Portal Luis Nassif

Cena antologica! Emocionante!

Trata-se de uma cena do filme Amargo Pesadelo (1972), em que há um duelo de banjo e violão, entre um forasteiro e um menino autista do posto de combustÍvel, onde pararam para abastecer, descarregar as canoas e a tralha para descerem o rio, e contratar motoristas, HillBillys locais, para levar os veiculos rio abaixo, para onde eles iriam desembarcar .

De todas as pessoas que aparecem no filme, o único que não é ator é o menino.
Ele é um autista, que o diretor teve a felicidade de encaixar na cena do filme.
E se não é o primeiro, é um dos primeiros filmes do Burt Reynolds, ai ainda em papel secundario .
Vale muito a pena apreciar a cena, em si, e sua excepcional qualidade musical .

O nome original do Filme é "Deliverance" . É fantastico, em seu tema, seu suspense e na riqueza de detalhes tecnico-artisiticos, em sucessão ininterrupta . Nada assim se faz hoje mais .

Quatro individuos 100% urbano-burocratas, exceto o Burt Reynolds, que ao descerem,
em canoas um rio, na iminencia de ser inundado por uma represa em construção, são levados, por circunstancias, a um pesado confronto com os caipiras locais, HillBillys, broncos, selvagens e assasinos .

Classificação:
  • Atualmente, 5/5 estrelas.

Exibições: 1746

Favorito de 2 pessoas

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Comentário de Kellryane Medeiros em 21 outubro 2011 às 3:05

Autistas não são muito comunicativos, mas nesse caso ele se sente bem a vontade se comunicando através da música. Já conheci um autista assim, ele toca Sax. A música realmente é capaz de despertar sentimentos, comportamentos surpreendentes.

Comentário de Paulo Verlaine Coelho em 8 fevereiro 2011 às 21:26
Quando aconteceu o assassinato do casal de namorados - Liana Friedenbach e Felipe Caffe -, mortos por um caipira maluco em Embu-Guaçu (SP) em 2003 ou 2004? - me lembrei muito deste filme que assisti nos anos 80. O filme é de 1972. No caso dos namorados, os dois pertenciam à classe média paulistana e decidiram passar uns dias no interior. Então aconteceu a tragédia.A garota sofreu mais do que o rapaz, porque foi estuprada durante vários dias. No filme, rapazes entediados numa cidade grande também vão em busca de aventura e encontram um pesadelo. Há também, no filme, caso de violência sexual masculina. Um dos rapazes é violentado por um caipira. Cena terrível. A ficção às vezes antecipa a realidade.
Comentário de Marcelo Procopio em 12 janeiro 2010 às 18:06
Maravilha. Deliverance, de John Boorman. Nosso Amargo Pesadelo, do Brasil pesado e brutal dos anos 70, estava contido também ali no Amargo Pesadelo, o filme.
Realmente emocionante. Belíssimo filme. Violento sim, mas na medida da realidade, e não nas bobagens que enchem as salas de cinemas de agora.
Não, nada de nostalgia, o Cinema, com C maiúsculo ainda existe. Mas os frenquentadores de hoje veem filmes comendo pipoca, que nem os norte-americanos e achando muito bom coisas como Crespúsculo and others.
Comentário de Luis Roberto Fragoso em 2 outubro 2009 às 5:58
Parabéns...Não sei como vocês conseguem descolar coisas assim. Muito bom!

Publicidade

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço