DESFEITO O NÓ

Pela areia caminhando
e o dia clareando,
os raios de sol derramando,
e o meu corpo acariciando.

Cada pegada marcando,
na areia se afundando
e as águas do mar, camuflando,
em ondas vão levando.

Meus pensamentos dominando,
e eu comigo me encontrando,
pensando e repensando,
minha vida clareando.

- Desmanchei o nó!
- Espanei o pó!
- Parei de ter dó!
- E me tornei eu...Só!

Amarilis Pazini Aires

Exibições: 51

Comentário de Sérgio Troncoso em 1 agosto 2010 às 16:38
Amarilis, das tres em sequencia, gostei mais dessa. Continue sem medo de ser feliz. Um abração com carinho, Sérgio.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço