CUREMA/MÃE D ÁGUA... DENTRO DO BIÊNIO 2015 A 2016... DE UM STRESS HÍDRICO... A UM PROVÁVEL COLAPSO.

ANTES DA BATIMETRIA...

DEPOIS DA BATIMETRIA...

CUREMA/MÃE D ÁGUA...

DENTRO DO BIÊNIO 2015 A 2016...

DE UM STRESS HÍDRICO... A UM PROVÁVEL COLAPSO.

Partindo deste do principio “Histórico”...Dos  “Estudos”  do Projeto de execução da construção do Complexo Curema – Mãe D`Água...Que advém deste do Decreto 7.619 de 21 de outubro de 1909.

(vide livro: A CIDADE DE COREMAS – PB: GEOGRAFIA HISTÓRICA DE UMA CIDADE PEQUENA, de RITA DE CÁSSIA GREGÓRIO DE ANDRADE– 

Neste ano de 1909, aonde já foi feito os estudos ‘Topográfico da Bacia Hidráulica do Complexo Curema – Mãe D`Água...Que só no ano de 1960...Ano da 1ª Sangria...Que se foi instalado o 1º ‘Posto de Réguas Linnimetricas...,Ou  seja, pelo visto, só depois de 50 anos...Considerando Cota x Área x Volume... Dos  “Estudos”  do Projeto de execução da construção do Complexo Curema – Mãe D`Água...Ainda pelo Decreto 7.619 de 21 de outubro de 1909.

Entretanto, Considerando que o volume (em valores arredondados) original do Sistema Curema-Mãe D’água...Era de 1.358.000.000(hum bilhão, trezentos e  cinquenta e oito milhões de metros cúbicos de água)...Sendo Curema(Estevão Marinho) com 720.000.000(setecentos e vinte milhões de )...E MÃE DÁGUA(Egberto da Cunha)...  Com 638.000.000(seiscentos e  trinta e oito de milhões de metros cúbicos de água).

Que após “Batimetria”,realizada entre Novembro e Dezembro de 2013...Com o Sistema Curema(Estevão Marinho)...Mãe D`Água(Egberto da Cunha)...Já se encontravam “Separados”...Desde do ano de 2012.

 

Esta referida “Batimetria”, realizada entre Novembro e Dezembro de 2013...O Açude Curema(Estevão Marinho)...Já se encontrava na Cota232...Com o volume original de 213.000.000m³(duzentos e treze milhões de metros cúbicos de água)...Que após essa referida Batimetria(da parte molhada, ou seja, do nível existente na época)...Ficou com o volume de 145.000.000m³(cento e quarenta e cinco milhões de metros cúbicos de água)...Neste caso, veio apresentar um “Assoreamento de 31,81%.

Já referente a Barragem de Mãe D`Água(Egberto da Cunha)...Já se encontrava na Cota234...Com o volume original de 195.000.000m³(cento e noventa e cinco milhões de metros cúbicos de água)...Que após essa referida Batimetria(da parte molhada, ou seja, do nível existente na época)...Ficou com o volume de 151.000.000m³( cento e cinquenta e hum milhões)...Neste caso, veio apresentar um “Assoreamento de 22,30%...

 

Já concernente ao Sistema Curema(Estevão Marinho)...Mãe D`Água(Egberto da Cunha)...O assoreamento ficou em 27,05%(31,81% + 22,30% =  54,11% dividido por 2=27,05.)...Que representa o volume de 991.000.00 (novecentos e noventa e hum milhões de metros cúbicos de água)...Esse volume de 991.000.00 (novecentos e noventa e hum milhões de metros cúbicos de água)...Seria de “Fato”...O verdadeiro volume máximo do Sistema Curema(Estevão Marinho)...Mãe D`Água(Egberto da Cunha)...Apos o Assoreamento de 27,05%(31,81% + 22,30% =  54,11% dividido por 2=27,05.)...Desta Batimetria executada pela ANA-Agência Nacional das Águas...Realizada entre Novembro e Dezembro de 2013.

 

Entretanto, a ANA-Agência Nacional das Águas em Janeiro de 2014...Depois de “Extrapolação Das Novas Curvas Cota X área e Cota X Volume”...Se “fundamentando em Araújo(2003)...Em levantamentos batimétricos realizados em outros reservatórios do semiárido, no estado do Ceará. No estudo o autor determinou perdas de volume por assoreamento que variam de 6,9% a 26,8% em reservatórios com tempos de operação variando de 46 a 94 anos, com uma redução média de 13,6%. “

(Vide Nota Técnica Conjunta denúmero 02|2014|SER|SUM –ANA)

(Documento número: 00000.001000|2014-31)

ANA – AGÊNCIA NACIONAL DAS ÁGUAS

BRASILIA-DF... Em, 14 de Janeiro de 2014

Sendo assim, o Sistema Curema-Mãe D’água...Ficou com 1.159.000.000(hum bilhão, cento e cinquenta e nove milhões de metros cúbicos de água)...Com uma variação para menos(-) de 199.000.000(cento e noventa e nove milhões de metros cúbicos de água)...Que corresponde em percentual de 14,7 %...Ficando   Curema 591.000.000m³(quinhentos e noventa e hum milhões de metros cúbicos de água)...Que corresponde a 51,1% do novo sistema Curema-Mãe D Água que é de1.159.000.000(hum bilhão, cento e cinquenta e nove milhões de metros cúbicos de água)...E a Barragem de Mãe D’água...Com 568.000.000m³(quinhentos e sessenta e oito milhões de metros cúbicos de água...Que corresponde a 48,9%...Deste já referido sistema Curema-Mãe D Água.

 

Acredita-se que com a “Extrapolação Das Novas Curvas Cota X área e Cota X Volume”...Do novo Sistema Curema-Mãe D’água...“fundamentando em Araújo(2003)...Em levantamentos batimétricos realizados em outros reservatórios do semiárido, no estado do Ceará. No estudo o autor determinou perdas de volume por assoreamento que variam de 6,9% a 26,8% em reservatórios com tempos de operação variando de 46 a 94 anos, com uma redução média de 13,6%”...Só veio subestimar, o ‘Estudo batimétrico...Do sistema Curema-Mãe D Água...Pois, usar  levantamentos batimétricos realizados em outros reservatórios do semiárido, no estado do Ceará...Como ‘Parâmetros’...Para “Estudos Batimétricos na Paraíba”...É querer comparar com mesma ‘Igualdade’, os ‘Desiguais’... Dentro de uma formação ‘Geomorfológica’(é um ramo da Geografia que estuda as formas da superfície terrestre, principalmente ‘Solos e Relevos’)...Entre os Estados da Paraíba com o Ceará.

 

Sabe-se que estamos (Ceará e Paraíba)...Dentro do Semi-árido do Nordeste do Brasil...No entanto, diferenciamos(Ceará e Paraíba) muito nesta “Questão Geomorfológica”...Onde o Estado do Ceará, possui uma predominância de ‘Relevo de Planície..., Obviamente, com ‘Solos” de “Caracterização Granular”(siltoso argiloso)...De baixo “Peso Especifico”(baixíssima densidade)...Portanto, uma “Grande Parte”...Desses Solos(siltoso argiloso) do Ceará...No seu período chuvoso...Ficar em suspensão nas Águas nas enchentes nas Bacias Hidrográficas do Estado do Ceará...Indo literalmente para o mar.

 

Enquanto no Estado da Paraíba, esse ‘Mecanismo Natural’, é “Diferente”... Pois, no Estado da Paraíba... Possui uma predominância de ‘Relevo de Planalto(Planalto da Borborema)...,Obviamente, com ‘Solos” de “Caracterização Granular”(de ‘Arenito’)... Relativamente(em comparação com os solos do Ceará)...De Alto “Peso Especifico”(densidade relativamente alta)...Portanto, uma “Grande Parte”...Desses Solos(‘Arenítico) da Paraíba...No seu período chuvoso...Se ‘Decanta”... Nas Águas das enchentes nas Bacias Hidrográficas do Estado do Estado da Paraíba...Indo literalmente para o Fundo dos seus Mananciais Hídricos...Que veio “Assorear”... O Sistema Curema-Mãe D’água...Entorno de 27,05%...Que de fato, após o “Extrapolação Das Novas Curvas Cota X área e Cota X Volume”...Do novo Sistema Curema-Mãe D’água...Ficou somente, com percentual de 14,7 %...Todavia, eis a questão!!!

 Diante disto, pergunta-se:

 

Por quê? A ANA – AGÊNCIA NACIONAL DAS ÁGUASnão usou como parâmetro... A “Batimetria do Açude Epitácio Pessoa, conhecido popularmente, como Boqueirão Cabaceiras, que teve um ‘Assoreamento” de 23,1%...Aonde seu volume  máximo original era de 536.000.000m³(quinhentos e  trinta e seis milhões de metros cúbicos de água)...E hoje(Março de 2015), o seu volume máximo, só é de 411.000.000m³(quatrocentos e onze milhões de metros cúbicos de água)...Para se fazer a “Extrapolação Das Novas Curvas Cota X área e Cota X Volume”...Do novo Sistema Curema-Mãe D’água...E não ter usado o índice de 14,7 %...Ter sido fundamentado em Araújo(2003)...Em levantamentos batimétricos realizados em outros reservatórios do semiárido, no estado do Ceará. No estudo o autor determinou perdas de volume por assoreamento que variam de 6,9% a 26,8% em reservatórios com tempos de operação variando de 46 a 94 anos, com uma redução média de 13,6%”...

Além dos pressupostos abordados acima... O pior que pode está acontecendo...

É sobre:

 

Na colocação dessa Régua Limnimetrica, referida postada abaixo...Resta saber "Se" os Técnicos da AESA e ANA...Consideraram a 'Cota237(cota de separação do Sistema Curema-Mãe D Água), como 'Cota de Parametrização do Açude de Curema?...

 

Caso contrário, 'Se ainda, estão usando a Cota 245(cota de soleira, do Sistema Curema-Mãe D Água)....Como a 'Cota de Parametrização do Açude de Curema?

'Se foi assim, ainda continua.

 

 A HIDROMETRIA... “ERRÔNEA DO AÇUDE DE CUREMA”...

 Partindo desses pressupostos abordados acima, alem da situação do 'Sistema Curema/Mãe D´Água...Em comparação entre Abril de 2014...E Abril de 2015... Curema...Se encontra com um Volume em 16/04/2014: 206,07 hm³ (34,83%)...Já Volume em 17/04/2015: 124,32 hm³ (21,01%...Situação em 2015: O volume do açude é 81,75 hm³ inferior ao mesmo período do ano anterior...

É bom ressaltar que mesmo assim, entretanto, esse volume de Curema em 17/04/2015: 124,32 hm³ (21,01%...Ainda não chegaram nem tão perto do  dia: 13.05.2014...Que na cota235,34...Se encontrava com o volume de 229.520.000m³(duzentos e vinte e nove milhões, quinhentos e vinte mil de metros cúbicos)...Com o percentual de 38,8%... Aonde vem mostrar um diferença de 105.200.000m³(cento e cinco milhões, duzentos mil de metros cúbicos de água)...

  

Enquanto na Barragem de Mãe D` Água...Em comparação entre Abril de 2014...E Abril de 2015...Se encontra com o volume em 16/04/2014: 164,70 hm³ (29,00%)...Volume em 17/04/2015: 130,11 hm³ (22,91%).

 

Situação em 2015: O volume do açude é 34,59 hm³ inferior ao mesmo período do ano anterior.  (Vide Procópio Lucena: “Sinal Vermelho: colapso d’água” - 

Enquanto na Barragem de Mãe D Água... Esse volume de Mãe D Água em Volume em 17/04/2015: 130,11 hm³ (22,91%...Ainda não chegaram nem tão perto do  dia: 13.05.2014...Que na cota234,94...Se encontrava com o volume de 174.670.000m³(cento e setenta quatro milhões, seiscentos e setenta  mil de metros cúbicos)...Com o percentual de 30,8%....Aonde vem mostrar um diferença de 44.560.000 m³(quarenta e quatro milhões, quinhentos e sessenta mil de metros cúbicos de água)...

RESUMO:

ACOMPANHAMENTO DO SISTEMA

(CUREMA- MÃE DÁGUA)

Entre 13.05.2014 a 17.04.2015

CUREMA:  Volume Máximo: 591.646.222 m³

(13.05.2014) – Cota:235,34; Volume: 229.520.000m³ - Percentual: 38,8%.

(17.04.2015)  ­- Cota:230,87; Volume: 124.329.000m³ - Percentual: 21.01%

(Diferença)                4,47m;                  105.200.000                           17.8%

MÃE DÁGUA:  Volume Máximo: 567.999.136 m³

(13.05.2014) – Cota:234,94; Volume: 174.670.000m³ - Percentual: 30,8%.

(17.04.2015)  ­- Cota:233,00; Volume: 130.110.000m³ - Percentual: 22.9%

(Diferença)               1,94m;                  44.560.000                                7.9%

Em síntese, a partir dos números abordados...E mitigados acima, aonde veio mostrar que o Açude de Curema,  entre Abril de 2014 até Janeiro de 2015...Perdeu 109.725.000m³(cento e nove milhões, setecentos e vinte e cinco mil de metros cúbicos de água). Vide gráfico abaixo:

 

Saindo do volume 226.729.000( 38,3%) –(para) 117.004.000( 19,7%)...E hoje(17.04.2015)...Só se encontra com somente com o volume de 124.329.000m³...Que corresponde a somente 21,01%...E o volume morto de Curema está abaixo da cota 223m...Que corresponde o volume de 37.185.865m³...Com o percentual de 6,3%...Pelo Andar da Carruagem, pelo visto acima, a perda mensal do açude de Curema ser de 17.500.000m³...Então, daqui a 5(cinco)meses, ou seja, em “Setembro de 2015”...O açude de Curema chegará ao seu Volume Morto...Que é de 37.185.865m³...

Então como explicar isto? Se a perda mensal do açude de Curema...Foi de 17.500.000m³...Entre Abril de 2014 até Janeiro de 2015... Basta multiplicar(x) 17.500.000m³ (x)5 = 124.680.000m³...Que obviamente, chegará ao volume de hoje(17.04.2015)...Que de 124.329.000m³...E ponto final.

Então em suma, a partir de Outubro de 2015...Depois que o Açude de Curema...Chegou a seu volume morto de 37.185.865m³...Ao meu vê, fica ‘Economicamente Inviável’, a explorá-lo...E até mesmo fica como ‘Reserva Estratégica’ para o abastecimento humano... E dessedentação animal... Para o município de Coremas... E os municípios circunvizinhos.

Todavia ao meu vê, só resta uma alternativa para o abastecimento humano... E dessedentação animal...Para os municípios...Além de Pombal, Paulista...Toda a Região das Espinharas... E do Vale do Sabugi...E como também, toda a Microrregião de Catolé do Rocha...E por não dizer, até mesmo a Cidade de Caicó/RN. Pois, se sabe que a Cidade de Caicó, possui uma adutora que é captada no Rio Piranhas, ou melhor, no Rio Piancó...Debaixo da Ponte no município da Cidade de Jardim de Piranhas/RN...Onde separa a Paraíba do Rio Grande do Norte...A Jusante de Curema-Mãe D’água...

Vai ser ainda o restante das Águas da Barragem de Mãe D’Água...Então, veja gráfico postado abaixo:

 

A Barragem de Mãe D Água, pelo visto, ostenta ainda hoje(17.04.2015)...O volume de 130.110.000m³...Com o percentual de 22.9%...Entretanto, sua perda entre Abril de 2014 até Janeiro de 2015...Foi de 63.620.000m³...E o seu volume( + ) morto ser de 7.238.326m³= 70.858.326M³...

Deve-se ressaltar, que considerando a vazão de 5m³ por segundo...Do Marco Regulatório  de Curema-Açu...No mês ser de 12.500.000m³...E  A Barragem de Mãe D Água......Resta ainda hoje(17.04.2015)...O volume de 130.110.000m³...

Entretanto, sua perda entre Abril de 2014 até Janeiro de 2015...Foi de 63.620.000m³...E o seu volume( + ) morto ser de 7.238.326m³= 70.858.326M³...

Então, 130.110.000m³(-)70.858.326m³= 59.251.674m³(dividido)por de 12.500.000m= 7,4(meses)...

Pelo visto, então, A Barragem de Mãe D Água...Dar para atender o Marco Regulatório  de Curema-Açu...Até Março de 2016...Entretanto, sem levar em consideração as “Vazões Difusas’...Através de Carros Pipas... Para todas as “Comunidades do  Sertão Paraibano”...Afora a Evaporação...Que no Semiárido Nordestino...É entorno de 2.500 milímetro ano...E ponto final.

P.S (PÓS ESCRITO 2):

 

Partindo do Princípio, o Açude Curema, que no seu volume máximo original que era de 720.000.000 m³ ( Setecentos e vinte milhões de metros cúbicos d`água)...  No entanto, o seu volume morto era 42.000.000 m³ (quarenta e dois milhões de metros cúbicos d`água)... Todavia, após batimetria da ANA-(AGENCIA NACIONAL DAS ÁGUAS)... O volume do açude Curema, reduziu para 591.646.222 m³ (Quinhentos de noventa e um milhões, seiscentos e quarenta e seis mil e duzentos e vinte e dois metros cúbicos d`água) que neste caso,  o volume morto somente reduziu  para 37.000.000 m³ (trinta e sete milhões de metros cúbicos d`água).

Entretanto, deve salientar que na cota 223 m o açude Curema apresentou um assoreamento de 46,5%... Como se explicar que o volume morto ficou em  37.000.000 m³ (trinta e sete milhões de metros cúbicos d`água)... Se o assoreamento foi de 46,5% de 42.000.000 m³ (quarenta e dois milhões de metros cúbicos d`água) = 19.530.000 m³ (Dezenove milhões e quinhentos e trinta mil de metros cúbicos d`água)...  Acredito o novo volume morto é de 19.530.000 m³ (Dezenove milhões e quinhentos e trinta mil de metros cúbicos d`água)...E não de 37.000.000 m³ (trinta e sete milhões de metros cúbicos d` água... Então, Eis a questão.

Ou então, como explicar?...Também, que a partir da Cota237m a 245 m... O Complexo Curema/Mãe D´Água...Retornam a se “Integrarem”...Ou seja...As Cotas, Áreas e Volumes...Voltam a serem as mesmas...Pois, em “Tese”... As Cotas, Áreas e Volumes...Passam a serem “Iguais”... Entretanto, pela Planilha da ANA - (AGENCIA NACIONAL DAS ÁGUAS)...Após Batimetria, “Diferem”. Como por exemplo, O Açude de Curema...Na Cota240m, possue um volume de 387.952.235m³...E  Mãe D´Água...Possuí um volume de somente, 338.274.817m³...Neste caso, passando a ter uma diferença de (387.952.235m - 338.274.817m³)= 49.677.418m³...

Em suma, "merece destacar em ‘Tese’ também, outras “Discrepâncias”...De Dados Técnicos da Caracterização Geral  do 'Sistema Curema/Mãe D´Água...Antes e Após Batimetria... Como Exemplos, na caracterização geral original...O Açude de Curema, possuía de Bacia Hidráulica,  de 5.950ha...Enquanto que Mãe D´Água, possuía  de 3.844ha.

 

Entretanto, após Batimetria...O Açude de Curema ficou com 5.453ha...Enquanto Mãe D´Água ficou com 5.361ha.

Sendo assim, com a “Extrapolação desta já referida Batimetria da Área Molhada...Para a Área Seca...E com ‘Equivoco de Metodologia’(vejo assim)...Certamente, veio “Maquiar”...Adulterando o ‘Resultado Final”...Deste “Estudo Batimétrico”...Sub-dimensionando o "Assoreamento...  Do Complexo Curema-Mãe D’água...Realizado pela  ANA... Entre Novembro e Dezembro de 2013"...

Então, Eis a Questão!!!   

Com a palavra a ANA - (AGENCIA NACIONAL DAS ÁGUAS).

P.S (PÓS ESCRITO 3):


TOMADA DA ÁGUA DO AÇUDE DE CUREMA...E ALGUMAS CONSIDERAÇÕES...

 

TOMADA DA ÁGUA DO AÇUDE DE CUREMA...E ALGUMAS CONSIDERAÇÕES...

Se o nível da água do Açude de Curema...Está na Cota230,60m...E que segundo levantamento de algumas 'Profundidades'...E que a profundidade entre a 'Torre... E a Parede do Açude'...Só mediu 3,90m...Esse 3.90m...É a profundidade...Até chegar a 'Base(Mesa) da 'Comporta da 'Tomada da Água"(Cota223) da Turbina Hidroelétrica do Açude de Curema...

 

E que se sabe que o Diâmetro das 2(duas) Tubulações(Unidades Geradoras) da Hidroelétrica de Curema...São de 2,20m...Então, 223m + 2,20m = 225.20m...Ou seja, a Cota da 'Base(Mesa) da 'Comporta da 'Tomada da Água"...É de 225.20m + 3.90m(profundidade entre a Torre... E a Parede do Açude) = 229,10m...

 

Então pelo visto, a Cota atual...É de 229.10m...E não, a Cota de 230.60m...Portanto, com uma diferença de 1,50m...Que corresponde a um volume aproximado de 23.000.000m³(vinte e três milhões de metros cúbicos de água).

 

Diante desses 'Pressupostos, vamos tecer algumas considerações...'Se a Engenharia Arquitetônica de uma barragem para geração de Energia(Hidroelétrica)...Neste caso, de Curema...A 'Tomada D` Água, que se encontra na Cota223...Possui um 'Perfil Inclinado'(oposto)...Em relação ao Perfil Inclinado...Deste Parede deste Açude de Curema...Até por que?...É um 'Perfil de Queda da D`Água...Para geração de Energia.

Para ilustrar esses pressupostos... Leiamos:

Sendo assim, ao meu vê,...Depois, tiramos as nossas devidas conclusões.

 

P.S (PÓS ESCRITO 4):


AÇUDE DE CUREMA...E O AFUNILAMENTO DO SEU VOLUME.

Se o Açude de Curema...Vem perdendo 1(hum) centímetro por dia...Com uma vazão de 1.20m³/s...Com uma vazão  de 2.40 m³/s...Certamente, perderá 2(dois) centímetro por dia.

 

Agora, entretanto, com aumento da demanda do Marco regulatório Curema/Açu...Passar para 5m³/s...Obviamente, o volume do Açude de Curema...perderá de 4 a 5 centímetro por dia...E que com essa perda paulatina diária, semanal, mensal...Indubitavelmente, o seu volume...Vai se ‘Afunilando’...Até entrar num colapso hídrico.

 

 

Do Escritor Pedro Severino de Sousa

                                                  Do Livro: Água a Essência da Vida.

João Pessoa(PB), 10 de Maio de 2015




 

Exibições: 418

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço