"UM TIME SHOW DE BOLA". QUANDO O JOGO REQUER A LIBERTAÇÃO DE UMA CIDADE LUZ

Os capitalistas Tico e Teco voltaram a conversar sobre o mundo contemporâneo, acompanhados pela diarista Aparecida e pela filha Bytes, no dia 30 de novembro de 2013, no Dia de Santo André.

Tico: No dia de hoje foi criado o Estatuto da Terra pela ditadura militar no Brasil. Ele foi editado praticamente oito meses depois do golpe de Estado em 1964 que interrompeu o processo de radicalização no campo. As lutas camponesas no Brasil começaram a se organizar desde a década de 1950, com o surgimento de organizações e ligas camponesas, de sindicatos rurais e com atuação no campo da Igreja Católica e do Partido Comunista Brasileiro. Nos anos 60 a luta se tornou mais consistente levando os latifundiários a temerem uma reforma agrária como foi feita no México e Bolívia ou de uma Revolução Cubana. Com o Estatuto da Terra, os militares liderados pelo marechal Castello Branco quiseram demonstrar para a opinião pública que a "revolução" mudaria a estrutura agrária do País, ainda feudal, mas de forma segura. As metas prioritárias estabelecidas pelo regime militar foram duas: a execução de uma reforma agrária e o desenvolvimento da agricultura. Há 49 anos.

Teco: No dia de hoje começou a Guerra do Inverno entre a extinta União Soviética e a vizinha Finlândia. O ataque foi três meses após o início da Segunda Guerra Mundial, o que levou Moscou a ser expulsa da Liga das Nações, a ONU daquele tempo. Stalin tinha esperado conquistar todo o país até ao final de 1939, mas a resistência finlandesa frustrou as forças soviéticas, que eram em maior número: 3 contra 1. O Tratado de paz foi assinado no ano seguinte, sem ter havido vitoriosos, mas a Finlândia foi obrigada a ceder 10% do seu território aos soviéticos, além de 20% de sua capacidade industrial. A Guerra do Inverno começou há 74 anos.

Bytes: Hoje é Dia de Santo André, padroeiro da Grécia, Rússia, Ucrânia, Escócia, Sicília e do Patriarcado de Constaninopla. Na Igreja Ortodoxa é conhecido como Protocletos que, em grego quer dizer "o primeiro a ser chamado". Foi assim que seguiu o Messias após ser discípulo de João Batista e o que o apresentou a ser irmão, escolhido para ser o líder da Igreja de Cristo. A pregação começou na Trácia sendo fundador do patriarcado de Constantinopla, mas sua atuação é reconhecido também no mar Negro e no mar Cáspio. Sofreu perseguição de Egéas, governador do Império Romano, que perguntou: “És tu aquele André que derruba os templos de nossos deuses e mete tolices na cabeça dos simples, para que abracem essa religião supersticiosa, contra a qual os Imperadores deram ordens as mais severas?” No martírio, foi pregado na cruz, cuja tradição afirma que foi feita em forma de "X". Antes de morrer, proferiu as seguintes palavras: “Salve, santa cruz, tão amada e desejada! Tira-me do meio dos homens e entrega-me ao meu Mestre e Senhor, para que eu de ti receba o que por ti me salvou”. O destino de suas relíquias varia de acordo com as diversas tradições de sua lenda; seus ossos, inicialmente em Patras, cidade da qual Santo André é o patrono, teriam sido levados para Constantinopla, por decreto imperial, onde foram exibidas num triunfo magnífico em 3 de março de 357, quando chegaram à capital do Império Romano do Oriente, até seu lugar de repouso final, na Igreja dos Apóstolos, em Roma.

Aparecida: E como pensa o governo dos Estados Unidos?

Bytes: Deu no jornal "O Globo" de 29 de novembro de 1963, cuja manchete "Nada foi provado ainda sôbre ligações de Ruby com Oswald": "O chefe de polícia de Dallas desmentiu a afirmação de um jornal local, segundo a qual Lee Harvey Oswald, o suposto assassino de Kennedy, havia morado com o seu matador, Jack Ruby, há algum tempo. O ´Dallas News´ disseram também que a polícia possui elementos que provam isso". E mais: "Foram concluídos hoje os inquéritos policial e militar que apuraram o conflito do dia 7 de outubro em Ipatinga, no qual soldados da Polícia Militar mataram oito e feriram mais de 50 operários da Usiminas. O inquérito militar apontou como responsáveis pelo conflito todos os soldados de destacamento de Ipatinga, além de dois sargentos e três cabos". E mais: "O relatório do inquérito policial-militar para apurar o caso de apreensão de armas em Jacarepaguá não conclui nem sugere que o armamento se destinasse a atentado contra o presidente da República. Apenas consignou o documento três possibilidades; a) que as armas fôssem destinadas a combater guerrilheiros em treinamento secreto na região; b) estivessem com depósito previamente instalado como parte de um movimento armado; c) ali estivessem para uma ação sôbre o Sítio Capim Melado, contra o presidente da República. O ministro da Guerra, como se vê, preferiu dar ênfase à última hipótese".

Aparecida: Deu no jornal "O Globo" de 29 de novembro de 2013, 50 anos depois: "Dança dos partidos. Procurador cobra mandato de 14 deputados infiéis. Ação no TSE atinge parlamentares que trocaram de legenda. Congresso promulga emenda que acaba com voto secreto para cassar integrantes do Legislativo; votação aberta já poderá ser usada em processos contra mensaleiros". E mais: "STF busca vaga para Jefferson em prisão. O ministro Joaquim Barbosa determinou a procura de uma vaga, no sistema penitenciário do Rio, para o delator do mensalão, Roberto Jefferson. Ele deverá cumprir pena em Bangu ou Magé". E mais: "Resultado fiscal. Superávit tem pior outubro em nove anos. Com um rombo de R$ 2,7 bilhões da Previdência, o governo registrou superávit fiscal de R$ 5,4 bilhões em outubro, o pior para o mês desde 2004. No acumulado deste ano, a queda do resultado fiscal chega a 48,2% em relação ao mesmo período de 2012". E mais:"Leilão de gás. Só 30% de blocos são arrematados. O leilão da ANP para exploração de gás em terra teve apenas 30% dos 240 blocos arrematados. E, das 72 áreas licitadas, a Petrobras ficou com 49".

Bytes: Na quarta-feira o jornal "O Globo" publicou o artigo do antropólogo Roberto DaMatta intitulado "JFK não existiu": "O Brasil é assim: a história é reescrita de dez em dez anos (como dizia Ivan Lessa); as pessoas viram pelo avesso (quem foi censurado tem agora belos motivos para censurar) e eventos e figuras históricas simplesmente não existiram. De um lado são tidos como heróis indisputáveis; do outro, são tidos como bandidos e reacionários. O crime desaparece com o julgamento do mesmo modo que as nuances de uma vida são reduzidas a duas ou três circunstâncias. As mentiras repetidas, conforme sabiam os nazistas, canibalizam os fatos e tornam-se verdades. No Brasil do PT ficamos habituados ao tudo contra o governo ser uma conspiração, e tudo a favor, revolução. Temos, como escrevi em “Carnavais, malandros e heróis”, uma ética múltipla aplicada de acordo com a pessoa e o contexto, de modo que todos os fatos são duvidosos. Estamos mais perto de George Orwell do que imaginamos: quem controla o presente controla o passado. O que li sobre os 50 anos da morte de JFK inspira-me. Eis um homem multifacetado e contraditório, mas preso a um papel exclusivo: o de presidente da República. Um papel que fecha biografias e, mesmo nos Estados Unidos, hierarquiza o seu ocupante como o número 1, concedendo-lhe um tratamento aristocrático. Ademais, JKF foi um presidente muito jovem e por isso muito testado pelos soviéticos na crise cubana. Era um homem muito elegante e rico, um mulherengo freguês do proto-harém de Frank Sinatra e — eis um ponto crucial — ele teve morte súbita. Foi tirado da vida num papel capital por um louco que a ele se ligou pelo poder dos fracos. Num sentido preciso, JFK foi a primeira vitima da guerra que ele próprio alimentou: a Guerra Fria".

Aparecida: O Obama será acusado de ter realimentado a Guerra Fria como o seu colega democrata?

Bytes: Não creio. O "remake" da Guerra Fria começou em 2005 durante a celebração do 60º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial em Moscou. Naquele tempo o então presidente dos Estados Unidos George W. Bush disse que Washington nunca deveria ter permitido que países vencidos pudessem ficar sob o domínio soviético porque a ocupação passou dos nazistas para os comunistas. Já Putin disse que o maior erro geopolítico do século XX havia sido o fim da União Soviética porque antes havia um mundo bipolar que garantia a soberania das nações.

Aparecida: Por falar em Guerra Fria, Bruxelas protestou contra a ingerência de Moscou na desistência da Ucrânia em assinatura logo a adesão à União Europeia. Hoje a polícia entrou em confronto com manifestantes, a maioria jovens universitários, que desejavam fazer parte do projeto europeu. Alguns jornais afirmaram, no entanto, que Kiev assinou um acordo no qual o espaço aéreo ucraniano passa a pertencer a Bruxelas. O que você acha?

Bytes: Pode ter sido um recado a Moscou na linha "meu passado me condena". A realidade é que o encontro de cúpula da Associação Oriental em Vilnius, um projeto alemão, trouxe à tona a discussão sobre a influência da Rússia e da China no Leste Europeu, além de discussões sobre fonteiras e militarização do mar Negro. O presidente romeno, Traian Basescu, não esconde a sua intenção em unificar o país com a Moldávia, recuperando o território dos tempos medievais após acordo com Washington para a instalação de uma base militar estadunidense em seu território. Lá será sediado um escudo antimíssil que a Rússia afirma ser voltada para Moscou. No encontro oriental, Basescu disse que são os três objetivos de Bucareste: Aderir à União Europeia, à Otan e unificar as duas nações. Já a Moldávia afirmou que não aceita esta união e que sua intenção é apenas fazer parte do bloco político e econômico europeu. Mesmo com pressão de Moscou, Chisinau assinou o acordo com Bruxelas.

Aparecida: Qual é o resultado econômico deste jogo?

Bytes: Antes da reunião, autoridades chinesas estiveram em Bucareste, na Romênia, com promessas de investimento muito mais claras do que os europeus. A percepção de muitos políticos é de que a Europa está quebrada, apesar das notícias contrárias divulgadas pela imprensa, e que Pequim tem muito mais a oferecer de "concreto". A própria Romênia rachou com posições conflitantes no Parlamento.

Aparecida: E o que gerará desta confusão geopolítica?

Bytes: Entre os dois caminhos, o governo separatista da Transnídia, situado a leste do rio Danastro que tem várias denominações por ter como nascente a Ucrânia. A região tem em sua geografia a antiguidade. Dácia era o nome dado à região habitada pelos dácios, um ramo dos trácios que vivia a norte dos Bálcãs. A cadeia de montanhas dos Cárpatos localizava-se bem no meio da Dácia. Correspondia aos países atuais da Romênia e Moldávia, bem como partes menores da Ucrânia, Sérvia, Hungria e Bulgária.

Aparecida: Por falar em Bulgária, o país vai completar em fevereiro a instalação de uma cerca de arame farpado ao longo de 33 km da fronteira com a Turquia, para limitar o fluxo de imigrantes ilegais, informou o ministro da Defesa búlgaro, Angel Naydenov. A cerca, de três metros de altura, está sendo instalada na zona de floresta montanhosa, de difícil patrulhamento por guardas de fronteira. Nos últimos meses, na Bulgária tem sido registrado um afluxo significativo de refugiados e imigrantes ilegais. Desde o início do ano, mais de 11 mil pessoas cruzaram ilegalmente a fronteira búlgara. Mais de 10 mil deles chegaram ao país provenientes da Turquia. Há relatos de refugiados sírios procurarem utilizar essa rota para chegar aos países da União Europeia. O que você acha?

Bytes: Hoje milhares de seguidores do partido neonazista Aurora Dourada saíram às ruas de Atenas para protestar contra a prisão de um de seus lideres em frente à sede do Parlamento (acima). Para alguns analistas, o Aurora Dourada virou uma verdadeira religião na Grécia.

Aparecida: Por falar em religião, a imprensa turca publicou que um mosteiro em ruínas do século V em Istambul será reformado para ser convertido numa mesquita, notícia que coincide com os rumores de que o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan decidiu transformar a Basílica de Santa Sofia, que se transformou num museu, num local de culto muçulmano. O mosteiro de Studion, considerado pelos historiadores o mais importante de Constantinopla, foi fundado no ano 462 em homenagem a São João Batista. Depois que o Império Otomano conquistou a atual Istambul, em 1453, o templo foi convertido em mesquita, para cair no abandono pouco tempo mais tarde, principalmente depois de vários tremores de terra. Segundo o jornal de língua inglesa Hurriyet Daily News, a reforma da antiga construção bizantina começará no próximo ano. O que você acha?

Bytes: O que podemos dizer é que Erdogan voltou a criticar o Egito que teve um golpe militar no início do ano que derrubou o presidente constitucional Mohamed Mursi. "Não deixaremos de dizer o que é justo, nem de apoiar o povo egípcio só porque o governo que tomou o poder por um golpe de Estado no Egito se vê contrariado", declarou Erdogan em seu discurso semanal diante dos deputados de seu Partido da Justiça e Desenvolvimento. "Não seremos espectadores silenciosos", acrescentou. Segundo Erdogan, Ancara apoia a luta pela democracia no mundo. "Nós nunca respeitamos os que não respeitam os direitos soberanos do povo", explicou o premier turco.

Aparecida: Por falar em soberania, o que você acha da disputa nas ilhas do mar do Leste da China? No fim de semana passada Pequim publicou as coordenadas de uma nova Zona de Identificação da Defesa Aérea da área, alertando que tomaria "medidas emergenciais defensivas" contra aeronaves que não se identificarem corretamente. Esta semana, Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul desafiaram a decisão chinesa e sobrevoaram o local sem pedir autorização a Pequim.

Bytes: Washington alegará que a região da Ásia-Pacífico é "estratégica", assim como o acordo assinado com Tóquio de ser aliado no caso da disputa das ilhas com grande potencial de hidrocarbonetos. Os especialistas estão preocupados. "Se os Estados Unidos conduzirem mais dois ou três voos desse tipo, a China será forçada a responder. Se a China só puder responder verbalmente será humilhante", disse Sun Zhe, professor do Centro de Relações EUA-China, da Universidade Tsinghua, em Pequim. "O conceito do tigre de papel é muito importante. Todos os lados encaram isso", acrescentou. O ministério chinês da Defesa disse ter monitorado todo o progresso dos aviões bombardeiros dos Estados unidos. Já um porta-voz do Pentágono disse que os aviões nem foram observados nem foram contatados pelos chineses.

Aparecida: Por falar em estratégica, o que você acha da política do governo petista em relação ao petróleo?

Bytes: Muitos afirmam que a Petrobrás que arrematou vários campos no leilão da ANP terá o destino da petroleira privada de Eike Batista. Já os socialistas de esquerda dizem que a estatal nunca deveria abrir o seu capital em Bolsa dentro da política neoliberal de FHC.

Aparecida: Ah, entendi! revelou o apóstolo João, o "discípulo amado", sobre as igrejas. "Escreve ao anjo da igreja de Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro. Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos. E sofreste, e tens paciência; e trabalhaste pelo meu nome, e não te cansaste. Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres. Tens, porém, isto: que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus".

Tico: No dia de hoje as tropas francesas, comandadas pelo general Jean-Andoche Junot, ocuparam Lisboa enquanto o imperador português D. João VI fugia para o Brasil. O plano de Napoleâo Bonaparte em dominar Portugal era impor o Bloqueio Continental a toda a Europa a fim de derrotar o Reino Unido. Com a derrota na Batalha de Trafalgar, o imperador francês perdeu o controle do Atlântico, o que tornou impossível a invasão francesa das Ilhas Britânicas. O Bloqueio Continental consistiu em impedir o acesso dos navios do Reino Unido a portos dos países então submetidos ao domínio do Império Francês. Com o decreto de Berlim procurava-se isolar e asfixiar economicamente o Reino Unido, impedindo as suas relações comerciais com os principais consumidores da sua produção industrial. O general Junot entrou na capital portuguesa no dia 30 de novembro pela manhã, sem ver os navios que transportavam a familia real para o Brasil. Após a ocupação, ele publicou uma proclamação em que se declarava protetor do Reino português contra os ingleses. Há 206 anos.

Teco: No dia de hoje o Iêmen do Sul se tornou independente do Império Britânico. Em 22 de Maio de 1990 foi criada a República do Iêmen, resultando da unificação entre a República Árabe do Iêmen, a do norte, e a República Democrática do Iêmen, a do sul. A primeira se tornou independente do Império Otomano, em 1918, logo após o fim da Primeira Guerra Mundial. Já o sul alcançou a independência de Londres quase 50 anos depois. País árabe que ocupa a extremidade sudoeste da Península da Arábia, ele é limitado a norte pela Arábia Saudita, a leste por Omã, a sul pelo mar da Arábia e pelo golfo de Áden. Do outro lado se estende a costa da Somália e a oeste pelo estreito de Bab el Mandeb, que o separa de Djibouti, e pelo mar Vermelho, que faz uma ligação à Eritreia. Há 46 anos.

Bytes: Ontem completaram 66 anos da partilha da Palestina por decisão da ONU. Por 33 votos a favor, 13 contra e 10 abstenções, a sessão foi presidida pelo brasileiro Oswaldo Aranha que, no final, disse que a decisão histórica representava a esperança para  “contribuições memoráveis para o ajuste pacífico e construtivo dos problemas mundiais”. Em Jerusalém, milhares de pessoas juntaram-se diante do Muro das Lamentações para rezar a fim de que a assembléia da ONU aprovasse o plano da partilha. Mas os líderes árabes lançaram um apelo para que seus partidários estejam preparados para a luta. O príncipe Feisal, da Arábia Saudita, pronunciou-se contra essa partilha acrescentando que seu país não se considerava obrigado a aceitar os termos da decisão. 

Aparecida: E como pensa o governo dos Estados Unidos?

Bytes: Deu no jornal "O Globo" de 27 de novembro de 1963, cuja manchete foi "Johnson levará avante a Aliança para o Progresso": "O nôvo presidente entrevistou-se com os chefes das delegações latino-americanas aos funerais de Kennedy na mesma sala da Casa Branca em que a Aliança foi lançada há três anos. A viúva Kennedy estêve presente à reunião. Lyndon Johnson conferenciou também com os dirigentes ocidentais e o Vice-Primeiro-Ministro soviético". E mais: "O Ministro da Guerra, General Jair Dantas Ribeiro, afirmou que a página negra escrita pelo levante comunista de 35 não deve ser suprimida; ficará como exemplo, para demonstrar que nenhum regime antidemocrático será implantado no Brasil". E mais: "O Brasil está cansado de posições dúbias. Em entrevista a O GLOBO, a vereadora paulistana Dulce Salles Cunha Braga comenta os resultados das recentes eleições municipais em São Paulo, critica a dubiedade do Presidente da República e o caráter demagógico de suas reformas, preconiza campanhas cívicas de politização, condena o comodismo e diz acreditar que o Governador Carlos Lacerda tem mais chance de vitória que o Governador Adhemar de Barros".

Aparecida: Deu no jornal "O Globo" de 27 de novembro de 2013, 50 anos depois: "Caso Siemens. Tucanos denunciam que documentos foram forjados. Versão em português inclui acusações ao PSDB que não estão no original. Ministro da Justiça diz que o documento que enviou à PF era maior que o exibido pelo PSDB". E mais: "Impasse sobre o reajuste. Petrobrás cai 6% após fala de Mantega. As declarações do ministro Guido Mantega contra a proposta da Petrobras de reajuste automático da gasolina derrubaram as ações da estatal. Elas caíram mais de 6%, a maior queda desde 2012". E mais: "Crescimento em 2012. Dilma antecipa revisão do PIB. Embora o IBGE só vá divulgar o dado dia 3, Dilma disse que o PIB de 2012 deve ser revisado de 0,9% para 1,5%. O Planalto afirmou que ela se baseou em estudos da Fazenda".

Bytes: A jornalista Míriam Leitão escreveu a respeito do aumento de juros para controlar a inflação no artigo intitulado "Dois dígitos": "O Banco Central subiu os juros, e a taxa voltou a dois dígitos depois de quase dois anos. Pelo comunicado, deu a entender que o ciclo de alta ainda não terminou. O BC enfrenta o dilema de combater a inflação ao mesmo tempo em que a economia continua fraca. Os juros vão encarecer o crédito para consumo e investimentos. O melhor caminho seria combinar o aumento da Selic com corte de gastos. Mas a estratégia do governo tem sido outra. Aumentar o gasto, principalmente via desonerações, para reativar a economia".

Aparecida: O que você achou das vendas do "Black Friday?" A revista estadunidense "Forbes" criticou alertando para as fraudes. O seu Carlos já tinha criticado a publicidade da "Ricardo Eletro" em Nova York dizendo que "este empresário vai ainda chorar pela petulância, como o Eike Batista" .

Bytes: A pior coisa para os socialistas é a liberdade de mercado. Se comprou é porque tem crédito. Se houve propaganda enganosa, vai ao Procom. Quanto à crítica de que se a promoção fosse boa haveria fila na porta como nos Estados Unidos, tudo depende do consumidor se acostumar com a novidade. O que me chamou a atenção é que o Brasil ainda está na moda porque despertou a atenção da "Forbes" apesar do "Black Friday" ter ocorrido em outras partes do mundo.

Aparecida: Nos Estados Unidos, o Black Friday foi marcado por ladrões, cusparada e prisões. Você acha que a imprensa vê tudo negativo no governo do PT?

Bytes: Obama vive também a democracia. Nos Estados Unidos, a maioria da população já afirma que ele "não sabe governar". A tramática inauguração da reforma da saúde, com muita reclamação de gente que não conseguiu se cadastrar no sistema, aliada à traumática relação com o Congresso estão desanimando os estadunidenses. Até agora não saiu a reforma migratória nem o controle de armas. A culpa é da imprensa?

Aparecida: Os especialistas afirmam que há uma nova tendência na população: assistir a noticiários chamados de "ideológicos" que derrubou a audiência da rede CNN. A conservadora "Fox News" e a MSNBC, apelidada de "Fox News da esquerda" pelo ex-presidente Bill Clinton, disputam a atenção dos telespectadores. "Há uma parcela dos estadunidenses que só segue as notícias com as quais concorda. Esse é o motivo do 'sucesso' da Fox e da MSNBC", explicou à "Folha" John Sides, professor da Universidade George Washington. Assim como na Fox, os convidados dos programas de debate na MSNBC costumam concordar em quase tudo: demonizar a oposição republicana, defender as vitórias de Obama e pressionar por uma "agenda progressista". Diferente da Fox, que tem apresentadoras loiras com maquiagem carregada e veteranos radialistas conservadores, a MSNBC tem professores universitários e representantes de várias minorias. A maioria usa óculos. A emissora nega ser adesista. "Os apresentadores estão à esquerda da Casa Branca. Eu estou bem à esquerda de Obama", diz Rachel Maddow, a estrela do canal, que critica a política de drones do governo e a falta de regulamentação financeira em Wall Street. O que você acha?

Bytes: A dialética entre os socialistas também chegará a Washington. Como afirmamos, eles ainda sentirão "desejo" de rasgar a carne do adversário até sair a última gota de "sangue".

Aparecida: Por falar em direita e esquerda, os analistas dizem que o novo prefeito de Nova York não conseguirá cumprir as suas promessas, mas afirmaram que ele não será um "populista" latino. O seu Carlos disse, exaltado: "Este prefeito esquerdista de Nova York fala em taxar os ricos, mas se tentar alguma coisa os empresários mudam o seu negócio para um local não distante: Nova Jersey. O que você acha?

Bytes: O que podemos afirmar é que na coletiva de imprensa ele foi evasivo em relação à nomeação do responsável pela segurança da cidade. O Bill está apreensivo com a possibilidade de terrorismo porque o atual xerife é considerado o mentor do atual estado de "segurança" da comunidade. "O democrata foi eleito com votos dos bairros pobres, repletos de negros e hispânicos que não querem trabalhar", disse o Bill.

Aparecida: Por falar em bairros pobres, o relatório anual da Coalizão da Cidade de Nova York contra a Fome divulgou que mais de 20% ou um quinto das crianças da cidade não vivem em casas onde não têm o suficiente para comer. Segundo a coalizão, o aumento se deve ao furacão Sandy, que devastou a cidade no ano passado e deixou, até hoje, muitas pessoas sem casa, a cortes incapacitantes no orçamento e à economia americana pós-crise ainda combalida. Joel Berg, diretor-executivo da entidade, disse que cortes orçamentários mais aprofundados significa que o pior está por vir. "Enquanto os ricos têm um acesso nunca visto à comida mais refinada, um e seis de nossos vizinhos está lutando contra a fome", afirmou. "O recente corte federal dos vales-alimentação vai piorar ainda mais as coisas. Uma cidade dividida em si mesma não consegue ficar de pé. Precisamos nos levantar juntos", acrescentou.

Bytes: Na França, manifestantes participaram hoje de protesto contra os baixos salários e condições degradantes de trabalho em fábricas de alimentos na região de Carhaix-Plouger. Mas a pior situação é o socialismo de direita convencer de que a oportunidade não gera igualdade, principalmente aos que estão trabalhando muito. Por ser o discurso mais forte que o petróleo.

Aparecida: Por falar em petróleo, o que você acha do aumento do preço nas bombas pela Petrobras?
Bytes: A tendência do barril é se elevar principalmente porque a Líbia pega fogo. As embaixadas do Reino Unido e do Canadá em Trípoli suspenderam, por motivos de segurança, o trabalho de suas seções consulares. Segundo a imprensa, o prédio onde estão instaladas as seções consulares das missões diplomáticas dos dois países na capital líbia é controlado por grupos armados ilegais. Anteontem, um grupo influente “Estado-Maior de Operações dos Revolucionários Líbios” exigiu a renúncia do governo liderado por Ali Zeydan e a formação de um gabinete de crise transitório.

Aparecida: Por falar em embaixadas, Moscou qualificou como "terrorismo" o ataque a embaixada do país em Damasco. "Consideramos os bombardeios atos de terrorismo, cujos executores e aqueles que os incitam e supervisionam devem receber uma punição merecida", disse a chancelaria russa. O que você acha?

Bytes: O que podemos afirmar é que Damasco só voltará à Liga Árabe após Genebra 2. Para os capitalistas, meia palavra basta.

Aparecida: Putin declarou ser contra os drones. Ele disse que guerra não foi feita para brincar de videogame. É mais um ponto de discórdia com Washington?

Bytes: O que podemos afirmar é que o presidente afegão criticou o ataque de drones que matou matando uma criança e ferindo duas mulheres. Segundo Hamid Karzai, o ataque é um sinal de desrespeito à vida civil. Ele acontece no momento de impasse entre Washington e Cabul a respeito da retirada das tropas estadunidenses do Afeganistão. "Isso mostra que as forças dos EUA não têm nenhum respeito pelas decisões da Loya Jirga e a vida de civis no Afeganistão", disse o porta-voz de Karzai, Aimal Faizi, referindo-se ao Conselho dos Anciãos. Ao mesmo tempo um helicóptero russo foi alvejado no Afeganistão.

Aparecida: O líder russo disse também que armas de precisão são muito mais importantes do que as nucleares. A declaração foi após o anúncio sobre o investimento feito durante todo o seu governo neste tipo de armamento. Armas nucleares são de menor valor agregado?

Bytes: O terremoto no Irã não atingiu a usina nuclear do país, impedindo o contágio na população e a pauta sobre o perigo atômico. Para os capitalistas, meia palavra basta.

Aparecida: Por falar em programa nuclear, o governo iraniano rejeitou a participação de Israel nas conversações para um acordo sobre o urânio enriquecido. "Jamais uma coisa assim irá acontecer e nós definitivamente não estaremos na sala em que representantes do regime sionista estiverem presentes", disse o chefe da diplomacia iraniana. "Nós não participaremos de nenhuma reunião da qual participe o regime de ocupação", assegurou Javad Zarif, em menção à ocupação por Israel de territórios reivindicados pelos palestinos para a fundação do seu Estado nacional", acrescentou. O que você acha?

Bytes: Nesta semana um grupo de palestinos protestou contra a intenção de anexar Belém, a cidade em o rei Davi e Jesus Nazareno nasceram, a Israel (acima). Os manifestantes escreveram em várias línguas a frase "Belém é palestina". No último domingo, a organização não governamental "Paz Agora" informou à agência de notícias francesa EFE que Israel pretende expandir as colônias judaicas na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental. "A construção de 829 prédios foi recentemente aprovada por uma comissão da administração militar israelita responsável pela Cisjordânia", afirmou Lior Amihai, um responsável da ONG "Paz Agora". Segundo alguns analistas, seria uma retaliação à aprovação do acordo entre Irã e as potências ocidentais com mediação de Washington. No dia 13 de novembro, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, tinha anunciado a suspensão das construções. Antes, o chefe da diplomacia estadunidense, John Kerry, declarou que a colonização israelense da Palestina era "ilegal".

Aparecida: Ah, entendi! Está escrito no Livro de Rute, a "moabita", bisavó de Davi, sobre Belém de Judá: "E sucedeu que, nos dias em que os juízes julgavam, houve uma fome na terra; por isso um homem de Belém de Judá saiu a peregrinar nos campos de Moabe, ele e sua mulher, e seus dois filhos. E era o nome deste homem Elimeleque, e o de sua mulher Noemi, e os de seus dois filhos Malom e Quiliom, efrateus, de Belém de Judá; e chegaram aos campos de Moabe, e ficaram ali. E morreu Elimeleque, marido de Noemi; e ficou ela com os seus dois filhos, os quais tomaram para si mulheres moabitas; e era o nome de uma Orfa, e o da outra Rute; e ficaram ali quase dez anos. E morreram também ambos, Malom e Quiliom, ficando assim a mulher desamparada dos seus dois filhos e de seu marido. Então se levantou ela com as suas noras, e voltou dos campos de Moabe, porquanto na terra de Moabe ouviu que o Senhor tinha visitado o seu povo, dando-lhe pão. Por isso saiu do lugar onde estivera, e as suas noras com ela. E, indo elas caminhando, para voltarem para a terra de Judá, disse Noemi às suas noras: Ide, voltai cada uma à casa de sua mãe; e o Senhor use convosco de benevolência, como vós usastes com os falecidos e comigo. O Senhor vos dê que acheis descanso cada uma em casa de seu marido. E, beijando-as ela, levantaram a sua voz e choraram. E disseram-lhe: Certamente voltaremos contigo ao teu povo. Porém Noemi disse: Voltai, minhas filhas. Por que iríeis comigo? Tenho eu ainda no meu ventre mais filhos, para que vos sejam por maridos? Voltai, filhas minhas, ide-vos embora, que já muito velha para ter marido; ainda quando eu dissesse: Tenho esperança, ou ainda que esta noite tivesse marido e ainda tivesse filhos, esperá-los-íeis até que viessem a ser grandes? Deter-vos-íeis por eles, sem tomardes marido? Não, filhas minhas, que mais amargo me é a mim do que a vós mesmas; porquanto a mão do Senhor se descarregou contra mim. Então levantaram a sua voz, e tornaram a chorar; e Orfa beijou a sua sogra, porém Rute se apegou a ela. Por isso disse Noemi: Eis que voltou tua cunhada ao seu povo e aos seus deuses; volta tu também após tua cunhada. Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus".

Tico: No dia de hoje a Bolsa de Mercadorias e Futuros no Brasil abriu o seu capital. A ação levou a um recorde na procura de seus papéis, negociados sob o código BMEF3.SA, com preço inicial de R$ 20 por ação e lote padrão de 100 ações. O volume de negócios nos primeiros momentos de negociação foi tão grande que causou uma pane no sistema Bovespa. Os primeiros negócios foram realizados no valor de 25 reais por ação. Em 26 de março de 2008 a BM&F e Bovespa se uniram para formar a Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros. Há 6 anos.

Teco: No dia de hoje começou o Voo da Amizade, serviço aéreo promovido pela PanAir do Brasil e da estatal aérea portuguesa TAP. A iniciativa foi para promover os laços culturais entre Brasil e Portugal. As passagens eram mais baratas para brasileiros, portugueses e outros estrangeiros com residência permanente. Cada passageiro tinha direito a uma franquia de 20 kg de bagagem. Os voos foram inicialmente operados uma vez por semana por um Douglas DC-7C da Panair especialmente pintado com os nomes da Panair e da TAP na fuselagem, configurado somente em classe econômica, com tripulação de ambas as empresas e número de voo TAP. No ano seguinte as frequências já haviam sido aumentadas para duas semanais, sendo uma para cada companhia aérea e em agosto de 1962 passaram a três semanais, duas para a Panair e uma para a TAP. Em maio de 1964, após o golpe de Estado, as frequências, no entanto, voltaram para o padrão de 1961. Em fevereiro de 1965, a ditadura militar decretou o fechamento da PanAir do Brasil, empresa privada nacional, e confiscou os seus bens, como aeroportos e terminais aeroportuários. O Voo da Amizade começou há 53 anos.

Bytes: No dia de hoje a bandeira espanhola foi substituída por uma bandeira francesa no estado da Louisiana, nos Estados Unidos, num primeiro passo para que o controle passasse para Washington. A história, economia e cultura da Luisiana está muito associada com o rio Mississípi, o segundo rio mais longo do país, que desemboca no Golfo do México. A região onde atualmente localiza-se Nova Orleãs, atualmente a maior cidade do estado, foi inicialmente exploradas por franceses. Estes exploradores haviam partido de Quebeque, e, acompanhando o rio Mississípi, chegaram à região onde atualmente localiza-se o estado de Luisiana. Posteriormente, o Mississípi, servindo como uma rota hidroviária de grande importância, fizeram do estado um grande polo de transportes. Desde o final do século XVIII, a Luisiana destacou-se por ser uma região multicultural. Ela passou a controle espanhol em 1763, e novamente a controle francês em 1800, voltou para a Espanha até passar definitivamente ao controle estadunidense em 1803. Há 210 anos.

Aparecida: No dia de hoje nascia, há 139 anos, o primeiro-ministro britânico Winston Churchill. Durante sua carreira no exército, Churchill pôde assistir à ação militar na Índia britânica, no Sudão e na Segunda Guerra dos Bôeres. Ganhou fama e notoriedade como correspondente de guerra através dos livros que escreveu descrevendo as campanhas militares. Após o fim da Primeira Guerra Mundial foi o responsável pela divisão da Palestina a partir do rio Jordão a fim de cumprir o acordo firmado entre a Monarquia inglesa e a Federação Sionista da Grã-Bretanha por um Estado nacional judeu. Foi um importante parlamentar do Partido Conservador que chamou a atenção da opinião pública de que o interesse do ditador Adolf Hitler era dominar a Europa. A sua visão não era muito levada a sério porque era conhecido o seu prazer em estar sempre alcoolizado apesar de não afetar a sua memória. Naquele tempo o primeiro-ministro britânico Arthur Neville Chamberlain comemorava o Acordo de Munique que cedia territórios na República Tcheca à Alemanha em troca de paz. A invasão das tropas nazistas à Polônia acabou por dar prestígio a Churchill que se tornou mais tarde considerado um dos "maiores estrategistas da Inglaterra". Para atrair os Estados Unidos para a Segunda Guerra Mundial, proferiu a seguinte palestra na Universidade de Harvard onde recebeu o título de Honoris Causas: "Duas vezes em minha vida o longo braço do destino estendeu-se através dos oceanos e envolveu a vida e o valor dos Estados Unidos numa luta mortal. Inútil dizer: “Nós queremos; não aceitaremos, nossos antepassados deixaram a Europa para evitar essas disputas; fundamos um novo mundo que não tem contrato com o velho”. Inútil. O longo braço alcança sem piedade, e a existência de cada um, o ambiente de cada um, e a visão de cada um sofre uma mudança rápida e irresistível. Por que coube esse destino aos Estados Unidos? Vou dar lhes uma explicação: existem outras, mas basta uma. O preço da grandeza é a responsabilidade. Se o povo dos Estados Unidos tivesse permanecido numa medíocre estação, lutando com a natureza selvagem, absorto em seus próprios negócios, e sendo um fator sem importância no movimento do mundo, talvez tivesse esquecido, e sem ser perturbado, do outro lado dos oceanos protetores; mas não pode chegar a ser em muitos sentidos a comunidade mais importante do mundo civilizado sem envolver-se em seus problemas, mas ser convulsionado por suas agonias e inspirado por suas causas. Se isso ficou provado no passado, será inquestionável no futuro. O povo dos Estados Unidos não pode fugir de suas responsabilidades no mundo".

Bytes: No dia de hoje morreu, há 22 anos, o jurista brasileiro Sobral Pinto. Ele foi um defensor dos direitos humanos, especialmente durante as ditaduras do Estado Novo e a imposta pelos militares após o golpe de 1964. Apesar de católico fervoroso, aceitou defender o comunista Luís Carlos Prestes que fora preso após o levante comunista de 1935. No caso do alemão Harry Berger, que também fora preso e severamente torturado nos porões da Ditadura Vargas, Sobral Pinto exigiu do governo a aplicação do artigo 14 da Lei de Proteção aos Animais ao prisioneiro, o que foi considerado um fato inusitado. Ficou conhecido durante as manifestações que pediam eleições diretas para presidente da República lembrando a Constituição: "Todo poder emana do povo e em seu nome deve de ser exercido". A sua memória está resumida no documentário "Sobral - o homem que não tinha preço".

Aparecida: No dia de hoje nasceu, há 35 anos, o ator mexicano Gael García Bernal. Natural de Guadalajara, iniciou sua carreira na televisão, participando na versão de 1989 da telenovela mexicana Teresa. Desde então participou de numerosas produções de diversos países: México, Espanha, Inglaterra e Brasil. Um dos seus últimos filmes foi "No", do cineasta chileno Pablo Larraín. A história, baseada na peça inédita "El Plebiscito", de Antonio Skármeta, retrata a vida real de um publicitário que é contratado para fazer a campanha do "não" à consulta popular sobre a permanência do ditador Augusto Pinochet após 15 anos no poder.

Bytes: Ontem eu assisti ao filme "Um time show de bola", do diretor argentino Juan José Campanella. É um trabalho muito simpático, com um ótimo texto. É um ode ao futebol! Os personagens são bem familiares com o mundo da bola. O início dos macacos que jogam o esporte com um crânio já dá ideia da inteligência da animação hispano-argentina com qualidade de Hollywood. A história gira em torno dos mais fracos que se unem para vencer o dominador que comprou a cidade. É preciso devolver a liberdade. Palmas!

Aparecida: O meu filho gostou do documentário "Morro dos Prazeres" que mostra um ano de pacificação da comunidade de Santa Teresa. A cineasta completa a trilogia iniciada com "Justiça" e "Juízo".

Bytes: Eu ainda estou contagiada com a vitória do Flamengo e as cenas contagiantes que foram postas no YouTube. O cineasta estadunidense Spike Lee ficou impressionado. “Não posso mentir: esse jogo fez o nosso Super Bowl parecer um jogo da liga infantil de beisebol. Esse lugar ficou enlouquecido durante o jogo inteiro. Minhas orelhas ainda estão zumbindo, uma hora depois do final da partida. Nunca vi uma torcida tão barulhenta assim”. E comentou: "Aqui também será jogada a final da Copa do Mundo”.

Aparecida: E como pensa o governo dos Estados Unidos?

Bytes: Deu no jornal "O Globo" de 28 de novembro de 1963, cuja manchete foi "Civis e militares oraram juntos pela defesa do ideal democrático": "Grande massa popular e militares das três armas reverenciaram ontem, na missa de réquiem realizada na Praia Vermelha, a memória das vítimas da intentona comunista de 1935. No mesmo local em que se consumou a traição aos camaradas de farda e onde hoje se ergue o monumento aos mortos da retirada da Laguna, foi armado um altar". E mais: "Numa palestra com os jornalistas, no Palácio das Laranjeiras, o presidente João Goulart disse, ontem, a propósito das recentes declarações do governador e presidenciável Carlos Lacerda, que ´são provocações grosseiras como essas que criam um clima de agitação e de intranquilidade´. O governador agradece a Deus ter escapado com vida de um atentado imaginário. E eu, devo agradecer a quem? perguntou Jango. E acentuou: Queremo-lo vivo e candidato, disputando democràticamente a sua candidatura". E mais: "Do editorial ´O Brasil quer clima de paz para progredir´: "Em declarações prestadas em Belo Horizonte, o Vice-Governador de Minas Gerais, professor Cóvis Salgado, disse que ´ninguém no Brasil tem forças para o golpe´. Que Deus o ouça. Êste, porém, não é o ar que respiramos neste fim de novembro, quando a inflação vai a quase seis por cento ao mês e os extremistas alargam suas fronteiras de ação em quase todos os setores oficiais. No Senado, o líder do PTB, Sr. Artur Virgílio, frisou que o ´Governo só deseja paz e tranqüilidade´ para trabalhar. Nesta mesma sessão, o Senador Daniel Krieger, da Oposição, retrucou que a ´UDN não deseja a subversão da ordem´. Infelizmente, ao contrário dêstes pronunciamentos otimistas de personalidades de expressão da vida política brasileira, o que se está contemplando é uma atmosfera carregada, plena de dúvidas e recheada de uma agenda pouco animadora. Ressalve-se que o povo, como um espectador distante, continua no seu tranqüilo comportamento de sempre, sacrificando como nunca, mas disposto a lutar para manter-se em ambiente construtivo e democrático. Apesar de todos os esquemas de agitação, do funcionamento de um mecanismo sórdido de intrigas e de um programa publicitário sem qualificações, o povo prefere o trabalho e evita o contato com os artífices de quaisquer movimentos impatrióticos".

Aparecida: Deu no jornal "O Globo" de 28 de novembro de 2013, 50 anos depois: "Caso Siemems.. PT e PSDB fazem guerra de versões sobre dossiê. Para tucanos, houve falsificação; ministro afirma que documentos são diferentes. PSDB pede que Comissão de Ética Pública da Presidência investigue comportamento de Cardozo, cuja saída foi cobrada também pelo PPS; deputado petista diz que processará quem o acusou de adulterar papéis". E mais: "De olho na inflação. Juro sobe a 10% na sexta alta seguida". E mais: "Privatização de rodovias. Estrada sai com deságio de 52%. A Odebrecht venceu o leilão de trecho da BR-163, em Mato Grosso, por onde é ecoada a soja do Centro-Oeste. Investirá R$ 4,7 bi em obras. O modelo (de concessões) é meu. Não conheço investimento dessa envergadura antes de meu governo, disse a presidente Dilma Rousseff". E mais: "Acidente pode atrasar entrega do Itaquerão. Dois operários morrem em queda de guindaste em estádio da Copa".

Bytes: O jornalista Mário Sérgio Conti escreveu no "Segundo Caderno" o artigo intitulado "De pão vive o homem": No início de ´ alegria do Evangelho´, o próprio Francisco nota que os documentos papais “não suscitam o mesmo interesse que noutras épocas, e acabam rapidamente esquecidos”. Há vários motivos para isso. O mais evidente é a colossal chatice dos escritos pontificais. Eles parecem produzidos por uma comissão vaticana que salpica versículos num texto desenxabido, que reafirma ad nauseam os dogmas católicos para um mundo que está noutra. A primeira exortação apostólica de Francisco não foge à tradição: é aos bocejos que se percorrem as 80 páginas da peroração. (...) "Para disputar o mercado das almas, o título do documento indica o caminho: a alegria. Iniciada no Antigo Testamento, uma extensa tradição teológica exalta o júbilo. O papa se empapou dela, mas foi bem mais palpável ao descrever o aborrecimento dos fiéis, a dificuldade deles em se regozijar. Insistiu: os católicos não convencerão ninguém de cara emburrada ou repetindo ó vida, ó céus, ó azar”. (...) “A alegria do Evangelho´ fala do mundo material. Ele repisa a doutrina social da igreja, que começou a tomar forma em 1891 com a Rerum Novarum, mas faz adaptações de caráter sociológico. Leão XIII tratou na sua encíclica da condição operária, reconheceu a existência da luta de classes e defendeu a conciliação entre capital e trabalho. Já Francisco não emprega nenhuma vez a palavra ´capitalismo´. Em vez dela, usa ´uma nova e cruel versão do fetichismo do dinheiro´ e ditadura de uma economia sem rosto”.

Aparecida: O que você achou do texto do papa Francisco?

Bytes: O Evangelho é exercido com alegria porque ele é a "Boa Notícia". Mas não se pode obrigar ninguém a ver o que não vê. Isso é ditadura. Quanto ao texto não sei se ele é chato porque não li. Sobre Francisco, ele declarou que não gosta de jovens que não sejam "protestantes". Sobre o jornalista, ele deixa claro no título que não crê na afirmação de Jesus Cristo: "Não só de pão vive o homem, mas sim de toda a palavra de Deus". Para os capitalistas, meia palavra basta.

Aparecida: Por falar em matéria, jornais repercutiram a intenção dos Estados Unidos em fechar a embaixada no Vaticano. É retaliação à visita do presidente russo Vladimir Putin a Roma para a audiência com o papa?

Bytes: Pelo que li o fechamento da embaixada é por medo de "terrorismo". A representação diplomática para o Vaticano continuará na embaixada dos Estados Unidos na Itália. Quanto a Putin e a Francisco, o líder russo presenteou o papa com a Virgem de Vladimir, e maior ícone da Igreja Ortodoxa Russa. Putin fez o sinal da cruz e beijou a imagem, gesto repetido por Francisco durante o encontro no Vaticano.

Aparecida: Por falar no Vaticano, a Arquidiocese do Rio de Janeiro divulgou anteontem que recorrerá à Santa Sé para pagar as dívidas provenientes da Jornada Mundial da Juventude Rio-2013, cujo lema foi "Ide, pois, e fazei discípulos em todas as nações". Ela negou a notícia do jornal "Estado de São Paulo" de que a Arquidiocese recebeu R$ 118 milhões dos Governos Federal, Estadual e Municipal. "A participação da administração pública se deu exclusivamente para assegurar o funcionamento dos serviços públicos essenciais durante o evento, sem qualquer repasse financeiro", disse a nota. Já a "Folha" publicou hoje que a organização da Jornada Mundial da Juventude teve um alívio de R$ 1,7 milhão em incentivos fiscais por parte da Prefeitura do Rio. O que você acha?

Bytes: Muitos reclamaram que o Estado é laico, outros reclamaram da Prefeitura ter intenções de patrocinar um filme de Woody Allen para divulgar a imagem da cidade. 

Aparecida: Por falar em Prefeitura, o prefeito Eduardo Paes foi anunciado na terça-feira em Nova York, como o novo presidente do grupo C40 de Liderança Climática das Cidades. O C40 é um grupo de grandes cidades mundiais, empenhado em debater e combater a mudança climática. Michael Bloomberg, que presidiu o C40 nos últimos três anos, deu um conselho ao prefeito carioca: "Faça o que é certo, mesmo que não seja popular". No mesmo dia do anúncio o Rio foi destaque na capa do New York Times. O jornal fala das transformações na cidade antes da Copa e das Olimpíadas e diz que o Rio é uma cidade dividida. A reportagem diz que enquanto o prefeito quer combater problemas no trânsito, construir escolas e integrar favelas, o Rio vive problemas que parecem imóveis como montanhas. Entre elas, a desigualdade econômica e a corrupção. O jornal também mostrou reivindicações de moradores do Morro da Providência, que pediram ruas limpas e pavimentação. “O Rio é uma cidade em transformação. E esse debate é positivo, esse debate é bom. A gente não acerta em tudo, mas é uma cidade que ta mudando. O Rio está se transformando e se transformando para melhor”, disse Paes. O que você acha?

Bytes: Nós, capitalistas brasileiros e contemporâneos, irritamos os socialistas porque no nosso processo de investigação sobre o princípio da realidade não nos baseamos na moral para avaliar a dialética do processo histórico, quando ficará muito claro que a luta não é de classes, mas de tempos. Para os capitalistas, meia palavra basta.

Aparecida: Por falar em capitalismo, o que você achou do incêndio do auditório Simon Bolívar do Memorial da América Latina?

Bytes: Segundo o colega gaiato lá da facû: "Em Paris muitos levaram isso em conta quando decidiram sobre a Expo 2020". A "Folha" publicou que o alvará estava vencido há 20 anos. Os hidrantes também funcionaram no combate ao incêndio no local de eventos.

Aparecida: Por falar em Bolívar, o que você acho do presidente venezuelano de controlar os alugueis após prender empresários que aumentaram os preços dos produtos?

Bytes: Jango quis a reforma de base, mas Celso Furtado disse que a reforma é a estabilização da moeda. Para os capitalistas, meia palavra basta.

Aparecida: O que você acha do Jango?

Bytes: Um "conciliador" pressionado pelos extremistas e sendo considerado um "fraco" por não atender às vontades dos dois lados.

Aparecida: O neto do governador Carlos Lacerda lançou o livro "República das Abelhas". "Muitos me acusaram de ser incoerente, mas sempre achei que era uma virtude mudar de ideia toda vez que tinha uma ideia melhor. A política nos confronta com dilemas que nunca imaginamos existir, que dirá ter de enfrentar. Não sei se é possível, não sei nem mesmo se é desejável, ´entender de política´. (...) Se eu pudesse oferecer ao cidadão brasileiro um único conselho (...), seria o seguinte: nunca acredite no político que só te dá boas notícias", escreveu. Lacerda foi morto também pela ditadura?

Bytes: O que gostaríamos é que ele estivesse disputando eleição para a presidente da República porque representa uma corrente política da sociedade brasileira. Mas há fortes suspeitas de que seus remédios foram trocados. O que os brasileiros querem dos atores políticos é o "mel" porque o leite já vemos todos beberem nas tetas da vaca. É a música "Brasil", do poeta Cazuza. 

Aparecida: Por falar em políticos, o que você acha da guerra dos dossiês entre tucanos e petistas?

Bytes: Muitos relembram o caso dos "meninos aloprados", cujo chefe foi à cidade de Santiago do Chile como cabo eleitoral da candidata socialista. Teria caído na "pegadinha" do malandro por causa da "frequência".

Aparecida: Os chilenos podem acusar o Brasil de influir nas decisões internas do país como acusam os americanos?

Bytes: Depende de quem vencer a eleição na Chile. O importante é que estamos no regime democrático no qual não há perseguição, como ocorreu com a PanAir do Brasil e que muitos apostam que aconteceria com muitas empreiteiras com contratos na África.

Aparecida: Por falar em empreiteiras, o que você achou do leilão vencido pela empreiteira Odebrecht (acima) para explorar a rodovia BR-163?

Bytes: Os produtores gostaram do resultado, por causa do "custo Brasil": "O pior pedágio para nós é a falta de rodovias. A manutenção da frota fica cara e, consequentemente, o frete também sobe". Mas para Odebrecht o dia não foi bom. Apesar da boa notícia do leilão, do outro lado do telefone teve que responder a perguntas dos jornalistas sobre o desabamento no Itaqueirão que deixou mortos.
Aparecida: O seu Carlos disse, exaltado; "E ainda essa raça que dá corda a essa gente quer fazer a Copa no Brasil. Vamos enfrentar é o vexame internacional por aqueles que querem dar passos maiores do que suas pernas. Porque não haverá abertura da competição em São Paulo". O que você acha?
Bytes: Poderá haver atrasos porque o Ministério Público pode solicitar a paralisação das obras. Os operários podem entrar em greve alegando falta de segurança no trabalho. Tudo é possível. Mas o que chamou mais a atenção é a declaração do sindicalista afirmando que recebeu denúncia sobre falta de segurança e que a empreiteira não tomou providências. Ela pode sofrer alguma retaliação na disputa intercapitalista por obras na África.

Aparecida: Por falar em África, organizações não governamentais ligadas ao meio ambiente em Moçambique estão contestando o programa desenhado pelo governo brasileiro para aumentar a produtividade no campo. O ProSavana quer revolucionar a produção agrícola no Corredor Nacala, uma área fértil no norte de Moçambique com 14,5 milhões de hectares de terras. O Japão está participando do projeto com financiamento, assim como o Brasil, que disponibilizou técnicos da Embrapa, empresa criada no regime militar que aumentou a produtividade nos campos brasileiros para o desenvolvimento de tecnologia para a região. Em maio deste ano, 23 entidades religiosas, agrárias e e de direitos humanos moçambicanas, além de 43 organizações internacionais, enviaram uma carta aberta à presidente Dilma Rousseff, ao seu colega moçambicano, Armando Guebuza, e a Shinzo Abe, primeiro-ministro japonês para protestar contra o projeto. As entidades apontam risco de "séria e iminente ameaça de usurpação de terras das populações rurais e remoção forçada de comunidades de áreas que atualmente ocupam". Elas reclamam da falta de debate e transparência quanto aos objetivos do projeto. A maior crítica é de querer transformar Moçambique num país "exportador agrícola" sem se preocupar com as necessidades dos pequenos agricultores. O que você acha?

Bytes: Em Jerusalém, o patriarca latino D. Fouad Twal, escreveu hoje uma carta aos fiéis onde pediu oração e jejum “pelo dom da chuva”, amanhã, dia 1 de dezembro, no primeiro domingo do Advento. “A chuva está atrasada na Terra Santa e a ameaça da seca paira sobre nós. Em tempo de seca, devemos rezar para que Deus nos abençoe, tenha piedade de nós e nos auxilie em nossas necessidades, em particular a água, e liberte a nossa terra do mal da seca”, escreveu em árabe D. Fouad Twal. Em 2010, o patriarca fez o mesmo pedido, lembrou a agência do Vaticano. Muitos dirão: "De pão vive o homem". 

Aparecida: Ah, entendi! Está escrito na "Boa Notícia" sobre o pão:"Os discípulos rogaram a Jesus: Rabi, come. Porém ele lhes disse: Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis. Então os discípulos diziam uns aos outros: "Trouxe-lhe porventura alguém de comer? Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra. Não dizeis vós que venha a ceifa? Eis que vos digo: Levantai os vossos olhos e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa. E o que ceifa recebe galardão, e ajunta fruto para a vida eterna; para que, assim o que semeia como o que ceifa, ambos se regozijem. Porque nisto é verdadeiro o ditado, que um é que o semeia, e outro o que ceifa. Eu vos enviei a ceifar onde vós não trabalhastes; outros trabalharam; e vós entrastes no seu trabalho".

A SANTO ANDRÉ

Rio de Janeiro, 30 de novembro de 2013

Exibições: 483

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço