A "Chacina do Pan" e a produção de vidas descartáveis na cidade do Rio de Janeiro: três anos depois.

A "Chacina do Pan" e a produção de vidas descartáveis na cidade do Rio de Janeiro: "Não dá pé Não tem pé nem cabeça. Não Tem ninguém que mereça. Não tem coração que esqueça".


“Pra que pena de morte Doutor?
Esta ideia é que me consome
Se o filho do pobre antes de nascer
Já está condenado a morrer de fome”.
(Bezerra da Silva, "Pena de morte")

Enfim, depois de dois anos de pesquisa chegou a hora de defender a dissertação. Mais do que ser aprovado e obter o grau de mestre trata-se do registro e, ao mesmo tempo, da denúncia de práticas de extermínio, já naturalizadas, contra a vida dos moradores de comunidades pobres no Rio de Janeiro.

A pesquisa gira em torno da "Chacina do Pan" ocorrida no Conjunto de Favelas do Complexo do Alemão em junho de 2007. Hoje, três anos após o massacre poucos são aqueles que ainda lembram e falam da mesmo. Pior, pouquíssimos foram aqueles que souberam que houve uma chacina antes dos jogos Pan-Americanos em 2007. Apesar da produção do esquecimento e do medo, da violência constante presente nas operações policiais, de novas e terríveis chacinas, é preciso que nos recusemos a aceitar este estado de coisas que violenta e aniquila não apenas a vida dos moradores de favelas, mas a nossa própria vida.

Não se trata de apontar vilões e heróis, vítimas e culpados, mas de questionar o modo de funcionamento de nossa sociedade, bem como, a maneira como vivemos e nos resignamos a aceitar obedientes a transformação de nossas vidas em meras vidas descartáveis, isto é, vidas sem valor. Esta não é uma discussão apenas para acadêmicos, mas para todos: pobres, ricos, músicos, ateus, jornalistas, professores etc. Para todos que não deixaram o fogo da esperança se apagar nas águas frias da indiferença e da submissão.

A defesa acontecerá no dia 04 de outubro, as 15 horas, na Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói - RJ, Campus Gragoatá, Bloco O, Sala 510.

Exibições: 200

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço