Blog de Iremar Marinho de Barros (2)

Ofício de Advertência

Iremar Marinho



Cuidado com a bandalheira,

as olheiras!



O poeta revolve o caldo,

o saldo.



O poeta mantém o sentimento,

o pensamento



Contra a máquina que devora

as horas,



Contra o massacre do homem

pelo lobisomem.



O poeta é carbonário,

panfletário.



Cuidado com a cordilheira

da Mantiqueira!


Cuidado com o…
Continuar

Adicionado por Iremar Marinho de Barros em 16 agosto 2010 às 16:00 — 5 Comentários

Cabo das Tormentas

Iremar Marinho



Há um Cabo das Tormentas a passar

Há uma vida de tormentos a vencer

Há esquadras sobrepostas para o mar

Há o tempo para o império perecer



Há um reino que não volta do Alcácer

Há o poeta que espera o rei voltar

Há o nauta que naufraga ao Bojador

Há o império que sucumbe além da…
Continuar

Adicionado por Iremar Marinho de Barros em 15 agosto 2010 às 21:42 — 2 Comentários

Últimas mensagens do blog

Mensagens do blog mais populares

Arquivos mensais

2010

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço