelos governos, na saúde, na educação, na segurança e até nas comunicações...Não é atoa que os partidos quando no poder aparelham o Estado com seus asseclas.

Falou...

"Na verdade a maioria dos projetos são elaborados pelas empresas que irão ser contratadas ou por acordo entre elas".

Cristovam,

Muitas vezes os projetos já tinham sido elaborados por uma empresa e encontrava-se engavetado até mesmo por décadas, seja por falta de recursos orçamentários ou outra razão qualquer. Conheço casos em que a empresa que elaborou projetos que não foram executados, já nem existem mais.

No serviço público só é permitido fazer licitação com a existência de todos os projetos e a empresa que elaborar o projeto não pode participar da licitação.( Lei 8666 de Jun/94 e seus adendos. Antes decreto lei nº 200).

Casos que econtrares de obras sendo executadas por empresas que elaboraram o projeto, é ilegal e passível de punição. 

Webster,

Realmente é ilegal a mesma empresa elaborar e executar o projeto - excetuado o caso em que se confirma conhecimento especifico e não disponível por outras em presa - Mas o que quis dizer é que as empresas estão sintonizadas de tal forma que não raramente antes do projeto pronto já se sabe quem vai construir a obra.

Quanto a projetos antigos é outra conversa e não são apenas projetos são dezenas de centenas de obras iniciadas e paralizadas - em sua maioria por mudanças administrativas.

Falando no decreto Lei (um entulho autoritário) mesmo assim seus fundamentos ainda são bem melhores do que as diversas tentativas de melhorarem-no. Faço sempre a mesma comparação da LRF (Lei de responsabilidade fiscal) com a lei 4320 de 17 de março de 1964. O governo colocou uma pinturinha aqui um penduricalho acolá e fez uma tremenda propaganda e nasceu a LRF, cuja essência já se encontra na L4320.

Falou...

Cristovam,

Conheci in loco dezenas de obras paralizadas, principalmente ferrovias na década de 60 que não foram concluídas. O pior que além de não concluídas, foram erradicadas diversas ferrovias em todo o país, um verdadeiro crime de lesa a pátria!   

Rogério,

nota-se que é um acadêmico com pouca ou nenhuma experiência administrativa.

Vou lhe contar um caso real que tem semelhança com a grande maioria do que ocorre por este Brasil a fora.

Numa das unidade federativa, uma empresa de engenharia de médio porte foi contratada para um grande serviço de terraplenagem. As empresas de engenharia, em sua maioria tem uma folha de pagamento semanal, para os operários e oficiais menos qualificados. Pois muito bem, para azar do proprietário da empresa o diretor do orgão contratante entrou de licença prêmio e não deixou nenhum substituto, com isto houve um atraso nos pagamentos a empresa de mais de dois meses. Exaurido os recursos, a empresa enfrentou uma greve dos funcionários pela falta de pagamentos e os serviços foram paralizados.  Por outro lado as promessas dada pelo órgão contratante de mais hoje e mais amanhã resolver os pagamentos não se confirmavam, até que o proprietário sobe que o diretor se encontrava no departamento e foi ter com ele, apresentou as medições pendentes e solicitou o pagamento das mesmas. Resposta - você receberá todas as medições atrasadas mas terá que me passar 20% do total. E tem que ser rápido porque estou de viagem marcada....

Onde está o corruptor e o que você faria nesta situação? Ah! ele (o proprietário) estava com aproximadamente 250 operários parados no patio da empresa. 

Falou...

Cristovam

Tu achas? Então tá!

Vocês gastam tempo, saliva e latim à toa, à toa, conversando com personagem... Isso é que é gostar de literatura...

Cara Anarquista Lúcida,

Surgem de todos os lados, pobre doutor. Queres saber porque o teu braço e o pé obedecem a tua vontade e porque o fígado não te obedece? Indagas como o pensamento se forma no teu tímido entendimento e como se gera aquela criança no útero da mãe? Dou-te o tempo que queiras, para me responderes. O que é a matéria? Os teus colegas doutores encheram milhares de volumes sobre o assunto; descobriram nela algumas qualidades essenciais: as crianças conhecem-nas tanto quanto tu. Mas essa substância no fundo o que é? E a que é que chamaste espírito (termo cuja origem é a palavra latina que significa sopro, não podendo achar melhor porque não fazes a menor ideia do que isso seja)?

Repara no grão de trigo que se lança à terra e dize-me porque brota depois para produzir um canudo carregado com uma espiga. Ensina-me a razão por que a mesma terra produz uma maçã no alto desta árvore e uma castanha na árvore vizinha. Podia arranjar-se um calhamaço recheado de perguntas, às quais não devereis honestamente responder senão por quatro palavrinhas: Não sei nada disso.

E todavia és bacharel, és doutorado, possuis vários diplomas, e és togado. Chamam-te mestre. E esse orgulhoso pateta, nomeado para um modesto emprego numa faculdade, supõe ter comprado o direito de julgar e condenar aquilo de que nada percebe.

A divisa dos sábios é: Que sei eu? E a tua há de ser: Que não sei eu?

Falou...

Rogério,

Talvez deva escutar as vozes dos avatares.

Falou...

Tenho afirmado que "jornalistas" de algumas empresas de televisão e jornais, são tão corruptos quanto esses individuos apontados pelo Amaury Ribeiro e outros. Ao omitirem a divulgação desses fatos e atos relatados no -" Privataria " , são coniventes e sócios desses corruptos. Não é demais citar : William Waak (espião), Miriam Leitão, Sardenberg (sumido), Trigueiro, Merval (quanta rima possivel), Bonner e outros. Quanto mais omitem, mais as suspeitas recaem sobre propinas que recebem para assim procederem. 

Milhões de Brasileiros que se acham "honestos" votam em políticos safados apenas por conveniencia ou ignorância.

Milhões de Brasileiros idem não pestanejam ou pensam 2 vezes antes de comprar, comercializar ou usar um produto "pirata".

Outros tantos praticam atos imorais, anti-éticos ou anti sociais sem ao menos terem consciencia .( Incluso desde "pagar por fora" para tirar ou atualizar uma simples habilitação de motorista ou desobedecer as leis de trânsito até se apropriar de algo que não lhe pertence por mais insignificante que seja. (ex. canetas, clips e papéis)

Sinto muito, mas infelizmente a verdade é esta. Nos meus 53 anos de vida ainda não encontrei ninguém 100% honesto, moral, ético e social. 

RSS

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço