Poema do gaúcho Lauro Rodrigues, falando da miséria, da injustiça de sistemas sociais que podam a esperança das pessoas em novos tempos que trariam uma sociedade justa e fraterna... Triste, mas é a realidade. Eu diria, porém, que a esperança e o ideal jamais haverão de morrer enquanto um único homem justo respirar sobre a Terra.

Classificação:
  • Atualmente, 0/5 estrelas.

Exibições: 65

Comentar

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Publicidade

© 2022   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço