ESTADO MÍNIMO – MÍDIA FORTE
Não é à toa que os meios de comunicação (leia-se Organizações Globo) defendem tão intransigentemente a redução da presença do Estado.
Foi preciso uma tragédia de proporções ainda incalculáveis para que se tornasse público um ato de hipocrisia do sistema Globo de informação e dos governantes do Rio de Janeiro.
Agora entendo por que o Jornal Bom-Dia Brasil deu ênfase à fala do governador Sérgio Cabral criticando “governos anteriores, populistas, que permitiram construções nas encostas”.
É que o ex-governador Garotinho, em seu blog, denunciou que “em outubro do ano passado, o governador Sérgio Cabral desviou R$ 24 milhões do Fundo Estadual de Conservação do Meio Ambiente (FECAM), para a contenção de encostas e obras de drenagem e deu para a Fundação Roberto Marinho”.
No mesmo blog do ex-governador pode-se ler que a doação foi feita para a construção do “Museu do Amanhã” no Cais do Porto do Rio de Janeiro. E que o prefeito Eduardo Paes – além da área – doou R$ 106 milhões para a mesma obra.
ÁREA E DINHEIRO PÚBLICO
A Fundação Roberto Marinho recebe a área, o dinheiro público, e ainda vai buscar mais recursos na iniciativa privada – alguns banqueiros certamente – e depois transfere para o sistema Globo todas as glórias da iniciativa, continuando a faturar. E não paga impostos.
Mas ao primeiro sinal de deficiência dos órgãos públicos devido aos 47 anos de liberalismo, abre manchete dizendo “ESTADO NÃO TEM SISTEMA DE ALERTA CONTRA CATÁSTROFES”
Aliás a “Fundação” que não paga impostos porque é filantrópica (sic) há muito “vende” espaços na televisão usando projetos alheios. Um exemplo é a utilização de um hotel inacabado que o governador Leonel Brizola desapropriou, equipou, e entregou à comunidade do Pavão/Pavãozinho, juntamente com o primeiro “elevador de favela” – o Plano Inclinado.
Sempre que pode a TV Globo mostra o trabalho de alguma ONG ali instalada como se o espaço pertencesse ao Criança Esperança.
ESTADO AUSENTE
É isso que eles querem. Um Estado ausente o suficiente, para não fiscalizar e punir esse abuso do dinheiro público.
E O QUE É PIOR: SEM PAGAR IMPOSTOS
M. Pacheco

Exibições: 42

Comentário de CLAUDIO DOS SANTOS em 14 janeiro 2011 às 23:10
O Dep. Chico de Alencar ou Marcelo Freixo poderia entrar com uma açao investigatoria urgentissimo, devido a gravidade do fato, se comprovado? e o RJ mudaria de Prefeito e Governador!!!! e seria otimo para os cariocas, desde que nao vota-se em ninguem do PSDB/DEM/PPS/PP/PTB/PV e etc pois sao sacos da mesma farinha podre!!!!

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço