Victor Hugo (1802–1885) escreveu um poema cujos versos crescem progressivamente ("como uma bola de neve silábica") e, em seguida, decrescem pouco a pouco, descrevendo a passagem de uma tempestade de demônios.
É o poema "Les Djinns", de 1829.
Interessante que, no Brasil, o poeta Gonçalves Dias (1823–1864) usou semelhante técnica em seu poema "A Tempestade" (postagem deste blogue em 13/08/07).
Gonçalves Dias estreou literariamente em 1846, com a obra "Primeiros Cantos".

Exibições: 65

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço