Revirando minhas coisas achei uma poesia antiga que escrevi.
Um dia ainda vou ter tempo para voltar a escrever, de
preferência letra e música. Será talvez quando me aposentar
como professor rs.

Sonhos Brancos

Na rede colorida balanço
O ir e vir, e não canso
Adormeço sonhos brancos.

Fosse eu moço e belo
Vestido de amarelo
Teria eu um amor singelo?

Na rede colorida,
Penso nela, nem sei quem é!?
Todo saber tem hora
Tem alguma expectativa
E o amanhã da vida
É a graça desconhecida

Na rede colorida
Adormeço sonhos brandos
Dos mistérios desvendados

Exibições: 110

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço