Cinco Anos de Prisão e Mil Chicotadas Por Falar de Sexo na Televisão!!!...

Essa foi a sentença de um tribunal da Arábia Saudita para Mazen Abdul-Jawad que falou sobre sexo abertamente e contou vantagens de suas conquistas amorosas em um programa da televisão libanesa.

O advogado do condenado, Sulaiman al Jumeii, afirmou que apelará e que confia que a pena será revogada.

A decisão do tribunal inclui ademais uma proibição de sair do país e dar declarações à imprensa durante, no mínimo, cinco anos após sair da cadeia.

O advogado expressou que seu cliente foi enganado pelo canal de TV libanês LBC, que transmitiu o programa, já que "Abdul-Jawad não sabia que suas declarações estavam sendo gravadas. Continuarei tratando para que a LBC seja penalizada, ainda que ninguém me apoie", agregou.

O programa foi transmitido em 15 de julho na LBC e foi visto por satélite na Arábia Saudita. As declarações provocaram um escândalo no país, conservador, onde conversas tão francas assim raramente ocorrem em público.

Em torno de 200 pessoas apresentaram queixas legais contra Abdul-Jawad, que trabalha para a empresa aérea nacional.

O programa, "A atrevida linha vermelha", começa com Abdul-Jawad, qualificado de Casanova pela televisão, descrevendo a primeira vez em que teve relações sexuais, aos 14 anos.

O condenado mostrava aos telespectadores seu quarto, cheio de acessórios vermelhos, e também brinquedos sexuais.

O advogado afirmou que seu cliente "se referia às experiências sexuais de outras pessoas", e que os produtos mostrados eram materiais enviados pelo próprio canal de televisão.

Fonte: huffingtonpost

Exibições: 72

Os comentários estão fechados para esta mensagem de blog

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço