Antecipação do funcionamento da UHE Santo Antonio é improvisação para evitar atraso na entrega de energia vendida sem existir para o Sudeste

NoticiaRo com sites, agências e correspondentes

O motivo que leva a Santo Antônio Energia a antecipar novamente a entrada em operação de quatro unidades geradoras da usina hidrelétrica de Santo Antonio, no rio Madeira, Porto Velhp, Rondônia, agora, para 1º de dezembro de 2011 é para garantir o atendimento de fornecimento de eletricidade para indústrias do sul, e sudeste honrando contratos já assinados pela Cemig sua sócia na usina. Fatores técnicos e sociais causariam atrasos

Essa energia já foi vendida no mercado livre e paga antes mesmo de a usina funcionar e o consórcio Santo Antonio Energia, que tem tido problemas de paralisação das obras por greve de operários, e problemas técnicos ambientais não resolvido não quer correr novos atrasos, pois pagará multas altíssimas por eles.

Esse adiantamento da geração de energia não significa um benefício especial para Rondônia: fato é que Cemig (Centrais Elétricas de Minas Gerais, uma das sócias da Santo Antonio) comprou 30% da energia a ser gerada pela usina e quer recebê-la dentro do prazo, fornecê-la para grandes empresas do Sul e Sudeste do Brasil a partir de 2012.

O contrato dura 15 anos e prevê o pagamento de R$ 7,5 bilhões, 58% do valor total da obra. Pelas regras do setor, as novas usinas são obrigadas a destinar 70% da energia ao mercado cativo, cobrando preços regulados pelo governo. Os 30% restantes são vendidos no mercado livre.

O cronograma inicial já contava com uma antecipação de dezembro de 2012 para maio de 2012. A Agência Nacional de Energia Elétrica, durante reunião da diretoria, que aconteceu na terça-feira, 27 de julho, autorizou a antecipação e a assinatura de um segundo Termo Aditivo ao Contrato de Concessão, com a condição de que o empreendedor realizasse uma conexão provisória para escoamento da energia.

O diretor da Aneel disse ainda que o novo cronograma substituirá aquele originalmente constante do Contrato de Concessão e será utilizado como referência para a fiscalização da agência, mantida a responsabilidade do agente de responder por eventuais atrasos.

Tanto a usina de Santo Antônio quanto a de Jirau devem entrar em funcionamento em 2012. Santo Antônio tem investimento total previsto de R$ 13,5 bilhões. Para Jirau, a previsão é de R$ 8,7 bilhões.

A Agência Nacional de Energia Elétrica, durante reunião da diretoria autorizou a antecipação e a assinatura de um segundo Termo Aditivo ao Contrato de Concessão, com a condição de que o empreendedor realizasse uma conexão provisória para escoamento da energia.

Essa exigência ocorre porque Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) sabe que não há condições de antecipação de instalação do sistema de transmissão necessário para conexão da hidrelétrica em 1º de dezembro de 2011.

A subestação provisória em 500/230 kV vai interligar a usina ao sistema de 230 kV de Porto Velho. "O ONS verificou que a atual interligação do sistema Acre/Rondônia ao SIN, mediante apenas um circuito, situado entre as subestações Vilhena e Samuel, suporta o escoamento de energia elétrica na forma proposta pela Santo Antônio Energia, a qual compreende a entrada em operação de quatro unidades geradoras", afirmou Julião Coelho, diretor relator do processo.

O candidato do PT a governador, depytado federal Eduardo Valverde (foto), veste a camisa das hidrelétrcas que agora imrprovisam antecipações nas obras para não atrasar entrega de energia vendida como eventos que beneficiam Ronfônia.

O repórter Francisco de Assis Bergamim, da agencia de notícias de Uniara, Ageunira, escreveu no início do ano que Araquara, em São Paulo, destino aparentemente final da energia vinnda do rio Madeira, também está inquieta com os mistérios, alterações e outros pontos não conhecidos do projeto – e já está descrente, como parcela do povo de Rondônia, da “prosperidade e progresso” que essas usinas vão produzir.

Para ler a continuação deste artigo acesse www.noticiaRo.com

r

Exibições: 94

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço