Blog de Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa (128)

PROFESSOR É MESMO AMEAÇA À SOCIEDADE

Em entrevista, o secretário de segurança pública do Rio, José Mariano Beltrame, afirmou que, se houve excesso dos policiais na violência contra os professores, na Câmara municipal, também houve da parte dos professores. Para o governo carioca, e por que não dizer para o governo em geral, os professores são perigosos, uma ameaça à sociedade, e por isso precisam ser tratados a cassetete e a spray de pimenta.

Realmente, os professores são uma ameaça à sociedade: são eles que abrem os…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 5 outubro 2013 às 23:05 — Sem comentários

O CINISMO DA GRANDE MÍDIA E DA CLASSE MÉDICA SOBRE A VINDA DE MÉDICOS ESTRANGEIROS

A vinda de médicos estrangeiros, não todos os estrangeiros, mas os cubanos, faz-nos assistir a cenas que chamam a atenção pelo descomedido falso moralismo. De representantes das classes médicas, CFM, CRM a políticos e jornalistas, todos num discurso tolerável a quem compartilha do mesmo pensamento, mas intolerável aos que penam anos nas filas do SUS, nas filas de Prontos Socorros e em Postos de Saúde em busca de cura para seus males. Insinuam que os pacientes brasileiros estarão em maus…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 25 agosto 2013 às 23:00 — 1 Comentário

A PÓS-GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS A CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA

É cada vez mais clara a ambição dos que querem se candidatar a candidato ao cargo de Presidente da República: Aécio Neves, Marina Silva, Eduardo Campos, José Serra e, claro, a atual mandatária, por direito legítimo, Dilma Vana Rousseff. Tantas opções, mas, sinceramente falando, excluindo o último nome, cujo projeto político está em execução, não conheço proposta alguma dos outros. Querem ser candidatos, dizem ser os melhores para governar, batem... batem... gritam...gritam... mas mostrar o…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 18 agosto 2013 às 14:30 — Sem comentários

MUDOU O DISCURSO DA MÍDIA TUCANA. O ESPETÁCULO ACABOU...

Enquanto as manifestações pareciam atingir o governo Dilma e seus aliados, a mídia empunhava a sua bandeira de apoio. Eram os jovens revolucionários que demonstravam inconformismo com o governo. Era um governo autoritário que não dialogava como o povo. Era tudo menos o inconformismo com o jornalismo aético, mentiroso e disfarçado de propaganda política. Revistas como Veja e Época estamparam em suas capas imagens dos jovens mascarados e de multidões nas praças. O atentado ao Itamarati, com…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 17 agosto 2013 às 14:30 — 1 Comentário

CRISTOVAM BUARQUE DEVERIA APRENDER COM A GRALHA

Talvez soem como injustas as minhas considerações sobre o professor-senador-cidadão-político Cristovam Buarque. Ele merece meu respeito, mais como educador, pois o Buarque político-senador ou ex-ministro da educação deixam a desejar. Tenho lido muito sobre o senador Buarque, tenho visto muito dos seus gritos e isso me lembrou de duas figuras conhecidas neste Brasil: a ex-senadora Heloísa Helena (alguém ainda lembra dela?) e a Gralha (com letra maiúscula mesmo), aquela avezinha responsável…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 16 agosto 2013 às 21:30 — Sem comentários

O "INTOCÁVEL SUPREMO" DO SUPREMO BARBOSA[1]

"Quem quiser conhecer uma pessoa é só dar a ela poder", diz o dito popular. Minha avó sempre dizia que "quem nunca comeu melado, quando come se lambuza". Dois adágios que cabem na toga do presidente do Supremo Tribunal Federal, o senhor ministro (que talvez se ache tão supremo quanto os outros) Joaquim Barbosa. Ele que já disse em entrevista que está no lugar por méritos, talvez achando que os outros que também estão lá estejam por desméritos. Assim como Barbosa, todos os outros ministros da…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 16 agosto 2013 às 15:40 — Sem comentários

ENTREVISTA – ZYGMUNT BAUMAN

O sociólogo afirma que é preciso acreditar no potencial humano para que um outro mundo seja possível.

 

Dennis de Oliveira – Revista Cult

 

Zygmunt Bauman é um dos pensadores contemporâneos que mais têm produzido obras que refletem os tempos contemporâneos. Nascido na Polônia em 1925, o sociólogo tem um histórico de vida que passa pela ocupação nazista durante a Segunda Guerra Mundial, pela ativa…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 4 agosto 2013 às 0:00 — Sem comentários

O PMDB É O CAPETINHA DA MINHA INFÂNCIA

Não me lembro de que se assisti, dia desses, a uma entrevista de Sérgio Cabral, ou se a li, em que ele dizia que o PMDB é aliado de primeira hora do governo Dilma. Renan Calheiros vez por outra faz a mesma afirmação. Qualquer um sabe que isso não é verdade. O PMDB age segundo suas conveniências. Age na base do toma lá da cá. E esse comportamento do partido de Cabral e do vice-presidente Michel Temer faz-me lembrar de que, na minha infância, nos grupos de brincadeiras, havia um garotinho que…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 3 agosto 2013 às 23:01 — Sem comentários

NÃO TOQUE NO MEU QUEIJO

Há um grande mal no Brasil que precisa ser extirpado, ainda que com dores. Vindo de séculos, parece ainda teimar permanecer por tantos quantos forem permitidos. Talvez isso não seja problema apenas do Brasil, mas aqui se acentua com perversidade e causa, a quem não tolera o toma lá dá cá, revolta. Enquanto não se mexe com a ferida dos que se sentem na zona de conforto, a coisa parece caminhar em um mar de rosas. O problema começa quando alguém se atreve a "cutucar a serpente com vara curta",…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 31 julho 2013 às 14:30 — Sem comentários

O BRASIL DA GRANDE MÍDIA E O OUTRO BRASIL

Segundo dados da ONU, o Brasil apresentou avanços significativos nos últimos 20 anos, fortemente visível na segunda década. De um IDHM de 0,493 na década de 90 a 0,727 em 2010, o País mostra avanços claros de que a política de inclusão social não é apenas um grado eleitoreiro como costumam rotular os da mídia e aqueles que gostariam de ver os pobres cada vez mais pobres. De acordo com os dados da ONU, em

1991, 85,5% das cidades brasileiras tinham IDHM considerado muito baixo. Em 2010,…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 30 julho 2013 às 19:57 — 2 Comentários

A ambiguidade do REDE de Marina Silva

O partido de Marina Silva nasce cheio de curvas. É um partido ambíguo, como ambígua é Marina Silva. Sem um viés político-ideológico-social-econômico, Marina mira qualquer buraco que vê pela frente. Seu partido nasce dessa confusão.

Marina, assim como Serra, quer ser presidente, mas está amarrada a um pensamento tão conservador que, talvez, seja preciso apanhar algumas vezes mais nas urnas para que, a exemplo de Lula, possa acordar e perceber que conservadorismo é bom para quem quer…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 25 julho 2013 às 15:21 — Sem comentários

MÉDICOS, ENFERMEIROS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS: PROFISSIONAIS DA SAÚDE...

Talvez quem lê meus textos, postados por aqui, pense que eu sou contra os médicos. Não. Pelo contrário, creio que eles são tão necessários nos hospitais ou em qualquer lugar, com ou sem distinção, pois onde há um médico há sinal de serviço à vida. Não concordo é com o corporativismo, que acaba fechando a luz sobre uns e deixando às escuras outros, que têm tão grande importância quanto os profissionais médicos.

Enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, farmacêuticos, biomédicos,…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 12 julho 2013 às 22:00 — 3 Comentários

FIM DA COMERCIALIZAÇÃO DA SAÚDE COM O PROGRAMA MAIS MÉDICOS?

Com o lançamento do programa Mais Médicos, do governo federal, parece-me que uma questão grave e vergonhosa poderá ser solucionada, pelo menos a longo prazo: o comércio milionário da saúde. Médicos vendem seu diploma por somas em dinheiro. Não querem trabalhar nas cidades do interior. Mas, se o salário for acima de 30 mil, como visto hoje em reportagem do Fala Brasil, da Record, que mostrou o salário de um médico de uma cidade do interior do Mato Grosso é mais alto do que o da presidente da…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 9 julho 2013 às 15:30 — 1 Comentário

A GLOBO TENTOU SURRUPIAR A RECEITA FEDERAL

Alguém escreveu ou disse por aí que não é o silêncio dos fracos que incomoda, mas a indiferença dos que detêm o poder é que dói.

No caso mais vergonhoso – e sério – que veio a público recentemente, parece-me que por se tratar de uma emissora de televisão, a mais poderosa do país, a Receita Federal colocou o caso por debaixo dos panos e órgãos públicos, como o Ministério Público, fingem desconhecer a gravidade dos fatos. Se o MP não sabia da manobra da Rede Globo, agora já deve saber,…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 2 julho 2013 às 16:30 — Sem comentários

A IMORTALIDADE DE FERNANDO HENRIQUE E O PAPEL DA ABL HOJE...

Fernando Henrique torna-se, hoje, um "imortal", de ideias claro; aliás, não sei de quais ideias, deve ser do quase morto neoliberalismo, porque o homem esse, um dia, (que não seja tão tarde) virará pó. Ele será um dos senhores que sentará numa das cadeiras da ABL, a que foi ocupada pelo jornalista e escritor paulista João de Scantimburgo. Aqui fico me perguntando: para que serve a Academia Brasileira de Letras? Que fazem lá os "imortais"? Quais são suas atribuições na ABL? Será que é…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 27 junho 2013 às 17:00 — Sem comentários

NINGUÉM ESTÁ ACIMA DA LEI

De jornalismo eu entendo pouco. Não fiz curso de jornalismo, mas trabalho no curso das Faculdades Integradas do Tapajós. Meu contato com o curso é basicamente como professor. Por isso não tenho o gabarito de nomes que considero exemplo de jornalista, como Paulo Henrique Amorim, Luis Nassif, Paulo Moreira Leite, Luiz Azenha e um dos poucos do lado de lá, Caco Barcelos. Porém, não é preciso ser jornalista para perceber que o jornalismo no Brasil desviou o seu caminho, foi para um lado onde…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 24 novembro 2012 às 13:00 — Sem comentários

GULLAR TEM SAUDADE DAS BATATAS DA SENZALA

Não gosto de política. Talvez não da política, mas do político.  Da coisa que me cheira a trapaça, mentira, desonestidade e descumprimento de promessa. Política me lembra mais das promessas não cumpridas do que outra coisa. Embora eu me considere um apolítico, aquele sujeito que não tem uma afinidade com uma ideologia partidária, procuro ler o que os outros escrevem sobre o assunto, para que, na hipótese de alguém querer discutir comigo sobre o assunto, eu possa pelo menos abrir a boca e…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 21 outubro 2012 às 20:27 — 1 Comentário

VAI PASSAR...!(?)

Que o Brasil deu um salto econômico e social, na qualidade de vida, principalmente, isso é visível e 99% da população reconhecem tal fato, porém 1% (da massa cheirosa, ainda poderosa) desconhece isso; desconhece porque insiste olhar pela janela envidraçada que reflete todas as manhãs os raios nos arranha-céus e deslumbra a apatia de uma elite perversa e tradicional, cujos pés estão empoeirados, apodrecidos, mas que ignora sua deterioração. Esses que rejeitam as mudanças vistas hoje são os…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 1 outubro 2012 às 21:53 — Sem comentários

ESQUEÇAM BARRABÁS, QUEREMOS O OPERÁRIO

 

Talvez o Brasil seja um dos poucos países onde a mídia julga e condena e também, ao seu preço e poder, influencia os da Justiça a fazerem o mesmo. A mídia que manda é a mesma que mente, e mente descaradamente. A troco de que? A mando de quem? Com objetivo de que? Respostas que nem precisam ser dadas, pois qualquer pessoa que acompanha os noticiários, as “reportagens” das revistas ditas “éticas”, guardiãs dos bons preceitos e da moral, sabe de qual lado estão esses…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 18 setembro 2012 às 20:30 — Sem comentários

TIQUINHO DE ÁGUA FRIA PARA BICO DE TUCANO...

Não li o artigo que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso escreveu sobre o que ele chamou “herança pesada” que a presidente Dilma herdou de Lula. Não o li por dois motivos. Ouvi de um colega professor da universidade onde trabalho, economista e crítico ferrenho do governo Dilma, que o ex-presidente havia se confundido e escrito algo que não deveria. Até estranhei o comentário do meu colega, afinal, tucano que é tucano tenta esconder o bico mesmo que isso seja impossível. Não o li também…

Continuar

Adicionado por Joaquim Onésimo Ferreira Barbosa em 5 setembro 2012 às 17:10 — Sem comentários

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço