Blog EntreMentes

Não havia animais junto à manjedoura em que Jesus nasceu. A presença deles na cena de nascimento de Jesus, como sugerem os presépios tradicionais, baseia-se apenas em mitos.
Quem declara isto é Joseph Ratzinger, no terceiro e último volume de "Jesus de Nazaré - As Narrativas da Infância", sua obra biográfica sobre Jesus.
No novo livro da série, ele explica que, ao contrário da crença popular e do que milhões de pessoas em todo o mundo costumam fazer, decorando suas casas para a Natividade com imagens de animais, o nascimento de Jesus não foi cercado por bois, cavalos, ovelhas e outros animais.
"Não há menção de animais nos Evangelhos", confirma o Papa Bento XVI.
Como ninguém vai mesmo desistir de pôr as imagens desses animais nos presépios, o próprio Vaticano vai continuar a incluí-las em suas cenas da Natividade.

www.christianpost.com

Exibições: 102

Comentário de Clailton Kitter Ferreira em 26 novembro 2012 às 21:19

 Boa Noite! Prezado Senhor

   Os animais é explicado dentro de concepções do gnosticismo. E especulo que nasceu nas doutrinas. E é positiva pois cria um animismo ou personificação em que os animais são parte - em sentimento profundo - duma criação holística e democrática. Não excludente. No hinduísmo preceitua que khrisna habita inclusive os animais. Não entro em discussão, mas na funcionalidade do símbolo que não vejo como correto desconstriir

Comentário de Clailton Kitter Ferreira em 27 novembro 2012 às 1:22

Bom dia!  Prezado Senhor

    Concordo com o senhor por vários pontos de vista. Ao desconstruir uma simbologia já no imaginário popular se desconstrói um sentimento. Eu vejo com o atual Papa Bento XVI não apresenta uma erudição elevada. Pois meditaria antes e não um debate ou intenso deselegante, como se referiste.

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço