Comentários de Lia Noronha

Caixa de Recados (33 comentários)

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Às 18:46 em 2 maio 2014, Cafu disse...

Oi Lia,

Entrei na rede e fui para as nuvens:

http://www.vivapoesia.com/

Apareça para uma visita. Os amigos são sempre bem-vindos.

Beijos.

Às 14:02 em 6 julho 2009, naila santiago disse...
Querida quanto tempo não nos falamos, estou com saudades, essas fotos suas estão lindas, Bjs uma boa semana de muita paz e sabedoria.
Às 2:55 em 19 maio 2009, naila santiago disse...
Querida nem acreditei que colocou minha poesia, eu sou esse homem sedento de poesia, da alma. Obrigadu!!! Mil bjs.
Às 2:48 em 19 maio 2009, naila santiago disse...
L ua nova Lia cheia, cheia de poesia e ternura, que

I nvade os corações dos homens,homens sedentos de,

Amor e poesia, da alma dos coraçõesdos homens.
Às 17:26 em 16 maio 2009, Elianne Diz- Laura Diz disse...
Lia, querida, não desista ainda. Vc é poeta, é difícil ser poeta no mundo atual, eu sei, tenho alma de.
Este portal tem mtos homens, mta gente ligada em economia, mas tem gente legal. Visite Marise, Liu, Tadeu, Luzete, Luiza... eu sinto que há pessoas com quem vc pode trocar aqui, mas há, sim,pouca troca- me disseram que todos saomto ocupados- realmente eu vivo numa cidade onde pouco há para fazer e fico mto aqui.
Eu não tenho visitado quase ninguém, estive mto zonza, não sei se foi labirintite, agora melhorei.
Vá no Varal, entre para o Tertúlia, ontem foi bem legal, veja lá no meu blog.
Entonces...
Bjs Laura
Às 20:49 em 10 maio 2009, Elianne Diz- Laura Diz disse...
Bjinhos p vc tb, Laura
Às 15:07 em 23 abril 2009, Zé da China disse...
Ai ai... Assim Zé-sucata num guenta.

Fiu fiu!... cóf cóf...
Às 0:31 em 22 abril 2009, naila santiago disse...
Querida tbm quero um mundo colorido, de bolas grandes, pequenas, talvez diferentes, irregulares, que transmitam muita alegria, alegria de viver, de respirar profundamente, de ser feliz, de ser mto feliz!!!!!
Às 22:54 em 19 abril 2009, Elianne Diz- Laura Diz disse...
Veja no Caminhar o trailer da peça, tem lá, perto do dia da estréia.
Aqui tem uma brincadeira com o CCalligaris

http://www.youtube.com/watch?v=9Cxg1s-zMfA&feature=related
Às 22:14 em 19 abril 2009, Cafu disse...

Oi Lia,
Obrigada pela visita e pelo elogio. Com a brilhante e infinita constelação de nossa MPB é moleza, né?
Para você, esse presente maravilhoso dos meus capixabas favoritos.
:-)
Beijos.
Às 22:23 em 18 abril 2009, Elianne Diz- Laura Diz disse...

Para vc, a feminilidade do filme é tocante.
adorei a frase acima sobre a mulher.
bjs querida, Laura
Às 12:36 em 13 abril 2009, Oscar Peixoto disse...
Pois é, Lia, estou me tornando "postista" bissexto, né? A bem da verdade, esse troço dá muito trabalho (pesquisas, seleções, confrontos e texto propriamente dito) e, em tempos de preguiça, de calor, de Páscoa, de chocolate, de declaração de Imposto de Renda, pernas pro ar que ninguém é de ferro. Espero que você tenha curtido a Páscoa. Beijão. P.S.: Diana Krall é uma deusa!
Às 8:51 em 19 fevereiro 2009, Oscar Peixoto disse...
Querida Lia, sempre que estiver por perto faça-me uma visitinha. Eu é que virei bicho do mato, quase não saio de casa :-) Mas prometo que vou me corrigir.
Abraços
Às 19:19 em 18 fevereiro 2009, Anarquista Lúcida disse...
Uma nao, várias (algumas sob meu nome, outras sob nomes de outras pessoas, mas das quais participo muito).
Um abraço
AnaLú
Às 15:25 em 18 fevereiro 2009, Anarquista Lúcida disse...
Oi, Lia
Obrigada por me convidar para amiga (convite já aceito). Mas fiquei um pouco curiosa: de que tópico você "me conhece"?
Um abraço
AnaLú, a Anarquista Lúcida
Às 11:04 em 16 janeiro 2009, Elianne Diz- Laura Diz disse...
Querida, obrigada pelas visitas.
Lia, eu ando sem mto tempo aqui, vi algumas fotos lindas na sua página. Vc tem outras tantas lá no Cotidiano que poderá colocar aqui. Sempre soube escolher as fotos- nós duas, néw
bjs laura
Às 16:34 em 12 janeiro 2009, Sérgio Troncoso disse...
Lia,bom dia para você.Deu uma sumidinha?Espero que você esteja bem.
O negócio é o seguinte:tava dando umas voltinhas poéticas,consultando uns alfarrábios e dei de cara com uma conterrânea sua.Vê se você gosta,o nome dela é Viviane Mosé.Um abração,Sérgio.

Vida/tempo

Quem tem olhos pra ver o tempo?
Soprando sulcos na pele soprando sulcos na pele
Soprando sulcos?

O tempo andou riscando meu rosto
Com uma navalha fina.
Sem raiva nem rancor
O tempo riscou meu rosto com calma.

Eu parei de lutar contra o tempo. Ando exercendo instante.
Acho que ganhei presença.

Acho que a vida anda passando a mão em mim. Acho que a vida anda passando.
Acho que a vida anda. Em mim a vida anda. Acho que há vida em mim. A vida em mim anda passando. Acho que a vida anda passando a mão em mim

Por falar em sexo quem anda me comendo
É o tempo. Na verdade faz tempo, mas eu escondia

Porque ele me pegava à força, e por trás.
Um dia resolvi encará-lo de frente e disse: Tempo, se você tem que me comer Que seja com o meu consentimento. E me olhando nos olhos. Acho que ganhei o tempo. De lá pra cá ele tem sido bom comigo. Dizem que ando até remoçando


Tudo o que vejo

Era tarde nas janelas da sala,
Um gosto de tarde que eu queria lamber.
Tenho vontade de lamber as coisas que gosto,
Mesmo as que não gosto costumo lamber sem querer.
Às vezes com a língua mesmo.
Molhada e escorrida.
Outras vezes uso a língua da palavra,
Quando tem cheiros ruins
Ou asperezas estranhas ao paladar de minha pessoa,
Ou por nada mesmo por gosto
Passo a língua nas coisas que vejo
E passo as coisas que vejo pra língua.


Toda Palavra

Procuro uma palavra que me salve
Pode ser uma palavra verbo
Uma palavra vespa, uma palavra casta.
Pode ser uma palavra dura. Sem carinho.
Ou palavra muda,
molhada de suor no esforço da terra não lavrada.
Não ligo se ela vem suja, mal lavada.
Procuro uma coisa qualquer que saia soada do nada.
Eu imploro pelos verbos que tanto humilhei
e reconsidero minha posição em relação aos adjetivos.
Penso em quanta fadiga me dava
o excesso de frases desalinhadas em meu ouvido.
Hoje imploro uma fala escrita,
não pode ser cantada.
Preciso de uma palavra letra
grifada grafia no papel.
Uma palavra como um porto
um mar um prado
um campo minado um contorno
carrossel cavalo pente quebrado véu
mariscos muralhas manivelas navalhas.
Eu preciso do escarcéu soletrado
Preciso daquilo que havia negado
E mesmo tendo medo de algumas palavras
preciso da palavra medo como preciso da palavra morte
que é uma palavra triste.
Toda palavra deve ser anunciada e ouvida.
Nunca mais o desprezo por coisas mal ditas.
Toda palavra é bem dita e bem vinda.


Viviane Mosé
Às 23:27 em 4 janeiro 2009, Elianne Diz- Laura Diz disse...
querida, eu posso estar mais esperta aqui, mas ando mais solitária- bicho grilo.
enfim...
bjs laura
Às 12:43 em 3 janeiro 2009, Oscar Peixoto disse...
Lia, estou bem, mas sofrendo para me livrar das calorias provenientes de toneladas de rabanadas e outras guloseimas.Sem contar os litros de cerveja :-)
Pelo seu sorriso, à la Capitu, na foto (que suponho seja recente), já vi que as coisas por aí estão ótimas. Que continuem assim, são os meus votos. Um grande abraço.
Às 19:44 em 30 dezembro 2008, Laura Macedo disse...
Oi, Lia.
Seja bem vinda ao rol dos meus amigos. Que bom que você gostou da minha página!
Já percebi que, além da música temos em comum, também, a literatura e as artes em geral.
Estive em Vila Velha, aproximadamente, há 15 anos atrás. Tenho uma tia e algumas primas que moram em Vitória (Praia do Canto). É uma cidade muito bonita. Minha filha, que na época tinha 10 anos, disse que Vitória era o Rio de Janeiro em miniatura.
Um grande beijo.

Publicidade

© 2021   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço