È animadora a noticia dada pela Agência Brasil, que mostra os efeitos da Lei Seca na redução do número de acidentes nas rodovias federais do país. A fiscalização, aliada à punição vigorosa, vêm concorrendo para proporcionar números mais positivos, a ponto de diminuir o número de mortes em 6,2% nos cinco meses de vigência da lei, segundo a estatística do Departamento de Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Para se ter idéia, ainda de acordo com os dados da PRF, entre 20 de junho e 20 de novembro, foram feitas nada menos que 2.828 prisões por embriaguez ao volante e 2.486 autuações com o uso do bafômetro. No total, 5.314 motoristas foram autuados com base na lei 11.705.

Mesmo assim, é claro, o governo federal não pode fazer tudo sozinho para preservar vidas como diz na reportagem o assessor nacional da PRF, Alexandre Castilho. É preciso o apoio da sociedade a fim de inibir cada vez mais o uso do volante por quem está alcoolizado.

Aliás, seria importante que os governos estaduais fizessem sua parte, por intermédio da Polícia Rodoviária Estadual estendendo a fiscalização da lei às estradas vicinais entre os municípios, nas quais ainda é possível se trafegar sem os rigores da Lei Seca. Basta que os governos estaduais complementem a medida que já é realidade no âmbito federal.

Exibições: 53

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço