DISPOSITIVO MIDIÁTICO LANÇA ORDEM UNIDA: "O POVO NÃO SABE VOTAR"

Arnaldo Jabor: "preparemo-nos para a guerra"

EDITORIAL Estadão, 21-09: "... sem o menor pudor Lula alimenta no eleitorado de baixa renda e pouca instrução - seu público-alvo prioritário - o sentimento difuso de que quem tem dinheiro e/ou estudo está do "outro lado", nas hostes inimigas. Mas a verdade é que o paladino dos desvalidos nutre hoje uma genuína ojeriza por uma, e apenas uma, categoria especial de elite: a intelectual, formada por pessoas que perdem tempo com leituras e que por isso se julgam no direito de avaliar criticamente o desempenho dos governantes. Por extensão, uma enorme ojeriza à imprensa...."

ARNALDO Jabor; 21-09: "...Lula não é um político - é um fenômeno religioso. De fé. Como as igrejas que caem, matam os fiéis e os que sobram continuam acreditando. Com um povo de analfabetos manipuláveis, Lula está criando uma igreja para o PT dirigir, emparedando instituições democráticas e poderes moderadores.(...)A única oposição que teremos é o da imprensa livre, que será o inimigo principal dos soviéticos ascendentes. O Brasil está evoluindo em marcha à ré! Só nos resta a praga: malditos sejais, ó mentirosos e embusteiros! Que a peste negra vos cubra de feridas, que vossas línguas mentirosas se transformem em cobras peçonhentas que se enrosquem em vossos pescoços, e vos devorem a alma. Os soviéticos que sobem já avisaram que revistas e jornais são o inimigo deles.Por isso, "si vis pacem, para bellum", colegas jornalistas. Se quisermos a paz, preparemo-nos para a guerra..."


CAETANO Veloso, 20-09: "É como se fosse assim uma população hipnotizada. As pessoas não estão pensando com liberdade e clareza..."

MERVAL Pereira, Globo, 21-09: " ... popularidade de Lula hoje lhe dá essa sensação de poder absoluto. Daí a desqualificar a grande imprensa e querer influenciar diretamente o eleitorado, sobretudo o das regiões mais pobres do país, através dos programas assistencialistas, e a tentativa de controle da mídia regional através de verbas de publicidade.[...] Para os que não se submetem a essa política, fica cada vez mais evidente que um eventual governo Dilma vai tentar aprovar no Congresso uma legislação especial que permita o controle dos meios de comunicação através dos mais diversos conselhos, o chamado controle social da mídia, a exemplo do que já acontece na Venezuela de Chávez e a Argentina dos Kirchner está tentando.A reação desmesurada da candidata oficial a uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo que mostrou problemas em sua gestão à frente de uma secretaria no governo do Rio Grande do Sul dá bem a medida de sua tolerância à livre circulação de notícias críticas.."
(carta maior)

Exibições: 32

Comentário de Nery da Silva Oliveira em 23 setembro 2010 às 18:03
É lamentável que nestes tempos hipermodernos ainda tenhamos que conviver com mentalidades tão atrasadas, que só espalham a desgraça, o mal estar, a maledicência. É muito triste, pois nos dão a impressão de que vivem uma verdadeira desgraça, infelicidade, frustração e magoa por seu fracasso pessoal, lançando farpas por todos os lados. São verdadeiros urubus. Estão sempre vendo carniça, são incapazes de ver o bem, de ver o lado bom das coisas, de perceber aquilo que 80% da população brasileira percebe, o que o mundo inteiro reconhece. Há que haver liberdade de imprensa e estamos certos que o povo saberá fazer a censura, com certeza perceberá as noticias tendenciosas e mal intecionadas e sem provas. Tanto é verdade que já podemos perceber que a mídia perdeu o seu valor como formadora de opinião. O que ela publica, o povo entende o contrário. Continuem assim até que percam totalmente a credibilidade, então não fará diferença nenhuma o que dizem.
Comentário de Manuel Lume em 24 setembro 2010 às 3:43
Eu morro de rir com esse desespero. O Lula está deixando eles loucos. E essa essa rebeldia do povo, que resolveu querer continuar com um governo que mostrou um futuro pra eles e ainda deixou o empresariado e a banca toda rindo de tanto ganhar dinheiro com tantos novos consumidores e correntistas e tomadores de empréstimos. No final, se pensarmos bem, o Lula não inventou nada, só seguiu as idéias do Celso Furtado. Não é?

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço