Blog de Fernando dezena -- abril 2010 Arquivo (1)

ruptura

RUPTURA







Constrói-se no abismo do

Universo

O disfarce da besta

Ante a luta que se divisa.





É prato decomposto,

Espaço decomposto,

Mutilação ...

Vida.

Mutilação ...





Não há entraves

Entre

Roçzeiral,

Não há batalha

E no risco da poesia,

Não há beleza na sórdida

Pilhagem da pobreza

Por heróis sem caráter.





Buscam discussões metalinguísticas,

Buscam… Continuar

Adicionado por fernando dezena em 6 abril 2010 às 0:32 — Sem comentários

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço