Investimentos em energia elétrica ultrapassarão R$ 3 bilhões até 2013

VIVIANE MAIA
Da Redação - ADV


Os investimentos em energia elétrica no Brasil continuam firmes. De acordo com a Empresa de Pesquisa Energética – EPE, os recursos voltados para novos projetos na área de transmissão de energia elétrica no Brasil ultrapassarão os R$ três bilhões até 2013, com a construção de 2,5 mil quilômetros de linhas e 22 subestações. Este panorama está previsto no Programa de Expansão de Transmissão – PET, estudo de planejamento elaborado, desenvolvido anualmente pela EPE, cujo ciclo 2009 – 2013 acaba de ser disponibilizado.

Segundo o estudo, a região Centro-Oeste, concentrará a maior parte dos investimentos, com um total de R$ 1.027 bilhão, seguida pelo Sudeste, com um montante de R$ 998 milhões. Os estados de Rondônia, Acre e Mato Grosso receberão R$ 1 bilhão nos próximos cinco anos, destinados ao reforço do sistema de transmissão de energia elétrica de parte das regiões Norte e Centro-Oeste. Esta ação busca garantir o fornecimento de eletricidade antes da entrada em operação das hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, localizadas no Rio Madeira, além de proporcionar o escoamento da energia gerada pelas primeiras máquinas das duas usinas.

Para a região Norte, o PET 2009-2013 prevê a implantação do segundo circuito Porto Velho - Abunã - Rio Branco, em 230 kV. De acordo com estudo, a conexão melhorará a confiabilidade do sistema naquela região, escoando parte da produção proveniente das usinas hidrelétricas do Rio Madeira. Os empreendimentos estão previstos para entrar em operação até 2011, com recursos totais de R$ 208,97 milhões.

O Plano de Expansão da Transmissão traz, também, para os próximos cinco anos, investimentos importantes para o estado de São Paulo. Um conjunto de cinco subestações utilizará R$ 442 milhões, até 2011, com o objetivo de eliminar a ocorrência de sobrecargas no sistema de transmissão, assim como aumentar a confiabilidade do fornecimento aos consumidores de diversas áreas do estado.

O Programa destaca o acréscimo de cinco linhas de transmissão e três subestações em Goiás; o reforço no sistema de transmissão para atendimento ao estado do Espírito Santo; as construções de três subestações em Minas Gerais, que, juntas, receberão R$ 245,11 milhões em investimentos; o reforço para o atendimento a três capitais do Nordeste – Fortaleza, Natal e Salvador – com investimentos de R$ 243,86 milhões em quatro novas subestações.

Segundo o Assessor de Comunicação e Imprensa da EPE, Oldon Machado, os projetos listados no PET serão viabilizados através de leilões públicos realizados pela Aneel, a serem realizados a partir deste ano. “O objetivo do investimento é aumentar a malha de transmissão de energia elétrica do país”, finaliza.

Exibições: 62

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço