TRE atesta legalidade de vídeo

Investigações sobre compra de votos pelo candidato do PSDB em Betim avançam

 

O juiz Maurício Soares, do TRE-MG, decidiu que o vídeo que apresenta o suposto esquema de compra de votos do candidato Carlaile Pedrosa (PSDB) é legal. "A gravação não pode ser tida como ilícita, pois foi realizada em ambiente com grande número de pessoas, inclusive em local tumultuado e às portas abertas, conforme se verifica da gravação", sentenciou.

O vídeo mostra o candidato chegando a um bairro de periferia de Betim e entregando um pacote de dinheiro a uma intermediária. Na sequência, a mesma mulher aparece distribuindo R$ 140 a carroceiros, juntamente com material publicitário do candidato. A conversa entre os cabos eleitorais e os carroceiros revelam diferentes crimes eleitorais, como compra de votos, abuso de poder econômico e prática de Caixa 2. Confira neste link o vídeo e os processos jurídicos:

https://www.dropbox.com/sh/w0f88825et4tam4/12m-Tqv9x9

 

A Coligação “Betim Cresce, Você Cresce”, que sustenta a candidatura da atual prefeita Maria do Carmo (PT), já conhecia o vídeo e entrou com ação junto ao Cartório Eleitoral de Betim e ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pedindo a impugnação da candidatura de Carlaile, uma vez que a compra de votos caracteriza crime eleitoral.

 

Carlaile e a Justiça         

Esta não é a primeira vez que Carlaile tem problemas com a Justiça. O candidato responde no TCU a processos por desvio de verbas, repasse ilegal e outros. No início do pleito, o candidato a vice de sua coligação, Pedro Ivo Caminhas, conhecido como Pinduca, teve a sua candidatura impugnada. Em 2008, Pinduca foi acusado de abuso de poder e ficou inelegível por três anos. Com a entrada em vigor da Lei da Ficha Limpa, este período foi estendido para oito anos e Pinduca ficou fora da disputa.  

 

“Betim não merece”

A prefeita e candidata à reeleição, Maria do Carmo (PT), comentou que Betim não merece ser palco de uma situação dessas, e que a sociedade não admite mais esse tipo de prática. “Para mim, ficam dois sentimentos. Um de tristeza, por ver Betim ser retratada no cenário nacional como um cantão qualquer, um lugar sem leis, com uma denúncia tão grave como esta. E o outro é de indignação com esse tipo de prática antidemocrática, um crime previsto em lei”, afirma a candidata.

Com as leis 9840, de combate à compra de votos, Lei da Ficha Limpa e Lei de Responsabilidade Fiscal, a prefeita espera que o processo caminhe rapidamente na Justiça e que a população possa saber o quanto antes qual será a punição para Carlaile Pedrosa. Para esse tipo de crime a punição é impugnação e cassação.

 

Capa de revista

O assunto foi capa da revista Época do último domingo, dia 16 de setembro, e já está circulando em diferentes veículos do país. Ainda assim, a coligação de Carlaile Pedrosa, Betim Melhor, insiste em dizer que o vídeo é falso e mal produzido, apresentando explicações incabíveis para justificar a manipulação do material. Desde então, diferentes veículos estão repercutindo o assunto, colocando a cidade da região metropolitana de Belo Horizonte em destaque na mídia nacional.

 

--
Coligação Betim Cresce, Você Cresce
PT - PMDB - PDT - PC do B - PRB - PSL - PTC - PT do B
Assessoria de Imprensa
João Carlos Firpe Penna
(31) 9169 8243

Exibições: 341

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço