Temos enfatizado, com freqüência, que é extremamente importante a presença do povo nas decisões administrativas e governamentais...temos enfatizado a deficiência de algumas regiões do nosso estado, do Rio Grande do Norte, notadamente a região agreste e litoral sul, onde acompanhamos mais de perto as ações políticas...


Mas, em relação às inúmeras reflexões que fazemos sobre política e espiritualidade observamos que esta região ainda precisa muito avançar...pois ela ainda caminha voltada basicamente às estruturas materiais...poucos percebem que este mundo não é destino final...é uma ponte...que estamos aqui de passagem e precisamos urgentemente deixarmos de ser periféricos, precisamos buscar cada vez mais o nosso interior...necessitamos caminhar mais na horizontalidade...deixando de lado o orgulho, que se comporta como uma catarata, embaçando frequentemente a nossa visão...deixando de lado o egoísmo, que faz com que nos comportemos com uma paixão desenfreada sobre nós próprios...deixando de lado a vaidade...
Precisamos aprender a servir, enxergando mais além do nosso nariz...no sentido de termos uma sociedade mais fraterna e mais justa...mais amorosa...
Quando Jesus lavou os pés dos apóstolos ele quis deixar uma lição...não somente para os apóstolos, mas para todos aqueles que iriam passar por este mundo...e podemos questionar: será que o Mestre lavou os pés dos apóstolos porque eles não estavam dispostos a lavar os pés uns dos outros? Qual lição podemos tirar daquela parábola na qual o Mestre faz o serviço, com doçura, com ternura, que os seus irmãos não desejavam fazer uns com os outros? Mas Jesus disse, claramente, que “Um servo não é maior do que o seu senhor; nem aquele que é enviado é maior do que aquele que o envia...e vós vistes o caminho do serviço pela minha vida entre vós, e abençoados sois vós que tereis a coragem graciosa de servir. Mas porque sois tão lentos para aprender que o segredo da grandeza no Reino espiritual não é como os métodos do poder no mundo material?” Com esta atitude o Mestre mostrou a importância de servir, de amar...e é esta a regra nos ambientes mais evoluídos do Cosmo...
Mas estamos em Tibau do Sul...no litoral sul e agreste do RN....região ainda de muitos vícios, de pouca preocupação dos ditos “políticos”com os avanços necessários da sociedade...e precisamos fazer as nossas reflexões e mudarmos este quadro...precisamos renovar os políticos desta região...teremos que ter, daqui prá frente, gente comprometida com o povo, com as necessidades evolucionistas e educacionais de cada um...e o povo vai precisar escolher, neste ano de eleições, deputados estaduais e federais, senadores, governador, presidente...que realmente estejam comprometidos para fazerem continuamente as mudanças...o povo deve reprovar todos aqueles que usam a política como trampolim...de “se dar bem” na vida, como se este “se dar bem”, como é praticado, não seja uma cretinice...de quem não visualiza novos cenários...
Pessoal, precisamos mudar a postura...necessitamos urgentemente buscar ter para viver e não viver para ter...aprender a servir, a amar a todos...a buscar o verdadeiro sentido da fraternidade...
A cegueira ainda é uma constante nesta região, com algumas exceções...estamos num ano eleitoral e todo um envolvimento da sociedade deve ser posto para que novos horizontes sejam visualizados...precisamos, na região, de um programa de gestão que efetivamente funcione...as pessoas, administrativamente, atropelam processos. Não respeitam as outras...o atraso político e moral ainda é grande...
Em Pipa, em Tibau do Sul(sede) já encontramos gente de todos os continentes e isto é extraordinário, porque todos nós somos cidadãos planetários, ou melhor cidadãos cósmicos...não devemos mais ter bairrismos de desejarmos que esta ou aquela região seja melhor que outra...porque nós ali nascemos e etc....deste município de Tibau do Sul, desta região agreste do RN, exemplos irão partir, para que todos os povos aprendam a conviver na harmonia, no respeito mútuo, com cidadania...com educação...e, politicamente, buscar a compreensão da política como arte...de promover os avanços sociais...e o bem desta sociedade...
Nós não vamos mais permitir retrocessos...todos os esforços serão feitos para que este povo efetivamente avance...e este avanço depende da gestão pública...que precisa ser eficiente...os atrasos oriundos de políticas e políticos viciados, oriundos da ditadura precisam ser veementemente combatidos, para que esta região progrida e com ela o seu povo possa desfrutar de melhores condições de vida...precisamos varrer desta região, nesta era Lula, com o apoio do povo, o atraso...
E lembrem-se, amigos leitores, voto não preço, mas conseqüências...

Carlos Gomes

Exibições: 109

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço