Todos os Vídeos Marcados Letra: (Portal Luis Nassif) - Portal Luis Nassif 2019-07-17T22:49:37Z https://blogln.ning.com/video/video/listTagged?tag=Letra%3A&rss=yes&xn_auth=no De Que Te Queixas Língua Importuna? (Ária IV) & Arde O Velho Barril (Ária VII) - Marília Vargas tag:blogln.ning.com,2012-08-08:2189391:Video:1015729 2012-08-08T14:54:53.660Z A Música do Brasil https://blogln.ning.com/profile/AMusicaDoBrasil <a href="https://blogln.ning.com/video/de-que-te-queixas-l-ngua-importuna-ria-iv-arde-o-velho-barril-ria"><br /> <img alt="Miniatura" height="180" src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509710347?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240"></img><br /> </a> <br></br>Compositor Português: Marcos Portugal (1762-1830)<br></br> Letra: Tomás Antônio Gonzaga - Marília De Dirceu<br></br> Desenho Masculino: Tomás Antônio Gonzaga<br></br> Obras: De Que Te Queixas (Ária IV) &amp; Arde O Velho Barril (Ária VII)<br></br> Intérprete: Marília Vargas<br></br> Pianoforte: Rosana Lanzelotte<br></br> Direção Musical e Flautas: Ricardo Kanji… <a href="https://blogln.ning.com/video/de-que-te-queixas-l-ngua-importuna-ria-iv-arde-o-velho-barril-ria"><br /> <img src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509710347?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Compositor Português: Marcos Portugal (1762-1830)<br /> Letra: Tomás Antônio Gonzaga - Marília De Dirceu<br /> Desenho Masculino: Tomás Antônio Gonzaga<br /> Obras: De Que Te Queixas (Ária IV) &amp; Arde O Velho Barril (Ária VII)<br /> Intérprete: Marília Vargas<br /> Pianoforte: Rosana Lanzelotte<br /> Direção Musical e Flautas: Ricardo Kanji<br /> Viola de Arame: Guilherme de Camargo<br /> Violoncelo Barroco: Maria Alice Brandão<br /> MUSICA BRASILIS: <a href="http://www.musicabrasilis.org.br/">http://www.musicabrasilis.org.br/</a><br /> <br /> '' De que te queixas,<br /> Língua importuna?<br /> De que a fortuna<br /> Roubar-te queira<br /> O que te deu?<br /> Este foi sempre<br /> O gênio seu.<br /> Levou, Marília,<br /> A ímpia sorte<br /> Catões à morte;<br /> Nem sepultura<br /> Lhes concedeu.<br /> Este foi sempre<br /> O gênio seu... ''<br /> <br /> '' Arde o velho barril, arde a cabeça,<br /> Em honra de João na larga rua;<br /> O crédulo mortal agora indaga<br /> Qual seja a sorte sua.<br /> Mas, ah! em bem me lembre: eu tenho ouvido<br /> Que na boca um bochecho d'água tome,<br /> E atrás de qualquer porta atento esteja,<br /> Até ouvir um nome.<br /> Que o nome que primeiro ouvir, é esse<br /> O nome que há de ter a minha amada.<br /> Pode verdade ser; se for mentira,<br /> Também não custa nada. ''<br /> <br /> * Tomás Antônio Gonzaga (Miragaia, Porto, 11 de agosto de 1744 — Ilha de Moçambique, 1810), cujo nome arcádico é Dirceu, foi um jurista, poeta e ativista político luso-brasileiro. Considerado o mais proeminente dos poetas árcades, é ainda hoje estudado em escolas e universidades por seu "Marília de Dirceu" (versos notadamente árcades feitos para sua amada).<br /> <br /> Ele nasceu em Miragaia, freguesia da cidade portuguesa do Porto, em prédio hoje devidamente assinalado. Era filho de mãe portuguesa (de ascendência inglesa, Tomásia Isabel Clarque) e pai nordestino(João Bernardo Gonzaga).[1] Órfão de mãe no primeiro ano de vida, mudou-se com o pai, magistrado brasileiro para Pernambuco em 1751 depois para a Bahia, onde estudou no Colégio dos Jesuítas. Em 1761, voltou a Portugal para cursar Direito na Universidade de Coimbra, tornando-se bacharel em Leis em 1768. Com intenção de lecionar naquela universidade, escreveu a tese Tratado de Direito Natural, no qual enfocava o tema sob o ponto de vista tomista, mas depois trocou as pretensões ao magistério superior pela magistratura...<br /> <br /> Leia mais sobre Gonzaga: <a href="http://pt.wikipedia.org/wiki/Tom%C3%A1s_Ant%C3%B4nio_Gonzaga">http://pt.wikipedia.org/wiki/Tom%C3%A1s_Ant%C3%B4nio_Gonzaga</a> Café de la Paix - Victoria Kerbauy - Almeida Prado tag:blogln.ning.com,2012-08-08:2189391:Video:1015644 2012-08-08T14:53:52.325Z A Música do Brasil https://blogln.ning.com/profile/AMusicaDoBrasil <a href="https://blogln.ning.com/video/caf-de-la-paix-victoria-kerbauy-almeida-prado"><br /> <img alt="Miniatura" height="180" src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509711178?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240"></img><br /> </a> <br></br>Compositor Brasileiro: Almeida Prado (1943 - 2010)<br></br> Intérprete: Victoria Kerbauy<br></br> Obra: Espiral II - Café de la Paix<br></br> Letra: José Aristodemo Pinotti<br></br> Piano: Almeida Prado<br></br> Pinturas: Café de la Paix, Paris - Edouard Cortes<br></br> <br></br> '' Beijo de uma, nome da outra<br></br> O beijo, nao a boca<br></br> A voz que fascina<br></br> E nada como a pele… <a href="https://blogln.ning.com/video/caf-de-la-paix-victoria-kerbauy-almeida-prado"><br /> <img src="https://storage.ning.com/topology/rest/1.0/file/get/2509711178?profile=original&amp;width=240&amp;height=180" width="240" height="180" alt="Miniatura" /><br /> </a><br />Compositor Brasileiro: Almeida Prado (1943 - 2010)<br /> Intérprete: Victoria Kerbauy<br /> Obra: Espiral II - Café de la Paix<br /> Letra: José Aristodemo Pinotti<br /> Piano: Almeida Prado<br /> Pinturas: Café de la Paix, Paris - Edouard Cortes<br /> <br /> '' Beijo de uma, nome da outra<br /> O beijo, nao a boca<br /> A voz que fascina<br /> E nada como a pele<br /> De quem ao me ver suspira ''<br /> <br /> * O Café de la Paix é um dos mais tradicionais de Paris. Data de 1862 e tudo ali respira história. Já foi visitado por Oscar Wilde, Toulouse-Lautrec e Enrico Caruso. Todos tinham mesas cativas.<br /> <br /> ** Victoria Kerbauy - Soprano brasileira.Teve como mestres Mikail Loks, Celina Sampaio, Maria do Carmo Arruda Botelho, Margarita Schak, Neyde Thomas e Rio Novello. Frequentou vários cursos de extensão musical, endo se apresentado no Brasil e no exterior.<br /> Seu repertório abrange a música de câmara, lírica, com destaque para a música contemporânea brasileira.<br /> Tem sido solista em primeira audição de obras de vários compositores, tais como Camargo Guarnieri, Dinorá de Carvalho, Almeida Prado...<br /> Gravou programas de música brasileira para o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP), TV Cultura, Rádio MEC...<br /> No exterior destacam-se suas apresentações no Purcell Room de Londres e recitais em Paris, Bruxelas e Genebra. Em Paris, participou do Master Class com Nadia Boulanger com obras de Almeida Prado.<br /> Atuou sob regência de Simon Blech, Eleazar de Carvalho, Klaus Richter, Tulio Colacioppo, entre outros.<br /> Premiada pela APCA e outras entidades. Pertence à Academia de Música de São Paulo.<br /> <br /> *** José Antônio Rezende de Almeida Prado (Santos, 8 de fevereiro de 1943 — São Paulo, 21 de novembro de 2010) foi um compositor e pianista brasileiro, membro da Academia Brasileira de Música sendo considerado um dos maiores expoentes da música erudita no Brasil.<br /> <br /> Estudou no Brasil com Dinorá de Carvalho (piano), Osvaldo Lacerda (harmonia) e Camargo Guarnieri (composição). Após conquistar o primeiro prêmio no "I Festival de Música da Guanabara" em 1969, pela cantata "Pequenos Funerais Cantantes", sobre um texto de sua prima, a poetisa Hilda Hilst, prosseguiu seus estudos na Europa. Estudou com Nadia Boulanger e Olivier Messiaen em Paris entre 1970 e 1973, além de uma breve permanência em Darmstadt para estudar com György Ligeti e Lukas Foss...