Na semana passada, a realização aqui em Natal do 2º Seminário de Novos Gestores foi ofuscada pela realização do Carnatal – o carnaval de Natal fora de época. Quer dizer, não chamou tanta atenção quanto deveria. Ao menos no meu caso, que estava indo por lá toda noite, com exceção da quinta-feira de Carnatal.
Agora vejo, numa notícia que caiu na quarentena da minha caixa de entrada de e-mails, porque algumas mensagens sofrem triagem, que o presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, sentou a pua no governo federal e nos parlamentares pelas dificuldades que passam Suas Excelências nos municípios.

Como se trata de um tema atemporal vale trazê-lo aqui. Segundo Ziulkoski, os parlamentares federais deveriam defender muito mais os interesses coletivos dos municípios. Mas não demonstram isso, pelo contrário, muitas vezes acabam aprovando leis ou projetos que levam cada vez mais atribuições aos municípios.

Já a participação da União, especialmente em relação aos repasses financeiros e redistribuição da arrecadação na área da educação, ele provou por meio de gráficos e tabelas que cabem aos municípios muitas das atribuições que na verdade deveriam ser do governo federal.

Citou como exemplo o caso do Fundeb, que para Ziulkoski exige do prefeito um empenho financeiro superior àquele sob responsabilidade do governo federal. A propósito dessa questão, o blog lembra aqui, que muitos prefeitos terminam seus mandatos encrencados com o uso indevido de verbas do Fundeb.

Porém, Ziulkoski criticou também os prefeitos que insistem na prática de deslocar-se até Brasília em busca de emendas junto aos deputados federais ou senadores das bancadas de seus estados. Um erro, na opinião dele, e que custa caro. De fato, tem toda a razão.

Pois é, como se costuma criticar muito as gestões municipais, este blog, que é pluralista, não poderia deixar de abrir espaço para que este lado apresente suas queixas. Assim é a democracia.

O encontro teve como objetivo oferecer aos prefeitos eleitos – já que alguns vão assumir pela primeira vez o Executivo municipal - uma visão geral sobre como funciona a "engrenagem" da administração pública municipal.

Exibições: 50

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço