Aproveitando a proposta de moderação da mensagem abaixo do Sérgio, sugiro que esse espaço seja destinado à discussões sobre o tema.

 

 

Caro Nassif, 

O debate sobre a manutenção da civilidade na participação dos membros e visitantes no Blog Luis Nassif foi bem pertinente e gerou uma ampla discussão. Velhos e novos participantes concordaram que os excessos são impertinentes e, inclusive, várias foram as falas de alguns que se afastam do debate por causa da intolerância ou radicalismo de uns poucos.


 

De fato, os casos mais comumente observados, não só no seu Blog, mas de maneira geral, envolve:

 

1.    A agressão verbal direta a um indivíduo participante do blog por sua opinião ou posição ideológica ou pessoal (ex. guerras verbais entre comentaristas de esquerda e direita, desenvolvimentistas e ambientalistas, homofobia etc.);

2.    A agressão verbal caracterizando intolerância ou preconceito a terceiros ou grupo de indivíduos por sua posição ideológica, racial, sexual, religiosa (ex: violência ou menosprezo às minorias como gays, índios, negros etc.);

3.    A agressão verbal às instituições ou segmentos da sociedade ou profissionais, demonstrando menosprezo por suas posições frente a assuntos de interesse do conjunto da sociedade (ex: difamação contra ONGs, partidos, ambientalistas, mineiros x paulistas, sudeste versus nordeste etc.);

 

Não impossibilidade de se estabelecer regras rígidas de participação num blog que se pretende democrático, e sempre acreditando no potencial das pessoas pela busca do conhecimento por meio de troca de informações, fica aqui uma sugestão para os gestores do Blog e para debate dos interessados.

 

O Blog poderia/deveria disponibilizar diariamente um tópico fixo e padrão, gerado automático junto com os outros posts fixos (Clipping, Fora de Pauta etc.) contendo uma abordagem sobre o funcionamento do Blog (objetivos, como ser membro, facilidades na postagem de vídeos e imagens etc.) e sobre os cuidados dos visitantes na participação (regras de convivência virtual, ou netiquetas). Além disso, traria o aviso de que o desrespeito sistemático a algumas regras de convivência podem gerar denúncias por parte de outros participantes e a suspensão do direito de participação.

 

Eu sou moderador de grupos de debate na rede e disponibilizo uma mensagem automática aos membros sobre as regras de participação a cada 2 semanas. Dá super certo. Seria um tópico diário mais ou menos assim, curto e grosso:

 

 * * * Luis Nassif Online * * *
:: Criada e moderada por Luis Nassif em (ano), o BLN é a maior referência jornalística independente da internet brasileira, com mais de 20.000 membros permanentes e cerca de 60 mil pageviews diários.

* * * Objetivos do BLN * * *
:: Destinado à construção do conhecimento visando blá, blá, blá...

* * * Regras de Participação * * *
:: Procure ser claro e conciso em suas mensagens
:: Não agrida a língua portuguesa, revise sua mensagem antes de postar.
:: Seja cortês com os demais membros e visitantes

:: Seja membro do BLN e tenha facilidades na postagem de seus comentários

:: Denuncie atos de violêncoia verbal, apologia ao crime e à violência ou qualquer forma de intolerância racial, religiosa, partidária e sexual pelos participantes

* * * Moderação * * *
:: Agressões verbais, disseminação de preconceitos e apologia à violência podem ser motivo de denúncias por parte dos participantes do Blog.
:: A partir de três denúncias suspendem o comentário até que possamos analisá-lo e decidir se será liberado ou vetado de vez
:: Moderador adverte ou bane membros reincidentes....
:: Dúvidas ou reclamações podem ser acessadas em ....

* * * Construa o Conhecimento * * *
:: No tópico Fora de Pauta você pode apresentar suas propostas de debates no Blog. Os temas são livres e aprovação depende da avaliação dos gestores.
:: No tópico Clipping do Dia você pode disponibilizar as notícias coletadas na mídia impressa e eletrônica para compartilhar com os demais leitores do Blog. A aprovação depende da avaliação dos gestores.
:: No tópico Multimídia você pode disponibilizar imagens e vídeos de interesse. A aprovação depende da avaliação dos gestores.
:: Divulgue o BLN à http://www.advivo.com.br/luisnassif

Grato e seja bem-vindo.
Luis Nassif – Moderador BLN

 

Exibições: 413

Responder esta

Respostas a este tópico

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Nao aparece nenhum comentário do Alexandre, e sim da Luzete.

acho que é isto mesmo:

estabelece-se alguns princípios gerais e vai se administrando as loucuras que aparecem.

mais do que isto fica-se na censura, pura e simples, ou cria-se um arcabouço burocrático que freiará o debate.

o fundamental é sabermos lidar com aqueles que usam justamente a liberdade, outrogada pela vida democrática, para praticar abusos, ofensas, desqualificações, mentiras. estes casos, lida-se individualmente...

 

e, no mais, que saibamos usar a liberdade para travarmos o bom debate. com quem quisermos. sobre o que quisermos. sem pauta. e sem sermos pautados. sem lenço e sem documento. apenas com a responsabilidade de sermos cidadãos. e tá bom demais da conta.

 

 

Uma utilidade dos tópicos no Portal é que são mais facilmente localizáveis que os posts do blog.

Como a discussão sobre civilidade no jornalismo tem alguma relação com comentários por aqui, aproveito para colocar os dois links permanentes de hoje:

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-declinio-do-jornalismo-d...

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-declinio-do-jornalismo-d...

Então, querida Luzete, se há a liberdade pra travarmos o bom debate, faço uso dela pra protestar cotra uma postagem e o tratamento dado a uma informação de interesse jornalístico que foi transformada em máquina de moer carne, não importando aqui se é carne de sapo ou tucano (tá parecendo mais carne de bode).

http://blogln.ning.com/forum/topics/aecio-neves-se-recusa-a-fazer?x...

Me parece que se passamos anos reclamando de imputações extra-política que andaram cometendo contra os "nossos", como biritas, filhos fora do casamento (Lurian custou um atraso de 12 anos), jornalistas gringos destilando merda, aborto e crença em Deus ou no Diabo, difícil explicar como à primeira oportunidade a gente adote as iguais armas do moralismo e da censura ao comportamento íntimo pra linchamento político.

Política se enfrenta com política, com argumentação lógica e militante. Tentaram impichar Bill Clinton por via do fundamentalismo censório, jogaram a política pra delegacia dos costumes. Tea Party hoje faria a festa. A acompanhante de repente virou prostituta e morar no Rio parece simbolizar devassidão e luxúria (aux armes, cariocas!), exatamente a mesma acusação que tentaram colar no Ronaldinho Gaucho. Pra mim, a gandaia e o mulherio revelam o lado melhor do mineiro, e opositores de homofobia, racismo, bullying e machismo deveriam ser os primeiros a bocar a boca no trombone nessa postagem com ranço de sacristia.

Quem andou falando mesmo... "Atire a primeira pedra, iaiá"?
xiiiiiiiiiiii
"Eu vi, durante toda a minha vida, sem excetuar um só, os homens de ombros estreitos praticarem atos estúpidos e numerosos, embrutecerem seus semelhantes, enfiarem o dinheiro dos outros no bolso, e perveterem as almas por todos os meios. Assim chamam eles o motivo de suas ações: a glória. Vendo esses espetáculos, eu quis rir como os outros; mas isso, estranha imitação, era impossível. Peguei um canivete cuja lámina tinha um gume afiado, e rasguei minhas carnes nos lugares onde se reúnem os lábios. Por um instante, acreditei haver alcançado meu objetivo. Examinei em um espelho essa boca ferida por minha própria vontade! Havia sido um erro! O sangue, que corria em abundância dos dois ferimentos, não permitia distinguir, aliás, se era verdadeiramente o riso dos outros. Mas, após alguns instantes de comparação, vi muito bem que meu riso não se assemelhava ao dos humanos, ou seja, eu não ria."
trecho do Canto Primeiro, "Os Cantos de Maldoror"
Isadore Ducasse - Conde de Lautréamont



Vamos abrir quantas vezes for preciso, Marcão, somos a pústula da santa paz de Deus.
Parece incrível, né? que ainda tenha que se gritar Viva Cacilda Becker!

Ë... Para você, censurar uma autoridade por dirigir embriagada colocando a vida dos outros em risco é "moralismo". A postagem nao falou de mulheres, devassidao, nada disso, você, para variar, distorce o que os outros dizem para atingir seus propósitos. E depois me atribui interesse em pautar os outros. Ora, ora...

Passe muito bem, Liu.

Um senador da república... Autoridade. Tá, deixo essa pra você.
Dirigir embriagado... A conversa mole do "ônus da prova" dançou. Tá, se recusou bafômetro, tem culpa no cartório. Eu recusaria sempre. Réu confesso.
Colocar a vida dos outros em risco... Desde que se sente atrás de um volante, e pode ser madre Teresa de Calcutá, tá colocando a vida dos outros e a própria em risco. Se estiver a 150 por hora, então... Ele tava a 150 por hora? Porque olho às vezes o velocímetro de carros de quem pego carona e, valga me diós, chegam a 260, 280 por hora! Mas isso não é por a vida de ninguém em risco. É o diferencial, a potência que faz a diferença...

Nada disso importa, importa, analu? Pegamos o cara com as calças arriadas e vamos fazer picadinho dele. Serra ou Aécio fariam igual se fosse o contrário. Se pegassem Lula ou Mantega. Somos iguais nas nossas diferenças? É só reconhecer. Também achei um barato, e protestei porque lá em cima tá listando desde "não agredir a língua portuguesa(?!)" a "denunciar intolerância" a "advertir e banir membros reincidentes", o que me dá um frisson de achar sacanagem nas menores coisas. Faltou um artigo-lei sobre palavrões. Se eu disser assim: Tô cagando e andando pra esse regimento de colégio de freiras... Levo advertência? Corro risco de ser banido?

De resto, paz e amor, analu. Passo bem, mas odeio passar.

Nao somos iguais na diferença. Eu pelo menos nao sou, você nao sei, nem digo que sim nem que nao.

Quanto aos excessos das propostas de moderaçao, eu mesma os denunciei. Deixa de fazer jogo de imagem, Liu.

E passe bem. Com paz, sem amor.

Prezados,

 

         Minha intuição, me permite, apenas e tão somente, entender que qualquer coisa que sai, do possivelmente admissível, deva através da Responsabilização, ser tratada.

          Portanto, ninguém é anonimo na internet, logo, passível de Responsabilização, por qualquer manifestação.

          Se tem cunho discriminatório, é passível de Responsabilização Criminal, portanto, o ofendido, pode procurar a Autoridade Competente para TOMAR AS MEDIDAS LEGAIS CABÍVEIS.

          Eu, como pretenso formador, de opiniões, entendo, ser natural, que encontre, indivíduos, Pessoa em formação, que haja, de forma intolerante, muitas vezes radicais, mas, certamente, isto faz parte, uma vez que, me coloco sempre EM, e NO DEBATE de idéias, conceitos e valores.

           Logo, não somos, crianças, e muito menos, indefesos.

           Abraços,

           Plinio Marcos

A origem desta discussão, a meu ver, é a confusão que se faz entre o privado e o público.

A internet como um todo é pública, não se pode proibir alguém de pagar R$ 30/ano à fapesp e montar um blog para difundir ideias e opiniões, desde que não sejam ilegais. Até aqui, a liberdade de expressão deve ser garantida por lei e defendida por todo mundo.

Mas um blog, por maior que seja, é um ambiente privado, como uma universidade ou um restaurante. Se um blogueiro deseja estabelecer normas de conduta, tem o direito de fazê-lo. Se não deseja, também tem.

RSS

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço