Por que as mulheres chinesas não contraem câncer de mama ?



Leiam aqui. É assustador e nojento.
Nunca mais tomarei um gole de leite.
OK. Pode ser jogada, mas eu já sabia, pela medicina chinesa, dos mal que faz- eles dizem que traz umidade para o corpo, causando rinites, estas coisas, além de problemas digestivos.

Exibições: 1255

Comentário de elizabeth em 1 fevereiro 2009 às 1:38
não só peixe e não só genética. como diz o artigo, o leite já nem é mais leite. eu já sabia disso, via o pessoal da macrobiótica, que pode ser radical mas tem suas razões. calcio voce encontra em outras fontes, não só no leite.
Comentário de Liu Sai Yam em 1 fevereiro 2009 às 10:03
Banho de sol, sardinha em lata e caminhada, por exemplo.
Duas opções ótimas e uma cansativa. Tem a ver com captação de Vitamina D.
Quanto ao leite, não sei... Minha avó sempre fez leite de soja, em casa mesmo, fervia num panelão e depois coava usando pano de prato.
Realmente não tem muita história de cancer de mama entre chinesas. Pode ser que, como dizem alguns, chineses são letais a varios tipos de moléstias.
Comentário de Liu Sai Yam em 1 fevereiro 2009 às 10:09
Mas também agrotóxicos e conservantes artificiais podem ter alguma influencia, afora monóxido, metano, ciclamato, bromato... Socorro!
Comentário de Helô em 1 fevereiro 2009 às 23:50
Laura
Muito interessante o fato. Repassei imediatamente para minha irmã, que teve câncer de mama em 2007.
Beijos.
Comentário de Elianne Diz- Laura Diz em 2 fevereiro 2009 às 0:37
Amigos, é isso ai,vcs colaboraram com os comentários.
Obrigada, abs, Laura
Comentário de Graúna, ó xenti!!!! em 3 fevereiro 2009 às 4:29
Laura, A-DO-REI a mocó refestelada no puf!!!!

Pois é, o problema é que por conta do consumo do leite, imposto como suprema virtude nutricional, pelo nosso modelo de produção “gado leiteira”, temos como conseqüência cardápios quase que totalmente confeccionados à base de leite.

Agora que começam a ser denunciados os abusos que vêm sendo cometidos com o gado, para que se amplie a produção, fica a dificuldade de: COMO se mudam as receitas & os hábitos alimentares...

Infelizmente nossa cultura alimentar ainda passa pelo “café com leite”, não só ao nível político, mas também ao nível da mesa...

Mas, com certeza há soluções já apontadas pela tradicional culinária macrô, & naturista... só que são soluções que demandam conhecimento mais específico, e ainda não se cultivou esse tipo de hábito dentro da nossa cultura...

O pior que além dos problemas de toxidade mencionados por todos neste tópico; as carnes, não só as de origem bovina, mas em geral, também são consumidas com hormônios e antibióticos. Os peixes, se não são de alto mar, vêm contaminados por mercúrio (mas isso é um outro papo, bem complicadinho, também)...

E, ainda temos o problema com glúten, presente em uma gama imensa de alimentos, e que já vem sendo visto, tanto pela medicina tradicional como pela naturista, como alimento de grande risco para a saúde, pois igualmente ao leite, produz excesso de muco no organismo acarretando um grande número de enfermidades...

Com certeza a diminuição da ingesta desses alimentos representaria uma boa ação profilática para a saúde da população... muito se economizaria com gastos de farmácia & saúde pública.

Mas, um empenho da parte do Estado para que se mudasse o cardápio da produção de alimentos industriais, afetaria os interesses da indústria da doença, digo, hospitalar & farmacêutica. E quem peita isso???

Já, até, é possível encontrar no mercado uma boa quantidade de alimentos sem lactose & glúten, mas são vendidos a um preço muito alto, e não raro, só são encontrados em locais específicos, onde a maioria da população, desprovida de recursos, tem dificuldade de acessar...

Leite é só pro seu filhote: da vaca pro bezerrinho; cabra pro seu cabritinho, da mamãe gente pro seu bakurizinho... poxa, que peninha; aves não amamentam... snif

O jeito é levar lupa pro supermercado e ficar lendo, naquelas micras letra (que atentam aos poderes de Santa Luzia), o quê contêm os alimentos, e ir fazendo uma lixívia, pra não levar lixo pra casa...

Como aves comem alpiste, não temos esse tipo de problema, he, he...

Saudações gastronômicas a todos \O/


Comentário de Elianne Diz- Laura Diz em 3 fevereiro 2009 às 11:23
Graúna(ih! acho que não tem mais acento, tem?),
ulalá, vc fez um comentário e tanto. penso como vc, avis rara-
eu amava os desenhos do Henfil snif.
Há tantos interesses envolvidos... e os produtos mais puros são caros para todos nós. Ontem fiquei alguns preciosos minutos tentando achar um arroz integral por menos de sete reais- achei depois de já ter desistido.
Aqui em casa adoramos leite de soja, tb mto caro. Minha mãe, qdo eu era menina fazia em casa, como contou o Liu no comentário dele. Espremia no pano limpinho, lembro.
A questão da toxidade é terrível e alarmante, em Natal temos água contaminada com metal,acredita?
Leiam aqui:
http://www.nominuto.com/noticias/cidades/agua-de-natal-esta-contaminada-por-nitrato/3279/
Quem pode usa água mineral. Mas será que é de confiança? não sei... quem fiscaliza? os fiscais são confiáveis?
Putz! me sinto perdida. Como educar filhos em meio a tanta sacanagem? Difícil passar esperança qdo o que se vê apenas interesses. Onde a ética?
Mas é outra discussão.
Grauninha, muito obrigada pelo seu comentário. Eu não consigo desassociar, óbvio, vc do Henfil, vc foi sábio na escolha do pseudônimo. Eu sou apenas Laura. E ando com crise de identidade, vontade de assumir meu nome próprio.
Outro assunto.
Ando mto dispersa.
Abs para vc, para o Bode Orelana e Fradim, muitas saudades.
:)
Laura
Comentário de Graúna, ó xenti!!!! em 5 fevereiro 2009 às 5:13
Laura, de acentos esta ave, nadica entende, agora de ranguito, principalmente no viés alternativo, até que esta ave dá os seus pitacos, sim, he, he...

Acho que é pra cultivar o espírito alerta, SIM... num mundo onde tudo gira em torno do lucro, cabe a nós, a auto-gestão, o papel de “fiscalizarmos”, dentro do possível, o que vamos consumir... e não é tarefa fácil, nem muito menos, barata, rsss...

Apesar de que, o rango saudável, é o simples... então, dá pra fazer uma média, entre abdicar dos “adereços”, que nem sempre são saudáveis, porém costumam a ser + caros, e investir em produtos de melhor qualidade...

Quanto à água é um dilema... também tem o papo do excesso de flúor e otras cositas más...

Aqui, no ninho, alternamos 2 a 3 marcas de água mineral... pois se uma der chabú de contaminação, o consumo não foi integral... diminuímos os riscos...

Aliás, essa idéia de alternar marcas é muito boa... tudo que der pra não usar constantemente acaba sendo profilático...

Sobre o outro assunto:


Nomes??? Que serão???... Algo vazio... desprovido de conteúdo... sei lá...

O conteúdo, por sua vez, não precisa de nome para se manifestar... precisa de ícones que o façam representar...

OOOOPPSSS acho que a ave se enrolou...

FUIIIII!!!!

Saudações alternativas \O/

Helô

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço