Blog EntreMentes 

O necrológio de Douglas Legler, motorista de caminhão em Dakota do Sul, foi uma obra-prima da concisão.
Dizia simplesmente: Doug morreu.
Foi publicado em um jornal local, sob uma foto de Douglas, sorridente.
Ele era um sujeito bem-humorado, gostava de música country e, ocasionalmente, de frequentar um cassino. Deixou escrito com uma filha como exatamente queria que fosse o seu necrológio.

Jacó vai colocar um anúncio no jornal.
- Gostaria de colocar uma nota fúnebre sobre a morte da minha esposa, diz ao atendente.
- Pois não, quais são os dizeres?
- Sara morreu!
- Só isso? - espanta-se o rapaz.
- Sim, Jacó não quer gastar muito.
- Mas o preço minimo permite até 5 palavras.
- Então coloca: Sara morreu. Vendo Monza 94.

Arquivo morto
Necrológio do bom e não tão velho Dr. Fesmire

Exibições: 75

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço