Todos os Vídeos Marcados Inácio (Portal Luis Nassif) - Portal Luis Nassif 2021-11-30T17:42:52Z https://blogln.ning.com/video/video/listTagged?tag=In%C3%A1cio&rss=yes&xn_auth=no Candido Inácio da Silva - Lá no largo da Sé velha tag:blogln.ning.com,2012-08-08:2189391:Video:1015731 2012-08-08T15:04:41.914Z A Música do Brasil https://blogln.ning.com/profile/AMusicaDoBrasil <a href="https://blogln.ning.com/video/candido-in-cio-da-silva-l-no-largo-da-s-velha"><br /> <img alt="Miniatura" height="180" src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509710554?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240"></img><br /> </a> <br></br>Compositor Brasileiro: Cândido Inácio da Silva (1800 - 1838)<br></br> Obra: Lá No Largo Da Sé Velha<br></br> Texto: Manoel de Araujo Porto-Alegre<br></br> Flautas e Direção: Ricardo Kanji<br></br> Tenor: Tiago Pinheiro<br></br> Guitarra: Guilherme de Camargo<br></br> <br></br> * Gravado na Igreja da Ordem 3ª de São Francisco (RJ) em dezembro de 2009 - Vox Brasiliensis<br></br> <br></br> ** Lá no… <a href="https://blogln.ning.com/video/candido-in-cio-da-silva-l-no-largo-da-s-velha"><br /> <img src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509710554?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Compositor Brasileiro: Cândido Inácio da Silva (1800 - 1838)<br /> Obra: Lá No Largo Da Sé Velha<br /> Texto: Manoel de Araujo Porto-Alegre<br /> Flautas e Direção: Ricardo Kanji<br /> Tenor: Tiago Pinheiro<br /> Guitarra: Guilherme de Camargo<br /> <br /> * Gravado na Igreja da Ordem 3ª de São Francisco (RJ) em dezembro de 2009 - Vox Brasiliensis<br /> <br /> ** Lá no largo da Sé velha tece uma saborosa crítica à corrupção e aos desmandos econômicos da época.<br /> <br /> '' Lá no largo da Sé Velha<br /> Está vivo um grande tutu<br /> Numa gaiola de ferro<br /> Chamado surucucu<br /> Cobra feroz<br /> Que tudo ataca<br /> 'Té da algibeira<br /> Tira pataca<br /> Bravo à especulação<br /> São progressos da nação<br /> Elefantes berrões<br /> Cavalos em rodopios<br /> Num curro perto da Ajuda<br /> Com macacos e bugios<br /> Tudo se vê<br /> Misericórdia<br /> Só por dinheiro<br /> A tal mixórdia<br /> Bravo à especulação<br /> São progressos da nação<br /> Os estrangeiros dão bailes<br /> Pra regalar o Brasil<br /> Mas a Rua do Ouvidor<br /> É de dinheiro um funil<br /> Lindas modinhas<br /> Vindas de França<br /> Nossos vinténs<br /> Levam na dança<br /> Bravo à especulação<br /> São progressos da nação<br /> Água em pedra vem do norte<br /> Pra sorvetes fabricar<br /> Que nos sorvem os cobrinhos<br /> Sem a gente refrescar<br /> A pitanguinha<br /> Caju, cajá<br /> Na goela fazem<br /> Taratatá<br /> Bravo à especulação<br /> São progressos da nação ''<br /> <br /> *** Cândido Inácio da Silva<br /> Rio de Janeiro, 1800 - Rio de Janeiro, 1838<br /> Foi discípulo do Padre José Maurício, com quem aprendeu teoria e canto na escola que o Padre mantinha na Rua das Marrecas (RJ), onde foi colega de Francisco Manuel da Silva. Sendo aluno do Pe. José Maurício, estava dispensado do serviço militar, indo cantar com freqüencia nas solenidades da Capela Real, hoje Catedral Metropolitana.<br /> Considerado como autor das mais belas e mais celebradas modinhas do Primeiro Reinado. De suas peças, que tiveram várias edições na época, destacam-se as modinhas "Busco a campina serena", e "Quando as glórias que gozei", que se encontra citada em "Memórias de um sargento de milícias", de Manuel Antônio de Almeida. Cândido Inácio destacou-se no Rio de Janeiro como tenor, tendo participado como solista de um concerto da sociedade Acadêmicos Filarmônicos em 1825. Em 1832, participou de um concerto realizado no Teatro Constitucional, organizado pelo flautista e editor Pierre Laforge. Ao lado de Francisco Manuel da Silva, foi um dos fundadores da Sociedade de Beneficência Musical (1833), em cujos concertos seu nome aparece como compositor, tendo sido apresentadas de sua autoria as "Novas variações para corneta de chaves" e "Variações para corne inglês, clarineta e flauta", com orquestra. Em 1837, numa récita de gala no teatro Constitucional Fluminense, pelo aniversário de D.Pedro II, foi executado o "Hino das artes" de sua autoria. Nesse mesmo ano, a copistaria musical de Pierre Laforge editou suas "12 Valsas para piano".<br /> Segundo publicação do "Jornal do Commercio" de 1839, "a ele devemos quantidade prodigiosa de modinhas e lundus, variações e concertos para diversos instrumentos e, sobretudo, a produção dramática de coros infernais, nos quais ele se afastou da estrada da rotina e do plagiato, aparecendo em cena com uma harmonia nova e um colorido original que só pertencem ao gênio; em todas as suas produções havia um pensamento melódico que revelava um estilo próprio, e a sua harmonia era manifestada por combinações originais". Na coleção de "Modinhas Imperiais" editada por Mário de Andrade, dentre as 16 selecionadas, duas são de autoria de Cândido Inácio: "Busco a campina serena", cujos versos não trazem nome do autor, e "Quando as glórias que gozei...", com texto também anônimo. Segundo o musicólogo, "este músico, totalmente ignorado por nós, me parece estar entre as figuras mais dignas de pesquisa da composição nacional". Sótão - Pauxy Gentil-Nunes tag:blogln.ning.com,2012-01-11:2189391:Video:929122 2012-01-11T22:46:58.187Z A Música do Brasil https://blogln.ning.com/profile/AMusicaDoBrasil <a href="https://blogln.ning.com/video/s-t-o-pauxy-gentil-nunes"><br /> <img alt="Miniatura" height="180" src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509702798?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240"></img><br /> </a> <br></br>Compositor Brasileiro: Pauxy Gentil-Nunes<br></br> Obra: Sótão<br></br> Intérprete: Inácio De Nonno<br></br> Piano: Laís Figueiró<br></br> <br></br> '' Um fantasma te puxa.<br></br> Outro fantasma te puxa.<br></br> Tenho medo!<br></br> Me abraça! ''<br></br> <br></br> * ''Sótão'' : José Angelo Gaiarsa, pag. 203 do livro ''Reich - 1980'' Editora Agora Ltda.<br></br> <br></br> ** Pauxy Gentil-Nunes nasceu em 1963 no Rio de… <a href="https://blogln.ning.com/video/s-t-o-pauxy-gentil-nunes"><br /> <img src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509702798?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Compositor Brasileiro: Pauxy Gentil-Nunes<br /> Obra: Sótão<br /> Intérprete: Inácio De Nonno<br /> Piano: Laís Figueiró<br /> <br /> '' Um fantasma te puxa.<br /> Outro fantasma te puxa.<br /> Tenho medo!<br /> Me abraça! ''<br /> <br /> * ''Sótão'' : José Angelo Gaiarsa, pag. 203 do livro ''Reich - 1980'' Editora Agora Ltda.<br /> <br /> ** Pauxy Gentil-Nunes nasceu em 1963 no Rio de Janeiro. Estudos preliminares de flauta com Lenir Siqueira. Graduação em instrumento (flauta) pela UFRJ em 1985, com Celso Woltzenlogel.<br /> <br /> Aperfeiçoamento com Norton Morozowicz e Matthias Ziegler. Produção e divulgação de música brasileira. Primeiro CD solo lançado em 1998, dedicado ao repertório de música brasileira para flauta e piano (Notas Brasileiras -- Tons e Sons -- UFRJ). Estudos preliminares de composição com Chistopher Bochmann e Michel Phillipot. Mestre em Composição pela UFRJ em 1993, orientado por Marisa Resende. Doutor em Linguagem e Estruturação Musical pela UNIRIO em 2009, orientado por Carole Gubernikoff. Obras executadas e gravadas no Brasil e no exterior. Intensa atividade criativa desde 1983, ano de sua primeira participação na Bienal de Música Brasileira Contemporânea. Professor de Harmonia, Análise e Composição na Escola de Música da UFRJ desde 1993. As Sem Razões Do Amor - Cirlei De Hollanda tag:blogln.ning.com,2011-12-12:2189391:Video:909171 2011-12-12T19:07:27.274Z A Música do Brasil https://blogln.ning.com/profile/AMusicaDoBrasil <a href="https://blogln.ning.com/video/as-sem-raz-es-do-amor-cirlei-de-hollanda"><br /> <img alt="Miniatura" height="180" src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509693927?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240"></img><br /> </a> <br></br>Compositora Brasileira: Cirlei De Hollanda<br></br> Obra: As Sem Razões Do Amor<br></br> Intérprete: Inácio de Nonno<br></br> Piano: Laís Figueiró<br></br> <br></br> '' Eu te amo porque te amo.<br></br> Não precisas ser amante,<br></br> E nem sempre sabes sê-lo.<br></br> Eu te amo porque te amo.<br></br> Amor é estado de graça<br></br> E com amor não se paga.<br></br> Amor é dado de graça<br></br> É semeado… <a href="https://blogln.ning.com/video/as-sem-raz-es-do-amor-cirlei-de-hollanda"><br /> <img src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509693927?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Compositora Brasileira: Cirlei De Hollanda<br /> Obra: As Sem Razões Do Amor<br /> Intérprete: Inácio de Nonno<br /> Piano: Laís Figueiró<br /> <br /> '' Eu te amo porque te amo.<br /> Não precisas ser amante,<br /> E nem sempre sabes sê-lo.<br /> Eu te amo porque te amo.<br /> Amor é estado de graça<br /> E com amor não se paga.<br /> Amor é dado de graça<br /> É semeado no vento,<br /> Na cachoeira, no eclipse.<br /> Amor foge a dicionários<br /> E a regulamentos vários.<br /> Eu te amo porque não amo<br /> Bastante ou demais a mim.<br /> Porque amor não se troca,<br /> Não se conjuga nem se ama.<br /> Porque amor é amor a nada,<br /> Feliz e forte em si mesmo.<br /> Amor é primo da morte,<br /> E da morte vencedor,<br /> Por mais que o matem (e matam)<br /> A cada instante de amor ''<br /> <br /> * Poesia Do Carlos Drummond De Andrade.<br /> <br /> ** Cirlei De Hollanda, carioca, iniciou seus estudos musicais com Neyl Lucas, ingressando posteriormente na Escola de Música da UFRJ, onde estudou composição com Henrique Morelembaum. Em 1977 recebeu o Primeiro Prêmio do Concurso de Composição para a Segunda Bienal de Música Contemporânea, na categoria obra sinfônica, com a cantata "Isto é aquilo" -- sobre o texto de Carlos Drummond de Andrade. A maior parte da produção de Cirlei é destinada a vozes. Carlos Drummond de Andrade é o autor preferido da compositora.<br /> <br /> *** Carlos Drummond de Andrade (Itabira, 31 de outubro de 1902 — Rio de Janeiro, 17 de agosto de 1987) foi um poeta, contista e cronista brasileiro.<br /> Nasceu em Minas Gerais, em uma cidade cuja memória viria a permear parte de sua obra, Itabira. Posteriormente, foi estudar em Belo Horizonte e Nova Friburgo com os Jesuítas no Colégio Anchieta. Formado em farmácia, com Emílio Moura e outros companheiros, fundou "A Revista", para divulgar o modernismo no Brasil. No mesmo ano em que publica a primeira obra poética, "Alguma poesia" (1930), o seu poema Sentimental é declamado na conferência "Poesia Moderníssima do Brasil", feita no curso de férias da Faculdade de Letras de Coimbra, pelo professor da Cadeira de Estudos Brasileiros, Dr. Manoel de Souza Pinto, no contexto da política de difusão da literatura brasileira nas Universidades Portuguesas. Durante a maior parte da vida, Drummond foi funcionário público, embora tenha começado a escrever cedo e prosseguindo até seu falecimento, que se deu em 1987 no Rio de Janeiro, doze dias após a morte de sua única filha, a escritora Maria Julieta Drummond de Andrade. Além de poesia, produziu livros infantis, contos e crônicas. Dilma Roussef - 'from' guerrilheira aprisionada 'to' A Mulher Mais Poderosa do Mundo tag:blogln.ning.com,2011-01-11:2189391:Video:498742 2011-01-11T14:21:42.341Z Guilherme de Alarcon Pereira https://blogln.ning.com/profile/GuilhermedeAlarconPereira <a href="https://blogln.ning.com/video/dilma-roussef-from"><br /> <img alt="Miniatura" height="180" src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509660050?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240"></img><br /> </a> <br></br>Ver no Blog:<br></br> <br></br> Nasce Uma "Mita" Global | Rousseff - from Guerrilheira Aprisionada to A Mulher Mais Poderosa do Mundo…<br></br> <br></br> <a href="https://blogln.ning.com/video/dilma-roussef-from"><br /> <img src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509660050?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Ver no Blog:<br /> <br /> Nasce Uma "Mita" Global | Rousseff - from Guerrilheira Aprisionada to A Mulher Mais Poderosa do Mundo<br /> <br /> <a href="http://blogln.ning.com/profiles/blogs/nasce-uma-mita-global">http://blogln.ning.com/profiles/blogs/nasce-uma-mita-global</a> A Voz do Futuro no País do Presente | 01 | tag:blogln.ning.com,2010-12-31:2189391:Video:493602 2010-12-31T07:58:12.785Z Guilherme de Alarcon Pereira https://blogln.ning.com/profile/GuilhermedeAlarconPereira <a href="https://blogln.ning.com/video/a-voz-do-futuro-no-pais-do"><br /> <img alt="Miniatura" height="180" src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509648017?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240"></img><br /> </a> <br></br>Eu Vivi para Ver Meu Povo Virar Estrela.<br></br> <br></br> Feliz Década II Brasil para Todos!…<br></br> <br></br> <a href="https://blogln.ning.com/video/a-voz-do-futuro-no-pais-do"><br /> <img src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509648017?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Eu Vivi para Ver Meu Povo Virar Estrela.<br /> <br /> Feliz Década II Brasil para Todos!<br /> <br /> <a href="http://blogln.ning.com/profiles/blogs/a-voz-do-futuro-no-pais-do">http://blogln.ning.com/profiles/blogs/a-voz-do-futuro-no-pais-do</a>