Samba de raiz, da folha, do caule, do fruto, da árvore toda.

Postado originalmente no: http://klaxonsbc.wordpress.com/2009/06/28/samba-de-raiz-da-folha-do...

O samba nasceu nas misturas do danças e cantos de africanos e seus descendentes, não se sabe no Recôncavo Baiano ou no Rio de Janeiro. Se assim foi, teve vários pais, mães e origens. Sua beleza ritmica e os lamentos forjaram uma música robusta e que permaneceu. Mas samba é coisa de povo, e sendo coisa do povo, sofreu rejeição e preconceito. Os sambistas foram perseguidos pela polícia e ele era considerado nas boas casas de família como música fuleira. Mas isso era nos primórdios, agora na nossa democracia racial, as classes se uniram e todo mundo samba junto e contente? Não é bem assim.

"Os bem pensantes" para se diferenciar da "caterva popularesca", criaram o termo "samba de raiz", e assim consagrou-se o estilo do samba de gente fina. Vira e mexe a gente flagra alguém falando assim: "Eu gosto de samba, mas tem que ser samba de raiz!". Que raio de samba de raiz é esse? O termo em si é ate usado, em certos momentos, com boa fé. Mas as intenções nem sempre são claras.

Existem algumas "teorias" a respeito: para uns é o samba que tem uma poética diferente, um samba puro, sem misturas, que não foi "infectado" pelas promiscuidades comerciais da industria cultural. Para outros é o samba praticado nos anos 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90, 00 e que mantém "as características" de um samba feito sei lá em que década, mas é de raiz. E também tem aqueles que acham que samba de raiz são aqueles regravados por exemplo pela...Marisa Monte. Vai entender. Não pode ser só samba tem que ser samba de gente inteligente. A quem serve essa distinção?

Para mim samba é samba e tem a elegância dos impuros, os bambas sempre misturaram tudo ao samba, tudo que puderam, Geraldo Pereira (o avô musical de Jorge Ben) sincopou o samba e levou-o para um rumo diferente, Noel era branco e foi fazer samba, qual era a raiz de Noel? E se os instrumentistas dos trios de bossa nova não tivessem misturado o samba ao jazz e ficassem procurando a raiz, saíria alguma coisa?

O Jorge Ben é um exemplo, é sambista, mas não purista, swingou à sua maneira e reinventou o samba no início dos anos 60. Jorge Ben consagrou o samba balançado e esse deu origem às formas mais comerciais do samba pop contemporâneo. Você pode não gostar, mas é samba. Muitos desses sambistas que os consumidores puros e sofisticados do samba odeiam, são filhos dessa corrente chamada samba rock que gerou variações mais comerciais.

E o samba nunca deixou de ser samba.

Samba amaxixado, samba-canção, partido alto, pagode, samba rock, gafieira, samba de terreiro, samba-jazz, samba-rap, samba-reggae, separados ou misturados são os estilos do samba. E o samba segue impuro, se fosse depender de pureza o samba nem nascia, e essa é sua verdade. Mas muitos querem o samba de raiz. Para quê? Para mim o samba, é a raiz, o caule, a flor, o fruto, o samba é a árvore toda.

Exibições: 1781

Responder esta

Respostas a este tópico

isto é samba?
se não for, desculpa, tá?
licença, então...

Vamos abrir o boteco?
a música introduzida por este vídeo também é bonita. quem sabe qual é?
O ricardo prá vc ensaiar os primeiros passos... no samba... e hoje é dia!
Simplificando...

E amis umita para o boa noite!

Simplificando?
complicando!
Pena que não tem com o próprio...
só tem branco nesse samba? vamos mixar a coisa:

e Deus Dionisio na voz de Elza:

e essa é pro pessoal da pesada:

E o Erasmo detonando tudo:

e o Silvio Cesar balançando pacas, por que não?

E um dos mais dos mais do samba:

RSS

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço