Agora está nas mãos do Supremo Federal a decisão de aprovar ou reprovar o pedido de um terceiro mandato Lula

Clique aqui para ler:
Seg 25-05-09

O PRESIDENTE DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL (OAB), CEZAR BRITTO, CHEGA A COMPARAR UMA TERCEIRA GESTÃO SEGUIDA DO PETISTA A UM "GOLPE DE ESTADO", AINDA QUE EXISTA A POSSIBILIDADE DE SE CONSEGUIR ATIN



Agora está nas mãos do Supremo Federal a decisão de aprovar ou reprovar o pedido de um terceiro mandato Lula. O Brasil está prestes a ser governado por uma ditadura sociopetista. A proposta é tornar o Lulismo uma dinastia Alá-brasileira como manda o Chavismo e Fidel.
Nos bastidores do Congresso, a tese de um terceiro mandato para o atual Presidente Luiz Inácio Lula da Silva é evidente. Ficou mais ainda por conta da doença da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e pela possibilidade de altos e baixos no tratamento a que ela está se submetendo. O caminho das pedras para este terceiro mandato(um referendo popular ou uma nova proposta constitucional) tem o louvor de um Congresso desmoralizado politicamente e um senado sob investigação Federal por corrupção - os aliados a este governo que o digam.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, chega a comparar uma terceira gestão seguida do petista a um "golpe de Estado", ainda que exista a possibilidade de se conseguir atingir um terceiro mandato legalmente.
"Por melhor que seja o governante, não se pode partir do pressuposto que ele é único. O sucessor pode ser melhor que ele. As democracias não podem sobreviver apenas com nomes, e sim com idéias e propostas", avalia o jurista.
A aprovação de uma PEC, instrumento que permite alterar a Carta Magna e tornar o terceiro mandato legal, depende de duas votações, na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, em dois turnos, além do aval de pelo menos três quintos dos deputados, ou 308 de 513 votos.
"O terceiro mandato não está previsto na Constituição Federal e acredito que não está previsto de forma correta. A alternância de poder é um dos pilares da democracia. A hipótese de se prorrogar mandatos não é compatível com o princípio democrático. O presidente Lula não iria afrontar sua biografia", comenta Cezar Britto.
"Mesmo com a aprovação de uma PEC, a democracia pressupõe a alternância de poder. Já houve um erro grave quando se aprovou a reeleição. Quem pode três mandatos pode quatro, pode cinco, pode seis. Perde-se o controle e se torna uma perpetuação (no poder)", prevê o presidente da OAB.

Exibições: 44

Comentário de Lucas Facco em 29 junho 2009 às 17:33
Ao que parece, Luiz Inácio está realmente disposto a dar o "golpe" e disputar um terceiro mandato.
Na manhã de hoje, Lula chegou a insinuar publicamente que o povo o quer novamente, ao contrário da imprensa. Isso ocorreu na Bahia. Segue o link da notícia:

http://www.estadao.com.br/nacional/not_nac377024,0.htm

Graça e paz.
#1 Issao Hanaoka Junior em 26/05/2009 19:48 (Responder)
leio com frequencia seu blog ,seu ministério podemos achar ele tipificado em algum lugar na escritura?
Por que o senhor entrou por esse caminho?
o que dizes do seu ministério?
vc se considera a única voz?
#2 barney em 31/05/2009 12:53 (Responder)
Caro Barney; é mais fácil vc responder a minha pergunta. O que te incomoda neste ministério?? A Igreja Cenáculo da fé não expressa a sua doutrina ou declaração de fé via blog;mas sim sua indignação e conceito sobre tal acontecimento apocalípticos: a Apostasia e a corrupção do homem. Se queres conhecer a mensagem desta Igreja, ouças as pregações gravadas em nosso site ou participe dos cultos ao vivo pela internet! Saberás qual caminho estamos até o momento!
#2.1 Pastor Daniel em 02/06/2009 10:55 (Responder)
Com razão a posição da OAB contra a tentiva do terceiro mandato no Executivo.
Aliás, acertado o parecer contra o projeto de emenda constitucional, de lavra do deputado Genoíno.
Agora, internamente a OAB o discurso é bem outro, pois nada fazem os atuais dirigentes e tampouco cogitam em mudar o Estatuto, pois em seu meio um presidente pode ser reeleito ilimitadamente. Isso é um verdaiero absurdo!
E vamos aos velhos ditados populares:
Faça o que digo e não o que faço.
Na casa do ferreiro o espeto é de pau.
Sou contra o terceiro mandato em quaisquer níveis, seja no político ou nas entidades de classes.
A alternância no poder é salutar, moral e própria das práticas republicanas e democráticas.
É preciso estimular a juventude, os novos profissionais que merecem participar dos pleitos em pé de igualdade, ou não é fato notório que o presidente encastelado no cargo sempre está em campanha, ainda que de forma dissimulada, realizando viagens, inaugurações, encontros, sempre presente na mídia, etc.
Vamos todos aderir e participar da Campanha contra o 3º Mandato na OAB.
Fernando Joel Turella, OAB-SP 55876
#2.1.1 Fernando Joel Turella em 24/06/2009 03:27 (Responder)
Comentário de elizabeth em 29 junho 2009 às 17:53
Não entendo só uma coisa: se o atual presidente concorrer a nova eleição e for eleito, como até as pedras da rua sabem que ocorrerá, já que tem mais de 80% de aprovação popular, onde estaria o golpe? Nos votos dos eleitores?
Comentário de Lucas Facco em 29 junho 2009 às 17:59
Lula concorrendo a eleição vence fácil a todos os oponentes, por isso o medo da oposição na sua candidatura. Falar em ataque ao estado democrático de Direito pode até ser verdadeira a história, mas a insegurança criada pela sua terceira vitória poderia induzir ao início de uma ditadura a Chavez...
Comentário de Oswaldo Conti-Bosso em 29 junho 2009 às 19:12
Caro Lucas,

Vamos ao foco, pode ficar tranquilo que isso não vai ocorrer (eu não acredito), como diz Mino Carta, o Lula é mais democrático que toda a elite do PIG. E essa história de terceiro mandato e conversa da oposição, levando de roldão alguns babacas do PT, fazendo papel de otário.

E você vai se preparando aí, porque vai ter que engolir o sapo barbudo por muito tempo, pelo andar da corruagem, emplacando ou não a Dilma, em 2014 ele volta. Essa história de pós-Lula que alguns falam por aí, usando como argumento, não traduz a realidade dos fatos, na minha modesta opinião, não existe pós-Lula, o que existe é a era Lula, e olha que sou crítico do governo dele, pois deveria estar fazendo bem mais, e não só migalhas de pão para o povão.
Enquando o Lula viver ele vai ter capacidade e poder político para influir nos caminhos do Brasil.
Quem viver verá!

Sds,
Comentário de Lucas Facco em 29 junho 2009 às 19:20
A história contará que o período de FHC e Lula foi vivido pelas mesmas metas neoliberais, e olha a força do poder economico em manipular um partido fundado contra essa ordem vigente...

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço