Redação de um menino de 2ª série. Conto fictício, qualquer coincidência com fatos reais é invencionice, já que crianças sabem muito mais que os adultos!

Us Banco

Us banco é onde a gente bota dinheiro.

Quando a gente precisa de dinheiro, a gente vai lá e pede emprestado prus ome.

Us ome só empresta se nois tivé imprego.

Mesmo com imprego é preciso mais um amigo com imprego e que tenha alguma coisa que deixe os omi satisfeito que vão receber o dinheiro.

Se não receber o dinheiro, os omi dão queixa numas outra loja que cobram a gente e que não deixa a gente compra mais nada. Se nóis não paga, os omi reclama pra o juiz. Acho que o juiz é amigo dos omi por que sempre os omi ganham e nóis tem de pagá!

Eu acho que é uma barbaridade vende dinheiro. A gente quando bota dinheiro nus banco, não ganha nada, só paga. Paga prá dizer que nóis existe, onde nóis mora, quanto nóis ganha, in que que nóis gastemo o nosso salário, se temo amigo com telefone pra ajuda a incontrá nóis. Se nóis queremo sabê o quanto temo de dinhero no banco temo que pagá. Se vamo retirá, tamem paguemo.

Aí eu pergunto, será que o dinheiro é nosso? Eu tenho dúvida. Acho que depois que nóis botemo o dinheiro no banco, ele não é mais nosso. A gente não perde o dinheiro, mais o banco acha que é dele e cobra bastante coisa!

Tá, mais nóis não ganha nada em botar o dinheiro no banco, como é que o banco cobra de nóis quando bota dinheiro em nóis? 

Meu pai me explicou. Us banco pegam dinheiro emprestado de outros banco. Os outro banco, cobram dos banco porque ele não botou dinheiro naquele outros banco. E os banco da dinheiro pra nóis mais cobra muito mais de nóis pra paga os outro banco.

Só que veio uma mulér e disse pros banco dela cobra menos de nóis. Nóis comecemo i prá os banco dela e tirá nosso dinhero dos outro banco.

Teve gente que não gostô i iscreveu uma porção di bobage. Que a mulé não sabia de nada. Que ia quebrá os banco dela, não sei o quê, não sei o quê. I dissero que os outro banco ia quebrá por que não ia consegui compra coisa boa com o que ganhava.

Tava nessa lambança quando os banco, que pagavam a gente que não gostô, começaro a cobrar menos das gente.

I quem não gostô, ficô com cara de tacho, como dizia meu bisavô!

Exibições: 102

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço