Marco Antônio Nogueira

SERJÃO ... PELA VOLTA DE UM GRANDE AMIGO AO BLOG

 

PELA VOLTA DE UM GRANDE

AMIGO AO BLOG

 

Nosso caro

SÉRJIO TRONCOSO,

 

Convocado pelo nosso

amigo GUNTER, abro este

POST, visando tão somente

trazer de volta ao nosso

convívio aqui no PORTAL

aquele que, ao longo desses

anos tem conquistado o

coração de tantos amigos.

 

SÉRGIO, quando alguém

conquista o coração de

seus amigos, ele perde

o direito de se afastar

deles. Quem conquista

a amizade de outros já

não mais é dono de si.

Medite sobre isso, e

volte correndo para

seus amigos.

Grande SÉRGIO, uma só

vez o vi pessoalmente,

aqui em Belo Horizonte,

por ocasião do SARAU

DE MINAS, quando em

poucas horas aprendi

a admirá-lo, e à sua

amada TOINHA.

Mais tarde nosso contato

prosseguiu através mensagens

neste BLOG. De repente, sem que

ninguém de nós entendesse,

você SUMIU.

Então, SERJÃO, não seja

"IRRESPONSÁVEL", volte

pra seus(suas) amigos(as).

 

Nosso mais

afetuoso

abraço,

 

Marco Antônio Nogueira

Exibições: 570

Responder esta

Respostas a este tópico

Marco, está viajando na maionese... Em que o Rogério ofendeu a Vera em particular? Ele nao ofendeu ninguém na verdade, criticou, o que é bem diferente de ofender; mas mesmo isso nao se aplicava à Vera em particular, aliás até duvido que ele saiba que tb a Vera tem um heterônimo, ela nao o usa quase nunca, e nunca a vi entrar numa discussao com duas identidades diferentes.  

Divirta-se Senhor Miloch.

Aproveite leia "Os Moicanos de Paris", um livro de 1854, que faz sucesso ainda hoje, se lembrado no tempo certo. Ou "Candide" ou " A Cartomante".

Se gosta da Bíblia, recomendo Eclesiastes 2.17

Assista um bom filme, recomendo os bigodões de Groucho Marx, "Dogville" ou "Era uma vez na América" ou "All about Eve". 

Pode me contratar como consultora, cobro baratinho.   

 

 

nossamãedocéu,

nem sei como começar...

e vou começar, terminando:

entendo o portal como espaço privilegiado para, dentro dos nossos limites, estabelecermos um debate sobre questões que, de acordo com a visão de mundo de cada um, visa(ri)am uma contribuição à construção do conhecimento (como é da concepção original). e, neste aspecto, para mim fundamental, entendo que é o debate político que empresta seu sentido mais precioso. e, por isto, vejo o portal também como trincheira contra o pensamento reacionário. e aqui é que se trava o combate. como espaço aberto e democrático aqui é um lugar legítimo para que ele aconteça, naturalmente que, respeitadas regras ditadas pela própria convivência democrática.

 

de quebra, o portal tem sido um espaço, para a formação de um valor agregado que, do meu ponto de vista, tem se revelado distintivo em relação aos demais sites: a constituição de amizades e afetos genuinos. naturalmente que, cada um, a seu modo, vai agregando estes valores e forjando no portal a sua identidade, constituindo seu círculo de afetos e desafetos. nada errado nisto. mas isto, parece que incomoda. mas nada disto me surpreende, ainda que me desaponte.

 

vejo manifestações sinceras, de pessoas dispostas a fazer do portal não um lugar de harmonia, de paz... dos cemitérios... mas que sabem introduzir o debate com vigor, com extrema originalidade, com profundas manifestações de sabedoria. e, neste aspecto me sinto duplamente privilegiada. conheci aqui pessoas raras, de rara beleza moral e intelectual, com as quais aprendi demais e, não obstante algumas divergências e mesmo antagonismos com algumas delas, sinceramente, espero, ou torço, para que saibamos continuar mantendo estes momentos. e o outro privilégio é que a vida me permitiu que muitas delas, hoje, fazem parte do meu círculo de amizades. amigos e amigas sem adjetivos. coisa substantiva mesmo que, espero, continue se expandindo e se fortalecendo.

 

entendo que muitos dissabores acontecem, sei que pessoas se assustam em sua chegada e permanência, porque, ao chegarem, já encontram um espaço com muita coisa constituída. sei que existe também uma tendência de atribuir ao portal ou ao outro deficiências que, muitas vezes, estão nelas mesmas. o portal é constituído de gente (lembram disto, né?) e, como tal, aqui, e sobretudo fora daqui, é natural que rolem acusações, intrigas, fofocas, e tudo o mais que fazem do homem ser homem. cabe a cada um de nós fazer a triagem e nos situarmos no nosso lugar do mundo. eu sigo minha receitinha de vida. ela tem dado certo e, confesso, nunca me desapontei com a receitinha.

 

enfim, uma última coisinha. presumidamente somos adultos. sabemos defender nossos pontos de vista e sabemos lidar com as idéias e/ou com os portadores de idéias que fogem de parâmetros que, cada um de nós entende como importantes, ou não. assim...

 

ah, e o serjão, né?

claro que quero que ele volte a participar. aliás, não me convenceram os motivos alegados por ele para o afastamento. não acredito que ele tenha saído por estar irritado conosco por não tratarmos os trolls que aqui estavam acampados, segundo a maneira que ele entendia como adequada. seria autoritarismo demais e se eu o conheço, isto seria contra os princípios dele. nem acredito que tenha sido um rescaldo da questão do sarau de BH. se o fosse ele não estaria participando do blog do nassif. então, serjão querido, foi você quem fechou as portas. se entender que este é momento de (re)adentrar, faça-o. isto nos deixará felizes.

 

Caríssima

LUZETE,

 

Qua maravilha, amiga!

Convenceu sem Retórica

e reduziu sem porfia.

Sigamos seus conselhos.

 

Einer der

heißesten Kuss!

 

Marco Nogueira

não são conselhos, marco antônio.

apenas uma tentativa de troca de figurinhas e um esforço de entender o portal para além das fofoquinhas que, chega numa certa hora, cansa, né?

tanto tema importante rolando e...

 

Sim, caríssimo professor, e é capaz de aventarem a suspeita de estarmos a dialogarmos em monólogo.

Em circunstâncias outras, eu diria, "quem somos nós?". Ainda tenho muito a caminhar pra atingir a precisão sintética das considerações milochianas, celebradas em não poucas galáxias!!!

De qualquer forma, obrigado. Nossa aparição em uníssono e em stereofônico haverá de dirimir possíveis dúvidas.

O que passou passou e somente nós não passamos porque de ferro não dispomos.
Salve, astronauta do éter, jamais oferecer a outra face, certo? Hahá!

Mas você poderia explicar melhor pros amigos por que me acha o parceiro ideal pra conspirações e elitismos presunçosos?

http://blogln.ning.com/forum/topics/explicacoes-necessarias-the

 

Olha, deixa pra lá.

Fica o dito por não dito, e me retrato e retiro e apago.
Senão não acaba mais...
Perdão professor Miloch, se tirei um pouco o sentido de seu comentário, mas é melhor desmonatar acampamento.

A vida continua, certo? Dizem, pelo menos.
E como diria o inesquecível general Figueiredo: Me esqueçam.
Ademã, e obrigado a todos.

 

Caro

LIU SAI YAM,

 

Desculpe-me, mas tá aí

um gesto infantil.

Se você é benquisto,

se todos lhe dão valor

pelo que escreve,

se muitos até se condoeam

por você nesta grande

polêmica, por que você

se afastar?

Repito o que disse pro Serjão:

quando se conquista amigos

e admiradores, esta pessoa

já não mais é dona de si.

Continue em nosso canto

aqui do Portal, pois todos

terão a ganhar, tanto nosotros

quanto você.

 

Abraço,

 

Marco Nogueira

Deixe pra lá, Liu.

Afinal, não acho, pode ser engano, alguns dos  comentários que geraram o "barraco" de Zezita.

Desse modo, o que o Gunther chama de psicopatia social - vontade de ofender ou agredir - fica restrito a você, como se tivesse um ataque repentino, vindo do nada.

As recomendações de tratamento psiquiátrico, o ato falho de quem escreveu que os usuários de clones comportam-se do mesmo modo que clandestinos diante da ditadura, que deveriam mostrar a cara para levar os tapas etc, esses e outros não se encaixam em caixa alguma, com perdão da redundância.

Entendo que alguns o fizeram por pudor, outros por astúcia.

Suas desculpas se perdem no vazio da desistência.

 

Você deveria apagar o tópico. Fazer acusações descabidas é difamação e não cabe sob nenhuma bandeira de defesa de liberdade de expressão.

Soltar desqualificações ao vento para ver se cola é procedimento que políticos anti-éticos usam em eleições, coisa que tanto foi discutida ano passado. Pelo menos em 09/abril você usou uma lista privada de discussão, o que foi injusto e deselegante, mas talvez não ilegal.

E usar de popularidade para abrir tópicos apenas com o propósito de indispor pessoas umas com as outras é horrível. Desse modo só dá razão ao que colegas dizem.

 

É luzete...´Como mudou o portal. Um chamado de recondução leventa uma poeira desgraçada!

RSS

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço