Ela passou o primeiro dia pondo os seus pertences em caixas, engradados e malas.
No segundo dia, os homens da mudança vieram e levaram suas coisas.
No terceiro dia, ela se sentou pela última vez à mesa da sala para um solitário jantar à luz de velas. Colocou uma música suave e festejou a sua separação com um quilo de camarões, um pote de caviar e uma garrafa de água mineral Perrier.
Quando terminou, ela foi a cada quarto da casa para depositar as cascas dos camarões meio comidos, misturadas com as sobras do caviar, no interior das hastes das cortinas.
Por fim, limpou a sala, a cozinha e saiu.
Quando o marido retornou com a nova namorada tudo estava um brinco. Mas, lentamente, a casa começou a cheirar mal.
Eles tentaram de tudo: limpar, esfregar e arejar os cômodos. Esconderijos foram verificados à procura de roedores mortos. Tapetes foram limpos a vapor. Purificadores de ar foram pendurados em todos os lugares. Exterminadores de pragas foram trazidos. E chegaram a substituir o caro tapete de lã. Nada funcionou.
As pessoas pararam de visitá-los. Homens chamados para reparos na casa se recusavam a trabalhar por lá. A empregada foi embora. E, não conseguindo aguentar mais o fedor, eles decidiram se mudar.
Um mês depois, apesar de já terem reduzido o preço à metade, não encontravam um comprador para a casa fedorenta. A notícia vazou e, para piorar a situação, até mesmo os corretores de imóveis se recusavam a retornar suas ligações.
Nisso, a ex-esposa ligou para o homem e perguntou-lhe como iam as coisas.
Ele disse que a casa estava à venda (sem lhe explicar bem o motivo). E ela disse que tinha interesse em comprá-la.
O preço acertado para a transação foi uma pechincha, mas ele aceitou para se livrar do imóvel mal-cheiroso.
E, com um empréstimo tomado num banco, completou o dinheiro necessário para comprar uma nova casa.
Uma semana depois, o homem e sua namorada estavam radiantes de alegria. Com a chegada da empresa de mudanças que levaria suas coisas para a nova casa, inclusive as hastes das cortinas.


Sweet Revenge, Miss Cellania. Tradução: PGCS

Exibições: 84

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço