Antonio Alvaro Guedes
  • Masculino
  • Criciuma - SC
  • Brasil
Compartilhar no Facebook Compartilhar

Amigos de Antonio Alvaro Guedes

  • C. Brayton

Grupos de Antonio Alvaro Guedes

Presentes recebidos

Presente

Antonio Alvaro Guedes ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Página de Antonio Alvaro Guedes

Informações do Perfil

Profissão
Aposentado



Abaixo alguns links interessantes sobre sonhos, projetos e tecnologias aquáticas.
Veja que a “minha idéia” não é nada original. Eu só não sabia. De quem quer que tenha tido, acho uma boa idéia.

http://www.clarin.com/diario/2009/07/10/sociedad/s-01955938.htm

http://www.power.inf.br/pt/?p=3841

http://m.ecod.org.br/conteudo/noticias/cidades-flutuantes-sugerem-novas-formas-de

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=909458

http://www.chinaculture.org/gb/en_travel/2003-09/24/content_32404.htm

http://www.treehugger.com/files/2007/03/floating_ecohom.php

http://www.bustler.net/index.php/article/these_are_the_winners_of_the_seastead_design_contest/

http://www.cnn.com/2009/TECH/03/09/floating.cities.seasteading/index.html


http://news.nationalgeographic.com/news/2009/05/photogalleries/seasteading-sea-buildings-pictures/index.html


.............................................................................................................................................

Se tivéssemos uma rede integrada de laboratórios de diversas áreas com uma administração centralizada nos moldes da Embrapa, eu ficaria mais confiante em qualquer transferência (compra) de tecnologias.
Penso até numa sigla: Lanateci.Laboratórios Nacional de Tecnologias Industriais.

http://www.sandia.gov/news/publications/overview/overview07.pdf





Roberto, uma notícia de 2003.
Lá se vão 6 anos e nada. Será que não estamos mais uma vez sendo enganados.
Quem quer, faz. Quem não quer, manda fazer.

Caixa de Recados (1 comentário)

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Às 7:27 em 16 setembro 2009, Antonio Alvaro Guedes disse...
Marina Silva é uma traíra. Sempre foi. É um dos paus mandados que infestam a democracia brasileira. São os agentes das Ongs anglo-americanas dirigidas por multinacionais e os serviços de inteligência destes países. Milhares de seus seguidores são inocentes manipulados pela mídia entreguista e antibrasileira.
Ninguém consciente pode ser contra o meio ambiente preservado de modo científico para servir aos brasileiros e o seu direito ao progresso e bem estar.
Não pode servir ao atraso intencional numa geopolítica malandra e performática para atender os Príncipes Charles e Philip e sua bilionária gangue.
É a política do ongueiro FHC financiado pela Ford Fundation. A negação aos povos escuros à sua autonomia e independência. É uma política racista , desumana.
Escravagista pois separa os que podem deter o CONHECIMENTO e o acesso aos bens materiais dos que devem permanecer na ignorância e dependência.

Aparelhou, durante sua gestão no Ministério do Meio Ambiente agentes da Oxfam, National Wildlife Federation, Environmental Defense Found e outras organizações transnacionais que apóiam financeiramente, com logística, propaganda e outros meios políticos, midiáticos e empresáriais.
Um dos seus crimes de lesa pátria foi adotar o relatório produzido na Inglaterra do Conservation International e de Roberto Smeraldi preposto da filial brasileira Friends of the Earth – Amigos da Terra. Este relatório propunha ações para atrasar (e atrasou) o PPA no período de 2004-2007.
O PPA não andava.
Houve um acordo com o Lula e a Dilma para que houvesse uma maior flexibilização e velocidade nas aprovações das licenças ambientais quando do lançamento do PAC. A ex ministra do Meio Ambiente começou a solapar com atrasos, exigências sem fundamentos, inconsistências técnicas e científicas seu andamento. Ora eram rãs, bagres, araucárias, povos nativos etc. que faziam do PAC uma piada.

Felizmente o Lula e a Dilma perceberam que não se tratava de uma questão do meio ambiente, sua conservação e mitigação quando necessárias aos projetos estruturantes, da infraestrutura e do desenvolvimento. Era uma repetição em português empolado de um falso eruditismo, com pouca coerência, do que ela ouve traduzido dos papagaios (bem remunerados) dos ongueiros, ingleses e americanos, contra o progresso do povo brasileiro e sua independência.
O plano de entrega da amazônia ao domínio anglo-americano continua. Com menos ímpeto, mas, continua. A formação de um cordão estéril entre o Cerrado e a Amazônia é uma de suas ações geopolíticas.



Muitos detalhes sobre esta senadora podem se lidos no livro “Ambientalismo, Novo Colonialismo” de Geraldo Luís Lino e outros.
 
 
 

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço