Quase todo mundo gosta de cinema. Pra mim é uma arte "ecumênica". Pode misturar música, teatro, artes plásticas, literatura, fotografia... Um filme pode ser instrutivo, revelador ou meramente distração. Vamos lembrar dos filmes que mais gostamos?

 

Na medida do possível coloco pequenas fichas de meus filmes favoritos. Sem ordem de preferência, sem distinção do gênero. Junto com as dicas de vocês vão servir como base para uma votação do tipo "Os 100 filmes do PLN". A pensar como organizar isso...

 

Muita gente cadastrada no portal não tem o costume de acessar o "Fórum". Que tal convidar os amigos para a conversa? Em "Caixa de entrada" você encontrará a guia "+ Escrever". Aí é só escolher aqueles que você acha que podem se interessar pelo papo e informar o link permanente do tópico:

 

http://www.luisnassif.com/forum/topics/um-filme-por-dia

 

(Pode ser bom avisar: se alguém está recebendo emails demais, em função de comentar no tópico, basta desabilitar o recebimento de avisos de novos comentários, o que é feito por link no rodapé da página.)

 

Alguns blogs ou portais sobre cinema:

http://www.adorocinema.com/

http://melhoresfilmes.com.br/

http://www.interfilmes.com/

http://www.webcine.com.br/

http://blitznocinema.diariodamanha.com/

http://cinema.cineclick.uol.com.br/

http://www.filmesdecinema.com.br/

http://www.telefilme.net/

http://www.cineplayers.com/index.php

http://www.cinereporter.com.br/

 

Dica de Maria S. Magnoni:

http://lisandronogueira.blogspot.com/

 

Dicas de Cláudia Stefani:

http://blogs.estadao.com.br/luiz-carlos-merten/

http://blogs.estadao.com.br/luiz-zanin/

 

Exibições: 3290

Responder esta

Respostas a este tópico

Não sei se o tema suspense foi lembrado, mas me lembrei de um grande filme que vi faz muito tempo, com James Caan e a excelente Kathy BAtes, o nome é Misery(não lembro do nome em portugues), mas de excelente qualidade. Kathy BAtes fz uma ótima interpreteção, não me recordo, mas acho que foi até premiada por esse filme.
De, Este filme é ótimo!
Kathy Bates está assustadora!
SHREK PARA SEMPRE (SHREK FOREVER AFTER) / 2010 / Mike Mitchell / Vozes de Antonio Banderas, Cameron Diaz, Eddie Murphy (mas quem faz a voz do próprio Shrek?)

Acabo de ver. É o que mais curti da série (mas sempre penso isso hehe.) Tem menor número de piadas, mas bastante aventura. A Fiona como líder da “resistência” em Tão Tão Distante está impagável! Acho que valeu a pena ver a versão em 3D, o desenho ganha bastante em vida com esse recurso.

http://bogiecinema.blogspot.com/2010/03/dois-novos-posters-de-shrek...


Gunter,
A voz de Shrek é de Mike Mayers.
Foi bastante divertido, né Gunter?
Eu vi assim como mais uma historinha, sem o impacto da novidade que foi o primeiro.
E, deixando de lado as conotações políticas (ô mania! rsrsrs...), foi meio impossível deixar de lembrar de:

Ola para todos!

Gosto muito do filme Blade Runner.Ficção inteligente ,com replicantes maravilhosos e trilha sonora lindíssima.
Amigos e Amigas, ontem infelizmente não tive condições de ir ao cinema. A correria foi brava mesmo e cheguei muito tarde em casa.
Mesmo assim quero dar meu pitaco... a cena do olhar do gatinho de botas no primeiro episódio simplesmente paga todo o filme e a série, adoro aquele olhar do gatinho(Banderas). Acho que os primeiros são sempre os melhores pois é os que contam a história, fica difícil não gostar. Estou doida para ver esse novo e pelo visto devo assisitir mesmo, depois de tantos elogios.
De,não perca ,pois vale muito a pena.
Tem razão o olhar do gato é de gato mesmo!
Faz tempo que quero perguntar para vcs uma coisa...alguns filmes que assisto me dão muita vontade de saber o que aconteceu depois...não uma continuação, mas as vezes fico pensando o que será que virou das pessoas daquele filme, será que foram felizes, será que obtiveram sucesso, como se fosse uma história real que alguem estivesse me contando e que ainda poderia falar mais alguma coisa mas de repente acaba. Sou só eu ou tem mais gente que pensa assim? As vezes gostaria de ser como a personagem Rosa Púrpura do Cairo do filme de Allen, e poder entrar dentro da tela para ver o que eles não contam para nós!!
Fique certa, Dê, que vc nao está sozinha nessa!!
Tem filme que, depois de assistir, a gente sempre acha que a historia ficou devendo alguma cena pós-final e então esse the end que aparece faz a gente pensar...Oooohhh!! parou logo agora...por que??...(rs). A propósito de Allen, vc gostou do filme A era do rádio?? Eu achei maravilhoso... recordo alguma passagem da infância, do velho rádio do vovô e da minha vó cantarolando carmem miranda no quarto pra gente ninar logo...rs
Mario, tenho uma relação engraçada com Woody Allen. Confesso que no início, não era muito ligada nos filmes dele, não sei se estava numa época onde os filmes não me tocavam tanto ou se realmente não os entendia. Qdo assisti Bananas, não entendi direito e nem achei tão engraçado assim, me pareceu, à época, que Allen era meio que sonso demais para ser ator e até mesmo diretor rsrsrs....não sei bem qdo se deu a transformação, acredito que a cena de Woody Allen vestido de espermatozóide e usando óculos, simplesmente se tornou inesquecível e uma das mais hilárias que já vi, talvez tenha sido ali, ou a personagem de Mia Farrow, que para fugir da sua realidade, entra nos filmes, talvez alguma cena de Annie Hall, Ou Crimes e Pecados ou até mesmo o filme que vc cita, Era do Rádio, brilhante por sinal, enfim, não sei qdo se deu a transformação, mas de uma hora para outra passei a entender e a gostar e muito dos filmes de Allen.
Allen tem um jeito bem Allen de ser, nem todo mundo gosta e nem todo mundo entende, é bem ame-o ou deixe-o. Quem não gostou, nunca mais quer ver ou falar ou assistir...quem gosta, sempre fica curiosa para ver o próximo, mesmo que não seja lá essas coisas, sempre se tem a impressão que os filmes de Woody Allen vão nos marcar em algum ponto.
Gunter e amigos uma matéria bem interessante no G1, e eu concordo com a lista, principalmente quanto a primeira colocação para o Sexto Sentido, talvez alterasse a ordem na lista em relação aos outros, mas os finais mais surpreendentes da história do cinema são estes mesmos.


Uma votação promovida pelo jornal inglês "The Guardian" listou os dez filmes com os finais mais surpreendentes da história do cinema. O resultado foi divulgado nesta segunda-feira (26).

ATENÇÃO! O texto abaixo contém "spoilers", detalhes da trama que podem estragar a surpresa de quem não viu os filmes.

O ranking é encabeçado pelo suspense "O sexto sentido", com Bruce Willis e Haley Joel Osment e direção de M. Night Shyamalan. No longa, o ator vive um psicólogo de um garoto que diz ver espíritos. Ao fim, é descoberto que o próprio psicólogo é um dos mortos vistos pelo menino.

O top 10 segue com um clássico de Alfred Hitchcock, "Psicose", e com o thriller "Os suspeitos", de Brian Synger.

O cineasta David Fincher, que fará filme sobre a rede social Facebook, surge com dois longas no ranking, "Clube da luta" e "Seven - os sete crimes capitais". Já o ator Kevin Spacey protagoniza dois dos finais menos esperados pelos espectadores, em "Os suspeitos" e em "Seven".

Conheça abaixo a lista dos 10 filmes e seus finais surpreendentes.

1 - 'O sexto sentido': Bruce Willis estava morto o tempo todo.
2 - 'Psicose': a mãe de Norman Bates estava morta.
3 - 'Os suspeitos': Kevin Spacey era o culpado.
4 - 'Star Wars: o império contra-ataca': Dart Vader é o pai de Luke Skywalker.
5 - 'Jogos mortais': o vilão Jigsaw não estava morto o tempo todo.
6 - 'Clube da luta': Edward Norton e Brad Pitt são a mesma pessoa.
7 - 'O homem de palha': Christopher Lee planejava matar Edward Woodward o tempo todo.
8 - 'Os outros': Nicole Kidman estava morta o tempo todo.
9 - 'Seven - Os sete crimes capitais': Kevin Spacey era mais mau do que se pensava.
10 - 'Planeta dos macacos': a ação se passa na Terra, no futuro.


http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2010/07/jornal-lista-os-10-fil...

RSS

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço