Blog de Luiz sergio lindenberg nacinovic -- novembro 2008 Arquivo (4)

Clara da Rua Curitiba

Eu tive um sonho com a Clara Nunes. Ela tinha voltado do céu e eu a havia encontrado, desacordada, vestida toda de branco, numa calçada da Rua Curitiba, perto do Mercado Central. Exatamente naquela calçada do Edifício “Cidade de Minas”. Notei aquela figura conhecida, toda de branco, com aquele bom cabelo piaçava, amarrado com uma tira de renda branca. Cheguei perto, olhei e pensei: - “ O que é que a Clara ta fazendo deitada aqui na Rua Curitiba, caralho?” Cheguei mais perto e ela parecia… Continuar

Adicionado por luiz sergio lindenberg nacinovic em 22 novembro 2008 às 6:54 — 1 Comentário

Tempo de Estio

Acordei de saco cheio hoje, resolvi curtir uma de horror e escrevi esse texto acabando com os anos 70. Teve gente que viu aquela década explosiva do jeito que vai abaixo. Teve gente que, como eu, tava preocupado em viver tudo tão intensamente que só foi se dar conta de erros e acertos muito mais tarde. E entre um barato qualquer, resolvi curtir qualquer barato. Eu e um amigo, Vitor Larica, tinhamos um refrão “Qualquer Barato é um barato Qualquer” para um grande hit, mas nunca saímos… Continuar

Adicionado por luiz sergio lindenberg nacinovic em 11 novembro 2008 às 16:30 — Sem comentários

Brasil, Terra de Contrastes( He!He!He!)

Esse ano não vai ser igual aquele que passou. As expectativas da letra de Zé Kéti vão ser confirmadas em vários pontos. Mas, se a fantasia de papai noel da indústria fonográfica vai ficar guardada, a fantasia de comprador do público consumidor também vai ficar pendurada.

Apesar de todo incentivo ao consumo que o govêrno vêm dando, o brasileiro, antes de tudo um forte, também é gato escaldado. Já sentiu na pele crises, mais crises prá lá e prá cá, enquanto uma minoria- por escárnio ou por… Continuar

Adicionado por luiz sergio lindenberg nacinovic em 8 novembro 2008 às 7:39 — Sem comentários

O Lero-Lero e a Ideologia da Propriedade Intelectual

O texto abaixo não foi escrito por Fernando Henrique Cardoso, Miriam Leitão ou Mangabeira Unger. Ele simplesmente é um processo. Se você conseguir lê-lo até o final, no último parágrafo você saberá o que ele significa. Se você não tiver saco de lê-lo( o que a maioria não vai ter), basta ir até ao último parágrafo e ver o que eu escrevi lá. Assim sendo, vamos deixar de lado o lero-lero e ir ao que realmente interessa.

O incentivo ao avanço tecnológico apresenta tendências no sentido de… Continuar

Adicionado por luiz sergio lindenberg nacinovic em 2 novembro 2008 às 21:00 — Sem comentários

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço